Melhor jogador do mundo pela FIFA em 2009

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O prêmio da FIFA de melhor jogador do mundo em 2009 foi entregue em 21 de dezembro de 2009 em Zurique, na Suíça. Em 30 de outubro de 2009, a FIFA divulgou a lista dos 23 jogadores indicados para o prêmio masculino e as 23 jogadoras indicadas para o prêmio feminino.[1] Em 7 de dezembro, foram divulgados os cinco finalista de cada categoria.[2]

Classificação geral masculina[editar | editar código-fonte]

O argentino Lionel Messi, do Barcelona, se tornou o segundo mais unânime ganhador do prêmio, atrás de Kaká que teve uma margem de 743 pontos de diferença em 2007, vencendo-o com uma margem de 721 pontos de diferença (somou 1073) para o segundo colocado, o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, que obteve 352 pontos na votação.

Indicados[editar | editar código-fonte]

Os 5 mais bem colocados[editar | editar código-fonte]

Pos. Jogador Pontos Time
1 Argentina Lionel Messi 1073 Espanha Barcelona
2 Portugal Cristiano Ronaldo 352 Espanha Real Madrid
3 Espanha Xavi Hernández 196 Espanha Barcelona
4 Brasil Kaká 190 Espanha Real Madrid
5 Espanha Andrés Iniesta 134 Espanha Barcelona

Classificação geral feminina[editar | editar código-fonte]

A brasileira Marta tornou-se a primeira atleta (incluindo as categorias masculina e feminina) a vencer quatro vezes o prêmio de Melhor jogador da FIFA.

Indicadas[editar | editar código-fonte]

As 5 mais bem colocadas[editar | editar código-fonte]

Pos. Jogadora Pontos Time
1 Brasil Marta 833 Brasil Santos
2 Alemanha Birgit Prinz 290 Alemanha 1. FFC Frankfurt
3 Inglaterra Kelly Smith 252 Estados Unidos Boston Breakers
4 Brasil Cristiane 239 Brasil Santos
5 Alemanha Inka Grings 216 Alemanha FCR 2001 Duisburg

Referências

  1. Fifa.com (30 de outubro de 2009). Short lists for FIFA World Player awards revealed (em inglês). Visitado em 21 de dezembro de 2009.
  2. Fifa.com (7 de dezembro de 2009). FIFA names World Player nominees (em inglês). Visitado em 21 de dezembro de 2009.

Ver também[editar | editar código-fonte]