Chandrayaan-1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Current event marker.png
Este artigo ou seção contém material sobre uma missão espacial atual.
As informações podem mudar durante o progresso da missão.
CELstart-rocket.png
Chandrayaan-1
Operação ÍndiaISRO
Destino Lua
Tipo de missão Orbitador
Lançamento 22 de Outubro de 2008
Local do Lançamento ÍndiaSriharikota, Índia
Veículo de Lançamento Polar Satellite Launch Vehicle PSLV-XL
Duração da missão 2 anos
Fim da missão 2010
Massa 523 kg


Chandrayaan-1 (Sânscrito: चंद्रयान-1, lit: Nave Lunar) é uma missão espacial lunar não-tripulada organizada pela Agência Espacial Indiana. A espaçonave foi lançada em direção à órbita da Lua em 22 de outubro de 2008, do Centro Espacial de Satish Dhawan, no interior da Índia.

A sonda tem uma massa total de 1308 quilos, incluindo um equipamento de controle remoto de alta definição, em freqüências normais, infravermelho e de raios-X. Sua missão consiste em passar dois anos em órbita da Lua fazendo um mapeamento da superfície do satélite, para produzir um mapa completo de suas características químicas e de topografia em 3D. As regiões polares são de interesse especial, já que se acredita que elas possam conter algum tipo de gelo.

A Chandrayaan-1 foi lançada com sucesso a 22 de outubro, às 06h 22min do horário indiano (00h 52min UTC) e, após atingir a órbita de transferência lunar, levará cinco dias e meio em seu caminho até o satélite. O custo da missão é estimado em US$ 80 milhões e seu diretor é o cientista Mylswamy Annadurai.

A missão da Chandrayaan inclui cinco experimentos da agência espacial do país e mais seis cargas de outras agências espaciais internacionais, como a NASA, ESA e agência espacial búlgara, que estão sendo transportadas sem custo para estas agências.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre exploração espacial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.