Quinta-feira Santa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Quinta-Feira Santa)
Ir para: navegação, pesquisa
Procissão do Ecce homo na Quinta-feira Santa em Braga, Portugal.

Quinta-feira Santa, Quinta-feira de Endoenças ou Grande e Sagrada Quinta-feira é a quinta-feira que antecede a celebração da morte e ressurreição de Jesus. É o quinto dia da Semana Santa no cristianismo ocidental e o sexto no cristianismo oriental (que conta também o Sábado de Lázaro, anterior ao Domingo de Ramos). É neste dia que se comemora o lava-pés e a Última Ceia de Jesus com seus apóstolos segundo o relato dos evangelhos canônicos[1] [2] .

A data ocorre sempre entre 19 de março e 22 de abril, mas os dias variam dependendo do calendário litúrgico utilizado, o gregoriano ou o juliano. As igrejas orientais geralmente usam este último e por isso celebram esta festa em datas que correspondem ao período entre 1 de abril e 5 de maio no calendário gregoriano utilizado no ocidente. A liturgia utilizada na noite da Quinta-feira Santa encerra a Quaresma e dá início ao chamado Tríduo Pascal, o período que comemora a paixão, morte e ressurreição de Cristo e inclui ainda a Sexta-feira Santa, o Sábado de Aleluia e termina no Domingo de Páscoa[1] [3] . A missa neste dia é geralmente celebrada no final da tarde, o início da sexta de acordo com a tradição judaica, e relembra o fato de Última Ceia ter sido uma refeição da Páscoa judaica ("Sêder")[4]

Serviços litúrgicos[editar | editar código-fonte]

Cristianismo ocidental[editar | editar código-fonte]

A Quinta-feira Santa é notável por ser o dia no qual a Missa do Crisma (ou "Missa da Unidade") é celebrada em todas as dioceses da Igreja Católica Romana. Geralmente celebrada na catedral da diocese, nesta missa o santos óleos são abençoados pelo bispo para serem utilizados na crisma, na unção dos enfermos e como óleo dos catecúmenos. O primeiro e o último serão utilizados no Sábado de Aleluia, durante a Vigília Pascal, para batizar e confirmar os que entram para a igreja.

A cerimônia do lava-pés é um componente tradicional da celebração em muitas igrejas cristãs, incluindo a Armênia[5] , a Etíope, Católicas Orientais, grupos batistas[6] , Menonitas e a Igreja Católica Romana. Além disso, o rito está se tornando cada vez mais popular na liturgia da Quinta-feira Santa (em inglês: Maundy Thursday) na Igreja Anglicana, Episcopal[7] , Luterana, Metodista e Presbiteriana[8] além de várias outras denominações protestantes. Nas igrejas católicas e anglicanas, a Missa da Ceia do Senhor começa de forma tradicional, mas o Glória é acompanhado pelo soar de sinos, que permanecerão em silêncio até a Vigília Pascal[9] . Depois da homilia, realiza-se então o lava-pés onde a cerimônia é realizada. Na missa católica, o Santíssimo Sacramento permanece exposto até que o serviço se conclua com uma procissão para levá-lo até o local onde ele será depositado. O altar-mor e todos os demais são limpos de toda decoração, com exceção do Altar de Reposição[10] . Até 1969, o missal romano previa este rito sendo realizado de forma cerimonial acompanhado do canto dos salmos 21 e 22[11] [12] , uma prática que ainda permanece em muitas igrejas anglicanas. Em outras denominações cristãs, como as luteranas e metodistas, a limpeza do altar e do presbitério ocorre como preparativo para a solene e mais sombria missa da Sexta-feira Santa[13] .

Cristianismo oriental[editar | editar código-fonte]

Na Igreja Ortodoxa e nas Igrejas Católicas Orientais de rito bizantino, o dia é conhecido como "Grande e Sagrada Quinta-feira" ou "Grande Quinta-feira"[14] [15] [16] . Na Igreja Ortodoxa, as cores litúrgicas são mais brilhantes, comumente brancas. É apenas neste dia que se relaxa o jejum da Semana Santa para se permitir o consumo de vinho e azeite.

