Ranger 9

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde dezembro de 2012). Ajude e colabore com a tradução.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde novembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
A sonda Ranger 9.

A Ranger 9, foi a nona e última sonda do Programa Ranger. Lançada em 21 de março de 1965, seu objetivo era transmitir fotos da superfície da Lua antes do impacto.[1] Esta sonda levava seis câmeras de TV do tipo VIDCON, duas grande angulares, e mais quatro outras.

A Ranger 9 foi lançada por um veículo lançador composto por um Atlas 204D e um Agena B 6007 numa órbita de espera a 185 km de altitude e, em seguida, numa trajetória de injeção translunar.

A Ranger 9 atingiu a Lua em 24 de março de 1965 e, durante os últimos 19 minutos de voo, 5.814 fotos de excelente qualidade foram transmitidas.

Referências

  1. Millions watch space probe crash into Moon (em inglês) British Broadcasting Corporation. Página visitada em 6 de novembro de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre exploração espacial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.