Orazio Gentileschi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tocadora de Alaúde (1626) - Óleo sobre tela, National Gallery of Art.

Orazio Lomi, conhecido também como Gentileschi; (Pisa; 1563Londres; 1639); foi um pintor caravagista italiano. Ele foi o pai da pintora Artemisia Gentileschi.

Biografia[editar | editar código-fonte]

No final dos anos de 1570-1580, Gentileschi foi transferido para Roma, onde ficou associado com o pintor de paisagens, Agostino Tassi, executando os valores para os fundos das paisagens criadas pelo artista, no Palazzo Pallavicini Rospigliosi e no grande salão do Palácio do Quirinal. Ele Trabalhou também nas igrejas de Santa Maria Maggiore, São Nicolau em Cárcere, Santa Maria della Pace e na Basílica de São João de Latrão.[1]

Seu estilo era bastante convencional, porém seus trabalhos foram apreciados por seu classicismo pela aristocracia inglesa. Sua juventude tenebrista deriva de Caravaggio[2] , mas evita o naturalismo excessivo do mesmo; usa luzes contrastantes, mas se deleita em tecidos luxuosos e materiais, e não defeitos físicos.

Entre suas obras mais conhecidas incluem: Tocadora de Alaúde (National Gallery of Art, em Washington), Moisés Salvo das Águas do Nilo e São Francisco e O Anjo (ambas no Museu do Prado), Ló e Suas Filhas (com versões diferentes no Museu de Belas Artes de Bilbao e no Museu Thyssen-Bornemisza) e José e a Esposa de Potifar (Hampton Court, Royal Collection, Reino Unido). [3]

Referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Orazio Gentileschi
  1. Wikilingue: Biography of Orazio Gentileschi
  2. National Gallery of Art
  3. Painters of Orazio Lomi