Nanga Parbat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Nanga Parbat
Nanga Parbat
Nanga Parbat está localizado em: Planalto tibetano
Nanga Parbat
Localização
Coordenadas 35° 14' N 74° 36' E
Altitude 8125 m (26658 pés)
Posição: 9
Proeminência 4608 m
Posição: 14
Cume-pai: Monte Everest
Listas 8000s
Ultra
Localização Paquistão
Cordilheira Himalaia
Primeira ascensão 3 de julho de 1953 por Hermann Buhl
Rota mais fácil Neve, escalada em gelo

Nanga Parbat é a nona montanha mais alta do mundo, com 8125 m de altitude, e a 14.ª mais proeminente. Localiza-se na zona ocidental dos Himalaias, no Paquistão, e o seu nome significa '"montanha nua" em urdu.

É uma das montanhas mais escaladas, e mais mortíferas, dos Himalaias:

  • 1895: o alpinista britânico Albert F. Mummery morria, juntamente com dois carregadores Sherpa, a cerca de 6 000 m;
  • 1932: expedição conjunta de norte-americanos e alemães;
  • 1934: uma expedição alemã, chega aos 7 850 m, mas é surpreendida por uma tempestade que provoca a morte de 10 elementos desta expedição, incluindo 6 Sherpas;
  • 1937: nova expedição alemã, com resultados igualmente dramáticos devido a uma avalanche de neve, em que morrem 16 alpinistas;
  • 2009: o austríaco Wolfgang Koerbinger faleceu numa tentativa de ascensão.[1]

A montanha foi escalada completamente pela primeira vez em 3 de julho de 1953 por um alpinista austríaco, Hermann Buhl, e sua equipe alemã de alpinistas.

O primeiro português a atingir o seu cume foi João Garcia, em 10 de Julho de 2009,[2] sem recurso a oxigénio artificial. Esta expedição insere-se no âmbito do projeto À conquista dos Picos do Mundo, onde João Garcia pretende escalar (sem recurso a oxigénio, e entre 2006 e 2010) oito das catorze montanhas com mais de oito mil metros de altitude, totalizando assim em 2010 os catorze cumes.

A escalada ao Nanga Parbat é considerada mais difícil do que a de outras montanhas mais altas, com excepção do K2.

O alpinista austríaco Heinrich Harrer escalou o Nanga Parbat[carece de fontes?], juntamente com Peter Aufschneiter. Em 1939, porém, tendo o Reino Unido declarado guerra ao Reich Alemão (este dominava o território austríaco), Harrer e Aufschneiter, além de sua expedição, foram detidos como prisioneiros de guerra no então território britânico da Índia.[carece de fontes?]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Dicionário Ilustrado das Maravilhas Naturais do Mundo, Ed. Selecções do Reader's Digest, 1980.



Os catorze picos com mais de oito mil metros de altitude
Everest
1. Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Nepal.png Everest 8 844 m
2. Flag of the People's Republic of China.svgFlag of Pakistan.svg K2 8 611 m
3. Flag of India.svg Flag of Nepal.png Kanchenjunga 8 586 m
4. Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Nepal.png Lhotse 8 516 m
5. Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Nepal.png Makalu 8 462 m
6. Flag of the People's Republic of China.svg Flag of Nepal.png Cho Oyu 8 201 m
7. Flag of Nepal.svg Dhaulagiri 8 167 m
8. Flag of Nepal.svg Manaslu 8 156 m
9. Flag of Pakistan.svg Nanga Parbat 8 125 m
10. Flag of Nepal.svg Annapurna 8 091 m
11. Flag of the People's Republic of China.svgFlag of Pakistan.svg Gasherbrum I 8 068 m
12. Flag of the People's Republic of China.svgFlag of Pakistan.svg Broad Peak 8 047 m
13. Flag of the People's Republic of China.svgFlag of Pakistan.svg Gasherbrum II 8 035 m
14. Flag of the People's Republic of China.svg Shishapangma 8 013 m
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Paquistão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.