Galileu (sonda espacial)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde setembro de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Galileu (sonda espacial)
Galileo encounter with Io.gif
Operação Estados UnidosNASA
Tipo de missão Orbitador, sobrevoo
Lançamento 18 de Outubro de 1989
Local do Lançamento Estados UnidosEstação da Força Aérea de Cabo Canaveral, Flórida, Estados Unidos
Veículo de Lançamento Atlantis
Duração da missão 14 anos no espaço e 8 anos orbitando ao redor de Júpiter
Fim da missão 21 de Setembro de 2003
Designação COSPAR 1989-084B
Massa 2.380 kg

Galileu foi uma nave espacial norte-americana não tripulada, lançada pela NASA e gerenciada pelo Jet Propulsion Laboratory – JPL, com a finalidade de estudar o planeta Júpiter e as suas luas.

Foi lançada em 18 de Outubro de 1989 pelo ônibus espacial Atlantis, na missão STS-34. A sonda chegou a Júpiter no dia 7 de Dezembro de 1995 após uma viagem de seis anos pelo espaço, sendo que a sonda passou por Vênus para pegar aceleração com sua gravidade.

O nome da missão em inglês é Galileo e foi dado em homenagem ao renomado astrônomo do Renascimento Galileu Galilei.

A sonda Galileo, em agosto de 1989, em preparação.
A sonda Galileo já no espaço, em agosto de 1989.

A missão Galileu consistia em duas naves espaciais. O orbitador e uma sonda. O orbitador tornou-se o primeiro satélite artificial de Júpiter e lançou a primeira sonda na atmosfera deste planeta. Sobrevoou pela primeira vez um asteróide e descobriu o primeiro satélite de um asteróide.

Em 21 de Setembro de 2003, depois de 14 anos no espaço e 8 anos orbitando ao redor de Júpiter, a missão Galileu se encerrou quando o orbitador foi enviado contra a densa atmosfera de Júpiter a 50 quilômetros por segundo, para garantir que nenhuma lua local pudesse ser contaminada com algum microrganismo da Terra.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.