Magnesita S.A

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Magnesita
Magnesita Refratários S.A.
Logo n 1.png
Tipo Empresa de capital aberto
Fundação 1939
Sede Contagem, Brasil
Áreas servidas Todo o Mundo
Produtos Refratários, Mineração, Serviços
Faturamento Aumento 2,5 bi BRL (2012)
Página oficial www.magnesita.com.br

A Magnesita Refratários S.A é uma empresa brasileira de capital privado, com ações negociadas em bolsa, dedicada à mineração, produção e comercialização de extensa linha de materiais refratários. Fundada em 1939 pela família Pentagna Guimarães , em Contagem, Minas Gerais, atualmente a empresa pertence à GP Investimentos e é presidida por Octavio Lopes.

Desde 2008, quando adquiriu a LWB Refractories , a companhia conta com forte presença nos mercados europeu, norte-americano e asiático, ocupando o primeiro lugar no mercado nacional de refratários e o terceiro lugar no mundial.

História[editar | editar código-fonte]

A Magnesita foi criada em 1939, após a descoberta de depósitos de magnesita em Brumado, no estado da Bahia. Suas atividades industriais começaram em 1944, em Contagem (MG), com a produção de refratários aluminosos e sílico-aluminosos e, a partir de 1948, produzindo também magnesianos e cromo-magnesianos.

A partir de 1960, a Magnesita S.A. adquiriu e fundou empresas para a fabricação de insumos para lingotamento, fabricação de concretos refratários, produção de grãos eletrofundidos, entre outras. Essas empresas empregam a matéria-prima obtida em Brumado para a fabricação de refratários básicos, que utilizam também os produtos das usinas de sinterização. A década de 60 marcou ainda a abertura de capital da empresa, com a negociação de suas ações na Bovespa.

Na década de 90, foi inaugurado o terminal portuário em Aratu (BA), de onde a Magnesita exporta magnésio sintetizado. No mesmo período, a empresa reestruturou seu departamento comercial, com o intuito de atingir a indústria do cimento, e iniciou um novo modelo de negócios, focado particularmente no setor siderúrgico. A Magnesita se tornou um fornecedor de soluções, atuando com proximidade do cliente e oferecendo produtos e serviços personalizados.

Em setembro de 2007, a Rpar Holding S/A adquiriu o controle da Magnesita S.A.. Por meio de um Acordo de Acionistas, firmado em fevereiro de 2008, uma reestruturação societária envolvendo a Rpar Holding S/A, a Partimag S/A e a Magnesita S.A. foi aprovada. A reestruturação teve o objetivo de promover o agrupamento das três empresas em uma única companhia aberta, com estrutura simplificada, alinhando e consolidando o interesse de todos os acionistas do Grupo. O novo desenho proporcionou a criação da Magnesita Refratários S.A. e sua listagem no Novo Mercado da Bolsa de Valores de São Paulo – Bovespa, em abril de 2008.

Em 25 de abril de 2008, a Magnesita celebrou contrato para a aquisição da totalidade das quotas representativas do capital social da Insider – Insumos Refratários para Siderurgia Ltda., empresa produtora de refratários monolíticos e pré-moldados de alta tecnologia e com sede na cidade de Coronel Fabriciano (MG). Em novembro de 2008, a Magnesita Refratários adquiriu a LWB Refractories, empresa alemã líder no mercado de refratários básicos e produtos dolomíticos de alto valor agregado. Com forte presença nos mercados europeu, norte-americano e asiático, a LWB mantém relacionamentos de longo prazo com os principais produtores de aço inoxidável e de aços longos, bem como outras siderúrgicas com aciarias elétricas e integradas.

Segmentos de Atuação[editar | editar código-fonte]

Refratários[editar | editar código-fonte]

No mercado de refratários há 75 anos, atualmente a Magnesita oferece mais de 30 mil tipos de refratários diferentes, com a mais ampla oferta de produtos para a indústria. A linha de produtos vai de materiais monolíticos e tijolos convencionais a cerâmicas nobres, cujo objetivo é revestir equipamentos que operam em altas temperaturas.

