Opportunity (sonda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Current event marker.png
Este artigo ou seção contém material sobre uma missão espacial atual.
As informações podem mudar durante o progresso da missão.
CELstart-rocket.png
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes.

Opportunity
NASA Mars Rover.jpg
Contratantes principais Estados UnidosNASA
Tipo de missão Rover
Lançamento 7 de julho de 2003 às 03:18UTC
Local do Lançamento Cabo Canaveral,  Estados Unidos
Veículo de Lançamento Delta II 7925
Duração da missão 7 de julho de 2003 (11 anos)
Designação COSPAR 2003-032A
Site Mars Exploration Rover Home Page
Massa 185 kg

O MER-B (Opportunity) é o segundo dos dois veículos exploradores geológicos da NASA, que aterrissaram em Marte em 2004. Lançado em 7 de julho de 2003, o Opportunity aterrissou em Marte em 25 de janeiro de 2004 no Meridiani Planum por volta de 05:05 (horário da Terra) e 13:15 (horário de Marte), três semanas depois da sonda Spirit (MER-A), que também da parte da missão da NASA Veículos Exploradores de Marte, tocasse a superfície do outro lado do planeta.[1] Enquanto o Spirit ficou imóvel em 2009 e encerrou suas comunicações em 2010, o Opportunity permanece ativo há mais de 10 anos, ultrapassando o objetivo planejado de duração da missão que era de 90 dias marcianos.[2] . O Opportunity continua em movimento, coletando informações científicas e as enviando à Terra.

Os destaques da missão incluem o estudo de meteoritos, como Heat Shield Rock, encontrado em Meridiani Planum e os dois anos que permaneceu estudando a Cratera Victoria. Após passar por algumas tempestades de poeira chegou à Createra Endeavour em 2011.[3]

O Jet Propulsion Laboratory (JPL), uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia em Pasadena na Califórnia gerencia o projeto Veículos Exploradores de Marte para o Diretório de Missões Científicas da NASA em Washington, D.C..

Objetivos[editar | editar código-fonte]

Objetivos científicos da missão:[4]

  • Pesquisar e caracterizar uma variedade de rochas e solos que possuam pistas da atividade de água no passado. Em particular, as amostras procuradas incluem aquelas tenham minerais depositados por processos relacionados com a água, tais como precipitação, evaporação, cimentação sedimentar ou atividade hidrotermal
  • Determinar a distribuição e composição dos minerais, rochas e solo próximos ao local da aterrissagem.
  • Determinar quais processos geológicos moldaram o terreno local e influenciou a química. Tais processos podem incluir água ou erosão eólica, sedimentação, mecanismos hidrotermais, vulcanismo e formação de crateras.
  • Realizar a calibração e validação das observações da superfície feitas pelos instrumentos da Mars Reconnaissance Orbiter, que ajudarão a determinar a precisão e efetividade de vários instrumentos de levantamento da geologia marciana a partir da órbita.
  • Buscar minerais que contenham ferro, identificar e quantificar as quantidades relativas de tipos específicos de minerais que contenham água ou foram formados a partir dela.
  • Caracterizar a mineralogia e textura das rochas e solo e determinar os processos que os criaram.
  • Buscar por pistas geológicas às condições ambientais que existiam quando ainda existia água líquida.
  • Avaliar se o ambiente era propício à vida.

Os nomes das Sondas[editar | editar código-fonte]

A NASA lançou a campanha "Name the Rovers" (Dê nome aos veículos exploradores), em parceria com a tradicional indústria de brinquedos LEGO, fabricante da linha LEGO Technic, cujas peças são utilizadas na construção de modelos robóticos.

A LEGO conduziu o processo de seleção em conjunto com a The Planetary Society em uma competição literária estudantil. Nela, os estudantes deveriam escolher o nome dos veículos, apenas tendo o conhecimento de que eram provisoriamente denominados de MER-A e MER-B.

As sondas foram nomeadas de Spirit e Opportunity pela vencedora da competição, a estudante Sofi Collis, uma órfã de nove anos de idade, de origem russa, matriculada numa escola do Arizona.

Abaixo o texto literário escrito pela vencedora:

Imagem da sonda Spirit

"I used to live in an Orphanage.

