Milo Manara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Milo Manara
Milo Manara
Milo Manara Lodz 2008.jpg

Nascimento 13 de Setembro de 1945
Local Luson, Itália
Nacionalidade Italiana
Área(s) de atuação escritor e desenhista
Trabalhos de destaque El Gaucho
Prémios Prémio Will Eisner

Milo Manara, redução do nome original Maurilio Manara (nascido em 13 de Setembro de 1945) é um desenhista italiano mais conhecido pela vertente erótica da sua obra.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Manara nasceu em Luson. Depois de estudar arquitetura e pintura, estreou no mundo dos quadrinhos em 1969 com a obra Genius um conto noir sensual e sombrio na linha de HQ’s como Kriminal e Satanik. Trabalhou para publicações menores (Jolanda, revista de arte soft core, e a revista satírica Telerompo) até ter sido convidado pelo "Il Corriere dei Ragazzi” para trabalhar com escritor Mino Milani. A primeira história dos dois chamava-se "HP e Giuseppe Bergman", de 1983. A sigla "HP" é a abreviação do nome de um grande amigo deles, o artista e caricaturista italiano Hugo Pratt. Bergman havia sido criado por Manara cinco anos antes, para a revista francesa “À Suivre”.

Os quadrinhos de Manara geralmente giram em torno de mulheres elegantes, bonitas expostas a cenários e enredos eróticos improváveis e fantásticos. Em alguns de seus livros mais famosos estão os contos "Il Gioco" (1983, em quatro partes, de "Click!"), sobre um dispositivo que deixava as mulheres incontrolavelmente excitadas, e "Il Profumo dell'invisibile " (de 1986, em Butterscotch), sobre a invenção de uma tinta que deixava seu portador invisível.

Um dos seus trabalhos mais aclamados foi justamente em colaboração com Hugo Pratt, The Ape, para a Heavy Metal revista cult do início dos anos 1980, que reconta a história de Sun Wukong, o deus-macaco da mitologia chinesa - com humor, arte sensual e uma série de críticas políticas.

O estilo de Manara favorece linhas mas simples e limpas para mulheres – que são muito voluptuosas, diga-se de passagem - e reservam traços mais complexos para seus monstros ou outros elementos sobrenaturais. Como o seu compatriota Tinto Brass, tem uma evidente fixação por mulheres com bumbuns firmes e bonitos, quadris largos e semblante angelical.

Muitos de seus quadrinhos contêm temas como bondage, sadismo, e voyeurismo, coisas sobrenaturais, e a tensão sexual sob diversos aspectos da sociedade italiana. Os seus trabalhos são bem esclarecidos e explícitos, mas o humor geral é mais divertido que misogênico. O talento de Manara criou ao longo do tempo um clima de assombro e êxtase, e onde quer que esteja é celebrado e homenageado por fãs, e, devido a muitas de suas incursões aos quadrinhos mais “tradicionais”, também é extremamente reverenciado pela mídia popular ou especializada.

O seu trabalho atingiu o público no continente americano em grande parte por seus trabalhos expostos na revista Heavy Metal. Curiosamente, Manara é menos popular na Itália que na França, onde é considerado um dos quadrinistas mais importantes do mundo.

Em Julho de 2006, Manara desenhou um capacete para Valentino Rossi, feito especialmente para o Grande Prêmio da Itália, em Mugello. Valentino Rossi declarou que “Milo Manara desenhou histórias que se tornaram parte da mitologia da minha vida, seus quadrinhos e alguns dos meus heróis como Steve McQueen, Enzo Ferrari, Jim Morrison, e outros como o meu cão Guido, fora suas muitas e lindas mulheres! Realmente gosto do Milo, e é uma pessoa que irei admirar por muito tempo”.

