Kei Nishikori

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista Kei Nishikori
NishikoriKei2008.jpg
Kei Nishikori
País  Japão
Residência Shimane, Japão
Data de nasc. 29 de dezembro de 1989 (24 anos)
Local de nasc. Bradenton, EUA
Altura 1,78m
Peso 68kg
Profissionalização 2007
Prize money US$ 1,921,151
Simples
Vitórias-Derrotas 87-69
Títulos 5
Melhor ranking Nº 9 (12 de maio de 2014)
Ranking atual simples Nº 9 (12 de maio de 2014)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália QF (2012)
Open da França R16 (2013)
Wimbledon 3R (2012)
U.S. Open 4R (2008)
Duplas
Vitórias-Derrotas 9-14
Títulos 0
Melhor ranking Nº 167 (19 de março de 2012)
Última atualização em: 2 de agosto de 2012.

Kei Nishikori (錦織 圭, Nishikori Kei Shimane 29 de Dezembro de 1989) é um tenista profissional do Japão, profissionalizado em 2007. Nishikori já obteve um título nível ATP, em Delray Beaccomo o número 19 do mundo.[1] Em maio de 2014, assumiu o nono lugar no ranking mundial.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou na categoria junior em 2004, e em 2006 alcançou o título de duplas do Roland Garros junior, ao lado do argentino Emiliano Massa. Em 2006 e 2007 mesclou torneios future e challengers, com wildcards (convites) vindos em alguns torneios, e ainda atuava em torneios juvenis americanos, já que treina em Bradenton, na academia de Nick Bollettieri.

Em 2008, quando ainda figurava em 244° no ranking, assombrou o tênis conquistando o ATP de Delray Beach, batendo no qualy Nicolás Todero e Alex Bogomolov Jr, e como qualy conseguiu vencer o título em solo americano, batendo na primeira rodada o alemão Florian Mayer, e depois uma sequência de quatro americanos, Amer Delic, Bobby Reynolds, nas semis Sam Querrey, e na final o experiente americano James Blake, por 3-6, 6-1, 6-4. Com a subida no ranking, estreou em Wimbledon, e chegou às oitavas do US Open, perdendo para o argentino Juan Martín del Potro. Ainda nesse ano ganhou convite para a disputa dos Jogos Olímpicos de Pequim, perdendo na primeira rodada para o alemão Rainer Schüttler.

Em 2009, Nishikori não atuou devido a lesões, e despencou no ranking.

Em 2010, retornou ao top 200. Venceu na 1ª rodada de Roland Garros o nº 58 do mundo, Santiago Giraldo por 3 sets a 2, perdendo depois para Novak Djokovic. Obtém grande campanha no US Open, furando o qualifying e chegando à terceira rodada do torneio ao derrotar o n.13 do mundo Marin Cilic.

Em 2011, vai às quartas-de-final do ATP 250 de Chennai, à 3ª rodada do Australian Open, e em fevereiro chega à semifinal do ATP 250 de Delray Beach. Em abril, no ATP 250 de Houston, derrota o nº 11 do mundo, Mardy Fish nas quartas e acaba vice-campeão do torneio. Com isto, chega pela primeira vez ao top 50 mundial de simples da ATP. Em junho vai à semifinal do ATP 250 de Eastbourne, e em setembro, semifinal do ATP 250 de Kuala Lumpur.

Em outubro de 2011 chega na semifinal do Masters 1000 de Shanghai, derrotando o n.8 do mundo Tsonga no caminho. Logo depois, surpreende ao ir à final do ATP 500 da Basileia, derrotando o n.7 do mundo Berdych na primeira rodada, e o número 1 do mundo, Novak Djokovic, na semifinal.

No início de 2012, Nishikori chega às quartas-de-final do Australian Open. Foi um marco para seu país, que nunca teve na Era Aberta um tenista nas quartas deste torneio. Nishikori igualou Shuzo Matsukoa, único japonês até o momento a chegar às quartas de um Grand Slam (Wimbledon/1995). Com isso, entra pela primeira vez no top20 mundial.

Finais[editar | editar código-fonte]

Resultado N. Data Torneio Piso Oponente na final Placar da final
Campeão 1. Fevereiro 11, 2008 Delray Beach, Estados Unidos Duro Estados Unidos James Blake 3–6, 6–1, 6–4
Vice-campeão 2. Abril 10, 2011 Houston, Estados Unidos Saibro Estados Unidos Ryan Sweeting 6–4, 7–6(3)
Vice-campeão 3. Novembro 6, 2011 Basiléia, Suíça Dura Suíça Roger Federer 6–1, 6–3

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]