A leitura da manhã é o primeiro evangelho da paixão (João 13:31 até João 18:1), conhecido como "Evangelho do Testamento", e muitos dos hinos normais da liturgia são substituídos. É normal a realização da cerimônia do lava-pés em catedrais e mosteiros. Quando há necessidade de consagrar mais óleo para crisma, a cerimônia é realizada pelos patriarcas e outros líderes das diversas igrejas autocéfalas. À noite, depois da liturgia, todas as decorações e vestes são trocadas por outras de cor negra ou escura, um sinal do início da paixão.

A partir da Grande e Sagrada Quinta-feira, os serviços em memória dos mortos estão proibidos até o dia seguinte ao Domingo de Tomé.

Feriados[editar | editar código-fonte]

A Quinta-feira Santa é um feriado nacional na Colômbia, Costa Rica, Dinamarca, Islândia, México, Noruega, Paraguai, Filipinas, Espanha (com exceção das regiões da Catalunha e Valência) e Venezuela[17] .

Quinta-Feira Santa
Ano Data
2007 5 de abril
2008 20 de março
2009 9 de abril
2010 1 de abril
2011 21 de abril
2012 5 de abril
2013 28 de março
2014 17 de abril
2015 2 de abril
2016 24 de março

Visita a sete igrejas[editar | editar código-fonte]

A tradição de visitar sete igrejas na Quinta-feira Santa é uma prática antiga originada provavelmente em Roma. Em diversos países da América Latina, a visita às sete igrejas geralmente ocorre à noite.

Referências

  1. a b Gail Ramshaw. Three Day Feast: Maundy Thursday, Good Friday, and Easter. [S.l.]: Augsburg Books, 2004. Página visitada em 2009-04-11.
  2. Leonard Stuart. New century reference library of the world's most important knowledge: complete, thorough, practical, Volume 3. [S.l.]: Syndicate Pub. Co., 1909. Página visitada em 2009-04-11.
  3. Peter C. Bower. The Companion to the Book of Common Worship. [S.l.]: Geneva Press. Página visitada em 2009-04-11.
  4. Gwyneth Windsor, John Hughes. Worship and Festivals. [S.l.]: Heinemann, Nov 21, 1990. Página visitada em 2009-04-11.
  5. Maundy Thursday The Armenian Church. Visitado em 2013-08-13.
  6. Churches of the Brethren Brethren.org (2013-08-08). Visitado em 2013-08-13.
  7. Episcopal and the African Methodist Episcopal Church Book of Occasional Services, p. 93 (1994)
  8. What is Maundy Thursday? United Methodist Church. Visitado em 2007-03-21.
  9. Maundy Thursday Catholic Culture. Visitado em 2007-03-21.
  10. Liturgia da Quinta-feira Santa (em português).
  11. Missale Romanum 1962, p. 161
  12. Wikisource-logo.svg 1913 Catholic Encyclopedia (em inglês)., uma publicação agora em domínio público.
  13. Maundy Thursday: Stripping the Altar. [S.l.]: Lutheran Church, 1979. ISBN 978-0-8066-1676-6 Página visitada em 2007-03-21.
  14. Great and Holy Thursday Greek Orthodox Archdiocese of America. Visitado em 2009-04-05.
  15. Great Lent: Theology, Homilies, Services, Resources St Nicholas Russian Orthodox Church, McKinney (Dallas area) Texas. Visitado em 2009-04-12.
  16. The Historical Development of Holy Week Services In the Orthodox/Byzantine Rite Antiochan Orthodox Christian Archdiocese of North America. Visitado em 2009-04-12.
  17. Planning your trip_www.visitdenmark.com VisitDenmark. Visitado em 2013-08-13.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Quinta-feira Santa