Custo por Performance (CPP)[editar | editar código-fonte]

Em 2009, a companhia adotou, de maneira pioneira, a exportação de soluções baseadas no modelo de aço vazado ou CPP (cost per performance). Trata-se de um modelo de negócio em que a remuneração está relacionada diretamente à performance do cliente e não à prática usual do mercado, que paga pelo volume (em toneladas) de refratários vendidos.

Minerais[editar | editar código-fonte]

A Magnesita é uma das indústrias de refratários mais verticalizadas do mundo. Cerca de 80% de suas matérias-primas advêm de suas próprias minas. Com controle sobre algumas das maiores e melhores minas de minerais como magnesita, dolomita e talco do mundo, a companhia adquiriu grande autonomia e capacidade de oferecer matérias-primas diversas.

Um dos diferenciais dentro do mercado é o know-how tecnológico de beneficiamento de matérias-primas desenvolvido por seus Centros de Pesquisas, referência mundial no assunto. Todas as atividades de mineração da companhia são apoiadas pelo seu sistema logístico que, integrado entre ferrovias e rodovias, permite distribuição consolidada nos principais portos do Brasil e alcance de escala global.

Serviços[editar | editar código-fonte]

Diferentemente de outras empresas produtoras de refratários, há mais de 40 anos a Magnesita também oferece soluções integradas nos processos industriais que contribuem para potencializar e otimizar a capacidade produtiva do cliente.

Com foco nos segmentos siderúrgico, industrial e minerário, a companhia conseguiu se consolidar como referência de confiabilidade operacional e vida útil dos equipamentos no mercado nacional e na América Latina. Atualmente, a Magnesita possui atuação em 14 contratos continuados em usinas do Brasil, Chile, Colômbia e México.

Unidades[editar | editar código-fonte]

No Brasil, a companhia opera 27 unidades entre plantas industriais, unidades logísticas, unidades de extração mineral e escritórios comerciais. Internacionalmente, além dos diversos escritórios de venda, a Magnesita ainda conta com unidades produtivas na Alemanha, na China, nos Estados Unidos, na França, na Bélgica, em Taiwan e na Argentina, cuja capacidade de produção de refratários é superior a 1,4 milhão de toneladas por ano.

América do Sul[editar | editar código-fonte]

Brasil

  • Acaba Mundo
  • Água Limpa
  • Aratu
  • Barra Mansa
  • Brumado
  • Cidade Industrial
  • Conceição do Pará
  • Coronel Fabriciano
  • CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento)
  • Cubatão
  • Eletrofusão
  • Esmeraldas
  • FMPM e FVLS
  • Iguatu
  • Ipatinga
  • Itamarandiba
  • Jeceaba
  • Marabá
  • Metálicos
  • Onça de Pitangui
  • Ouro Branco
  • Pindamonhangaba
  • Pitangui
  • Ponte Alta
  • Resende

Chile
Colômbia
Paraguai
Peru
Argentina
Uruguai
Venezuela

América do Norte[editar | editar código-fonte]

Canadá
Estados Unidos
México

Europa[editar | editar código-fonte]

Alemanha
Áustria
França
Itália
Reino Unido
Suécia

Ásia[editar | editar código-fonte]

China
Coreia do Sul
Índia
Japão
Malásia
Sri Lanka
Tailândia
Taiwan

África[editar | editar código-fonte]

África do Sul

Oriente Médio[editar | editar código-fonte]

Emirados Árabes
Líbano
Paquistão

Oceania[editar | editar código-fonte]

Austrália
Nova Zelândia


Ver também[1] [editar | editar código-fonte]

http://www.Magnesita.com.br

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. MAG About (Unknown). Visitado em June 05, 2014.