Piancó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Piancó
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 8 de novembro
Fundação 8 de novembro de 1748 (266 anos)
Gentílico piancoense
Prefeito(a) Francisco Sales de Lima Lacerda (DEM)
(2013–2016)
Localização
Localização de Piancó
Localização de Piancó na Paraíba
Piancó está localizado em: Brasil
Piancó
Localização de Piancó no Brasil
07° 11' 52" S 37° 55' 44" O07° 11' 52" S 37° 55' 44" O
Unidade federativa  Paraíba
Mesorregião Sertão Paraibano IBGE/2008 [1]
Microrregião Piancó IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Vale do Piancó
Municípios limítrofes Aguiar, Coremas, Emas, Igaracy, Itaporanga, Olho d'Água e Santana dos Garrotes.
Distância até a capital 395 km
Características geográficas
Área 564,730 km² [2]
População 15 465 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 27,38 hab./km²
Altitude 264 m
Clima semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,634 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 65 377,690 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 4 005,74 IBGE/2008[5]
Página oficial

Piancó é um município brasileiro do estado da Paraíba, localizado na microrregião de Piancó. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2014 sua população era estimada em 15.929 habitantes e sua área territorial é de 564 km². Sendo umas das cidades mais antigas do estado da Paraíba, com 266 anos de emancipação política, Piancó destaca-se por ser o marco da Coluna Prestes e o lugar onde tombou o corpo do maior bandeirante/sertanista de todos os tempos; Domingos Jorge Velho, o paulista que desafiou os limites dos perigosos e selvagens sertões sul-americanos muito antes de haver as marchas para o oeste em qualquer uma das Américas.

Piancó é, também, o município sede da 7ª gerência Regional de saúde do estado da Paraíba.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1800, precisamente no dia 18 de setembro, Francisco Dias Gomes, senhor da casa da Torre e proprietário a mais de três décadas de uma fazenda de gado existente na referida localidade, denominada Pinho Sol, cedeu boa parte dessas terras para formar o patrimônio da segunda igreja, dedicada a Santo Agostinho, erguida às margens do Rio Piancó, com uma arquitetura invejável, mantida até os dias atuais. Representou o doador durante o ato jurídico de transferência de bens, o Mestre de Campo Pedro Alves Cabral (filho do fundador da povoação Francisco de Paulo) e como curador e administrador da beneficiária o Sargento-Mor Manuel da Silva Passos. Esse acontecimento é tido como o marco oficial da oficialização da fundação de Piancó, motivo pelo qual a data é anualmente lembrada com diversas comemorações.

A emancipação política foi conquistada em 11 de novembro de 1871, recebendo a denominação de Vila Constitucional de Santo Antonio de Piancó. Sua instalação oficial se deu no dia 2 de maio de 1832. Já a Comarca foi criada pela lei provincial 250, de 9 de outubro de 1884, suprimida por decreto de 17 de abril de 1890 e restaurada pela lei nº 8, de 15 de dezembro de 1892. O retrocesso voltou a ser registrado pôr pouco tempo, no ano de 1916, quando nova supressão veio a ocorrer por iniciativa do Padre Otaviano, chefe de política dominante, em represália ao Juiz de Direito da época, que acabou removido, trazendo em conseqüência a normalização do trabalho forense.

Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Centro
  • Campo
  • Campo Novo
  • Ouro Branco
  • São Vicente
  • Mutirão
  • Piancozinho
  • Caixa d'água
  • Belo Horizonte
  • Socorro Brasilino
  • Santo Antônio

Saúde[editar | editar código-fonte]

Piancó é destaque em saúde, com a melhor estrutura do vale do Piancó, oferecendo serviços que atende toda a região.

  • Consórcio Intermunicipal de Saúde
  • Hospital Regional Wenceslau Lopes (Com oito leitos de UTI)
  • Hospital Infantil de Piancó
  • UPA 24hs - Unidade de Pronto Atendimento
  • CAPS AD
  • CAPS TM
  • SAMU 192 - Central de Regulação (Atendendo 23 municípios)

Rádio[editar | editar código-fonte]

Piancó dispõe de duas emissoras de rádio

Radio Cidade, FM 95,5 
Radio Nativa, FM 87,9

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005[6] . Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Padre Aristides e a Coluna Prestes

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  6. Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios da Paraíba é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.