Obotritas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa da Marca de Billung (c. 1000 d.C.) mostrando as diversas tribos da confederação obotrita.

Os obotritas (em alemão: Abodriten; em polonês: Obrodyci), também conhecidos como obodritas, eram uma confederação medieval de tribos eslavas ocidentais que habitavam a região do atual território de Mecklemburgo e Holstein, no norte da Alemanha (ver eslavos polábios). Por décadas foram aliados de Carlos Magno em suas guerras contra os saxões germânicos e os veleti eslavos. Em 798 os obotritas, liderados pelo príncipe Drożko (ou Draško, originalmente Thrasco) derrotou os saxões na batalha do rio Swentana; os saxões nordalbíngios, ainda pagãos, foram dispersados pelo imperador, e parte de sua terra em Holstein, ao norte do Elba, foi concedida aos obotritas em 804 como recompensa por sua vitória. Esta situação, no entanto, foi revertida com a invasão dos danos.

O Geógrafo Bávaro, um documento anônimo medieval compilado em Ratisbona em 830, contém uma lista das tribos do centro da Europa do Leste, a leste do Elba. A lista inclui os Nortabtrezi (obotritas) - com 53 civitates. Adão de Bremen se referiu a eles como Reregi, devido ao seu lucrativo centro comercial de Reric. Juntamente com outros grupos eslávicos, frequentemente eram descritos pelas fontes germânicas como Vênedos.

As principais tribos da confederação obotrita eram:[1]

Em 1170, reconheceram a soberania do Sacro Império Romano-Germânico. A partir daí a região passou por uma rápida germanização. Contudo, no final do século XV, a maioria dos aldeões na região obotrita ainda permanecia falando dialetos eslavos (língua polábia). Mas em pouco tempo, a língua mudou para o alemão.

O poeta alemão Johann Heinrich Voss (1751 - 1826), nascido em Mecklemburgo-Strelitz (um distrito do atual Estado de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental), gostava de se identificar como um obotrita para enfatizar sua herança eslava. Os obotritas eram suficientemente afastados e obscuros para apelar pelas nascentes identificações étnicas do romantismo.

Referências

  1. Herrmann, 7
Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Geographus Bavarus

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Herrmann, Joachim. Die Slawen in Deutschland. Berlim: Akademie-Verlag GmbH, 1970. (em alemão)
  • Turasiewicz, A., Dzieje polityczne Obodrzyców od IX wieku do utraty niepodległości w latach 1160 - 1164, Varsóvia 2004, ISBN 83-88508-65-2 (em polonês)
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.