Bibliografia[2] [3] [editar | editar código-fonte]

Ano Tipo Titulo original Desenhador Argumentista Titulos em Português Editoras
1970-1974 Curta Jolanda de Almaviva M.M. desenha vários episódios da série até ao 61 Roberto Renzi, Gaburro & Gramegna
1976-1977 Curta L’Histoire de France en bandes dessinées M.M. ilustra 5 episódios dedicados a Carlos Magno e os Vikings, á Revolução, a Napoleão e á Comuna de Paris, á Terceira República. O.A.D.
1979-1980 Curta La découverte du monde en bandes dessinées M.M. desenha duas das estórias da série O.A.D.
1973-1974 Curta Telerompo Silverio Pisu
1974-77 Curta Il fumetto della realtà A 1ª estória desenhada por M.M. é “La rivincita della Morte” Mino Milani, Selva, Ventura, Mantelli e Frescura
1975-76 Curta La parola alla giuria Mino Milani
1976-77 Curta Lo scimmiotto Silverio Pisu
1981-82 Álbum L’uomo di carta (Quattro dita) O Homem de Papel Meribérica/Liber
1969 Curta Genius M.M desenha os primeiros 22 episodios da série. O primeiro data de 15 de Setembro de 1969 O.A.D.
1970 Curta Terror M.M. desenha 2 episódios da série O.A.D.
1974 Curta Cosmine n°10 Silverio Pisu
1975 Curta Quella notte del 1580 Mino Milani
1975 Album Un fascio di bombe Alfredo Castelli e Mario Gomboli
1977 Curta Alessio, il borghese rivoluzionario Silverio Pisu
1977 Curta Chris Lean Raffaele D’Argenzio
1977 Curta Volere e Potere Graziano Origa
1978 Curta L’uomo delle nevi Alfredo Castelli
1978 Curta Storia d’Italia a fumetti M.M desenha 4 episódios: Firenze, l’Atene del Medioevo, Il Papa lascia Roma, La lingua degli italiani Enzo Biagi
1978 Álbum H.P. e Giuseppe Bergman (Le avventure veneziane di Giuseppe Bergman) HP & Giuseppe Bergman – O Mestre de Veneza (1/2) HP & GB - O Caminho para Macondo (2/2) Edições ASA
1980 Álbum Un autore in cerca di sei personaggi
1980 Curta Periodo Blu Periodo Azul (in Curtas Metragens)[4] Edições ASA
1981 Curta Histoire de la Chine – De Confucius à nos jours O.A.D.
1981 Curta Dedicato a Corto Maltese
1981 Curta Fone fom (in Curtas Metragens) Edições ASA
1981 Curta John Lennon John Lennon (in Curtas Metragens) Edições ASA
1982 Álbum Dies irae (Le avventure africane di Giuseppe Bergman)
1982 Álbum Il gioco O Clic Edições ASA
1982 Curta Acherontia Atropos Acherontia Atropos (in Curtas Metragens) Edições ASA
1982 Curta L’ultimo tragico giorno di Gori Bau e Callipigia Sister O Último Dia Trágico de Gori Bau e Callipigia Sister (in Curtas Metragens)
1983 Album Tutto ricominciò con un’estate indiana Hugo Pratt Verão Indio Meribérica/Liber
1984 Curta Senza Titolo Sem Titulo (in Curtas Metragens) Edições ASA
1985 Curta CHARLIE ovvero Il diario di Sandra F.
1986 Album Viaggio a Tulum M.M. adapta o G.C. e desenha Guião Cinematográfico de Federico Fellini Viagem a Tulum Edições ASA
1986 Álbum Il profumo dell’invisibile O Perfume do Invisivel (edição completa) Conrad
1986 Curta Mors tua vita mea
1986 Curta Reclame O Anúncio (in Curtas Metragens) Edições ASA
1987 Curta Donne
1987 Curta Sesso o tabù? (X3) X3 (in Curtas Metragens) Edições ASA
1988 Álbum Sognare forse… (Le avventure orientali di Giuseppe Bergman) O Perfume de um Sonho Edições 70