It was dark and cold and lonely.

At night, I looked up at the sparkly sky and felt better.

I dreamed I could fly there.

In America, I can make all my dreams come true...

Thank-you for the "Spirit" and the "Opportunity"."

Cuja tradução para português é:

"Eu morava num orfanato.

Escuro, frio e solitário.

À noite, olhava para o céu cintilante e sentia-me melhor.

Sonhava que podia voar naquele céu.

Na América todos os meus sonhos se podem tornar realidade...

Obrigado pelo "Espírito" e pela "Oportunidade"."

O primeiro panorama[editar | editar código-fonte]

Merbfirst.jpg

Este panorama de 360 graus é o primeiro enviado à Terra pela Opportunity logo após aterrissar no Meridiani Planum, em Marte. A imagem foi capturada por uma câmera de navegação da sonda.

Trajetória[editar | editar código-fonte]

Trajetória da Opportunity

A equipe de geólogos e cientistas que acompanharam o dia-a-dia do veículo explorador Opportunity costumava escolher nomes, para os pontos do relevo de Marte que fossem de vulto, a fim de adotar alguns pontos de referência. Até o momento, doze localidades foram nomeadas e estão abaixo listadas:

  • Cratera Eagle - É uma pequena cratera onde o aterrissador do Opportunity pousou, em 25 de janeiro de 2004 (05:05 UTC). Destaca-se pelo afloramento rochoso ali existente que foi o primeiro a ser estudado pelo veículo.
  • Canal Anatolia - É o nome de uma região plana logo após a saída da cratera Eagle, onde um rasgo no solo tem forma semelhante à de um canal.
  • Cratera Fram - É o nome de uma pequena cratera, rente à superfície, cujo interior coberto de terra foi observado pelo Opportunity. Destacam-se as pedras que foram arrancadas pelo impacto do meteorito que criou a pequena cratera.
  • Cratera Endurance - Foi a segunda cratera a ser visitada pelo veículo explorador geológico Opportunity. Trata-se de uma grande cratera que consumiu muito tempo para ser explorada. O Opportunity gastou cerca de 181 sóis no seu interior.
  • Heat Shied - Trata-se do local da queda do escudo mecânico-térmico protetor do aterrissador. Apesar de ser uma área plana, destacou-se por conter esses destroços, além de um meteorito. Foram gastos 25 sóis analisando o escudo e o meteorito.
  • Cratera Argo - É o nome de uma pequena cratera sobre o solo arenoso onde o Opportunity passou.
  • Cratera Alvin
  • Cratera Jasin
  • Cratera Vostok
  • Cratera James Caird - Assim nomeada em homenagem a James Caird
  • Cratera Viking
  • Cratera Voyager
  • Cratera Erebus - É o nome de uma cratera aparentemente rasa. Assemelha-se a uma grande área circular, onde a camada de areia falha ao cobrir o solo rochoso.

Segundo a NASA, em julho de 2014, o Opportunity tornou-se o veículo com rodas a percorrer a maior distância fora da superfície terrestre, totalizando 40 km desde sua chegada em 2005 a Marte, superando a sonda soviética Lunokhod 2 com 39 km percorridos.[5] [nota 1]

Aniversário[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2009 a NASA celebrou o 5º aniversário da missão, que tinha prazo de duração de apenas três meses. Ao longo deste período foram enviadas pelos robôs mais de 250.000 imagens do planeta.

Referências

  1. Durable NASA Rover Beginning Ninth Year of Mars Work (em inglês). Visitado em 26 de janeiro de 2014.
  2. Há dez anos em Marte, jipe Opportunity descobre lama no planeta 26 de janeiro de 2014.
  3. Opportunity on verge of new discovery (em inglês). Visitado em 26 de janeiro de 2014.
  4. Objectives (em inglês). Visitado em 26 de janeiro de 2014.
  5. Robô da Nasa bate recorde extraterrestre de distância (29 de julho de 2014).

Notas

  1. Embora segundo outras fontes a sonda Lunokhod 2 ainda permaneça como recordista com 42 km percorridos Space rovers in record race (em inglês). Visitado em 29 de julho de 2014.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Opportunity (sonda)
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.