1988 Curta Candid Camera (Miele I-VI) Câmara Indiscreta (reune os 6 episódios) Meribérica/Liber
1989 Album L'arte della sculacciata Jean-Pierre Enard
1990 Album Breakthrough Neil Gaiman
1990 Curta Il Muro
1991 Album Cristoforo Colombo Enzo Biagi
1991 Album Il sogno di Oengus Giordano Berti
1991 Álbum Il Gioco 2 O Clic 2 / Clic - Volume 2 Meribérica/liber; Conrad
1991 Álbum L’uomo di carta (Quattro dita)
1991 Curta Una musica celestiale (Note napoletane)
1992 Album Il viaggio di G. Mastorna, detto Fernet M.M. Guião Cinematográfico de Federico Fellini
1992-1995 Album El Gaucho Hugo Pratt El Gaucho Meribérica/Liber
1994 Álbum Il Gioco 3 Clic - Volume 3 Conrad
1994 Curta Salomé
1996 Álbum Gullivera Gulliveriana Meribérica/Liber; Conrad
1997 Álbum Appuntamento fatale (Ballata in Si bemolle) Encontro Fatal Conrad
1998 Álbum Kamasutra Kama Sutra Conrad
1999 Livro Aphrodite: Book 1 Ilustrações de M.M. Pierre Louÿs
1999 Álbum A riveder le stelle Rever as Estrelas (As Aventuras Urbanas de Giuseppe Bergman) Meribérica/liber
1999 Álbum L’asino d’oro A Metamorfose de Lucius Meribérica/liber
1999 Curta Bolero
2000 Álbum Rivoluzione Revolução Conrad
2000 Álbum Tre ragazze nella rete
2000 Curta Piercing
2001 Álbum Il gioco 4 O Clic 4 / Clic - Volume 4 Edições ASA
2001 Album Le donne di Manara As Mulheres de Manara Meribérica/liber
2001 Album Memory
2001 Álbum Il profumo dell’invisibile 2 O Perfume do Invisivel (edição completa) Conrad
2002 Álbum Fuga da Piranesi
2002 Álbum Il pittore e la modella O Pintor e a Modelo Edições ASA
2003 Curta Sandman: Endless Nights M.M. desenha 1 episódio para a etiqueta Vertigo da DC Comics Neil Gaiman
2004 Album I Borgia – 1. La conquista del papato Alejandro Jodorowsky Bórgia Vol 1 – Sangue para o papa Edições ASA / Conrad
2004 Álbum L’Odissea di Bergman (Le avventure metropolitane di Giuseppe Bergman) A Odisseia de Giuseppe Bergman (As Aventuras Urbanas de Giuseppe Bergman) Edições ASA
2006 Album I Borgia – 2 - Il potere e l'incesto Alejandro Jodorowsky Borgia Vol 2 – O Poder e o Incesto Conrad
2006 Álbum Quarantasei Valentino Rossi
2007 Album Gli occhi di Pandora Esordio di Vincenzo Cerami
2007 Album I Borgia - 3. Le Fiamme del Rogo Alejandro Jodorowsky Bórgia Vol 3 – As Chamas de Pira Conrad
2007 Curta La Vendetta
2009 Album X-Men - Ragazze in Fuga Chris Claremont
2009 Curta Merci Monsieur Forest
2010 Album I Borgia - 4. Tutto é Vanità Alejandro Jodorowsky Bórgia Vol 4 - Tudo é Vaidade Edições ASA / Conrad
2012 Álbum Il Caravaggio [in lavorazione]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

  1. Assis, Diego (9/11/2010). 'Tenho medo de frustrar os leitores', diz mestre da HQ erótica Milo Manara (em Português). Visitado em 09/11/2010.
  2. De acordo com http://www.comicon.it/MiloManarasite/pt/bibliografia/
  3. M.M. - Milo Manara; O.A.D. - Outros Argumentistas e Desenhadores;
  4. Em Portugal as Edições ASA publicaram no álbum "Curtas Metragens" seis das estórias Curtas do período que medeia entre 1980 e 1987.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre autor ou ilustrador de banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.