Rebels

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rebels
RBD - Rebels.jpg
Álbum de estúdio de RBD
Lançamento 19 de Dezembro de 2006
Gravação 2006
Gênero(s) Pop, Pop latino, R&B, Pop rock, Dance Pop[1]
Duração 50:30
Gravadora(s) EMI Music
Virgin Records
Produção Pedro Damián, Luis Luisillo Miguel
Cronologia de RBD
Último
Último
Celestial
(2006)
Empezar Desde Cero
(2007)
Próximo
Próximo
Singles de Rebels
  1. "Tu Amor"
    Lançamento: 22 de Setembro de 2006
  2. "Wanna Play Somente nos E.U.A"
    Lançamento: 17 de Dezembro de 2006
  3. "Money, Money Somente na Espanha"
    Lançamento: 19 de Dezembro de 2006

Rebels[nota 1] é o nome do primeiro álbum de estúdio gravado em inglês, e o quarto em geral, do extinto grupo musical mexicano RBD, lançado em 19 de dezembro de 2006 pelas editoras discográfica EMI Music e Virgin Records

O álbum contém quatorze (14) canções em sua edição padrão, sendo seis delas regravações de músicas anteriores, como "Solo quédate en silencio" e "Nuestro amor", por exemplo. No Japão, o álbum foi lançado sob o título "We are RBD", com duas faixas bônus - "Gone" e ""Let the Music Play". Este álbum, que teve apenas um único single promocional, não foi bem recebido pelos críticos em sua maioria, que criticaram os vocais em inglês do grupo, afirmando que o grupo "soa melhor em espanhol".[2]

Apesar da pouca divulgação do projeto, e das críticas negativas recebidas, o álbum chegou à posição quarenta na Billboard Hot 200, sendo o segundo álbum do grupo com o melhor desempenho neste chart.[3] Na Espanha e no México o álbum foi certificado com Disco de Ouro, pelas mais de 20 mil cópias vendidas em ambos os países.[4] Nos Estados Unidos, em sua semana de estreia, o disco vendeu cerca de noventa e quatro mil cópias, debutando na posição de número #40 na Billboard 200, a parada musical de álbuns mais importante do país.[5]

Antecedentes e lançamento[editar | editar código-fonte]

Após o lançamento de três discos em espanhol, três em português e alguns alguns ao vivo, o RBD deu início às gravações do primeiro álbum em inglês da carreira da banda, logo após o término da RBD Tour Brasil 2006. Em entrevista, Christian Chávez afirmou que o álbum seria lançado no final de 2007 ou no começo de 2008 e conteria canções com a participação do grupo Black Eyed Peas, além da produção de canções que fariam sucesso na Ásia e Europa, afirmando que "fariam três novas faixas, para que estas funcionassem na Ásia, Europa e onde quer que fossem, mas o resto continuaria a ser a essência do RBD".[6] [7] O disco anterior, Celestial, contém um amostrador de aproximadamente dois minutos de canções do Rebels, para divulgar e promover o álbum.

A promoção do disco se deu de várias maneiras: em programas de tv, em rádio e através do lançamento do único single oficial do disco, Tu amor. Paradoxalmente, a canção tem o seu título em espanhol, apesar de ser toda cantada em inglês, já que o grupo "não deseja se desvincular de suas raízes espanholas". A canção, lançada em novembro de 2006, é, segundo Christian Chávez, "uma música tão doce, pop puro, com uma mistura latina". Esta foi a segunda canção do RBD a figurar na Billboard hot 100, a principal parada musical de singles dos Estados Unidos.[8] [9]

O álbum foi originalmente publicado em 19 de dezembro de 2006 no México, Estados Unidos e Brasil. Posteriormente, em 2007, o disco foi publicado na França e Espanha, onde foi lançado em sua versão deluxe, a qual continha além do disco na versão standart um DVD, que chegou a receber a certificação de Disco de Ouro, pelas mais de 30 mil cópias comercializadas no país. No Japão, o disco recebeu o título de We are RBD.[10]

Apresentações ao vivo[editar | editar código-fonte]

O RBD chegou a apresentar ao vivo diversas músicas do Rebels em programas de rádio e tv, dos quais a banda participou em 2006 e 2007. Na edição de 2006 do Walmart Soundcheck, programa patrocinado pela rede de lojas Walmart para divulgar um lançamento discográfico, o grupo cantou pela primeira vez a faixa "Tu amor", único single oficial do álbum. Na ocasião, o grupo promocionava o disco Rebelde e Nuestro amor, à época recentemente publicados nos Estados Unidos.[11] No ano seguinte, em 2007, o grupo foram convidados pelo empresário Donald Trump para que fizesse uma apresentação Miss Universo, realizado no México aquele ano. No evento, realizado em 28 de maio, o grupo apresentou um medley das canções "Wanna play", "Cariño mio" e "Money, money".[12] [13]

Ainda em 2007, o grupo participou pela segunda vez do Walmart Soundcheck. Nessa ocasião, foram executadas as faixas "Cariño mio" e "Money, money", desta vez para divulgar os discos Celestial e o próprio Rebels.[11]

Opinião da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 2.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svg[2]
Amazon.com (mista)[14]

"Rebels" não foi bem recebido pela maioria dos críticos musicais, como alguns dos álbuns anteriores gravados pela banda. A interpretação das canções em inglês pelo grupo foi o elemento mais criticado do álbum. Denise Sheppar, editora do portal Amazon.com, destacou em sua resenha crítica o fato de alguns integrantes do RBD "serem atores talvez mais talentosos do que cantores" e que "felizmente" as canções são compostas por profissionais especializados.[14] Desine finaliza seu texto dizendo que "Cariño mio" e "Wanna play" são as canções de destaque do álbum e que seus fãs os amam independente do idioma.[14]

Atribuindo duas estrelas e meia a produção em inglês do grupo, Jason Birchmeier, do portal Allmusic Guide, inicia sua resenha dizendo que "era inevitável (que o RBD gravasse um álbum em língua inglesa)". Em seguida, Jason afirma que a música "Tu amor", lançada como single do disco e escrita e produzida por Diane Warren, é "elementar em sua simplicidade" e que seu intérprete (Christian Chávez) "é o mais fluente do grupo". O redator afirmou também, assim como Denise do Amazon.com, que as canções "Wanna play" e "Cariño mio" são destaques do CD. Porém, no desenvolvimento de seu texto, Birchmeier não se mostra satisfeito com o disco, afirmando que "[...] o restante das 11 faixas é levemente decepcionante" e que as respectivas canções lançadas em inglês perdem a qualidade "não só em termos de letras, mas também em desempenho".[2] O autor encerra seu texto afirmando que "é melhor o RBD ficar com seu idioma materno" e que "às vezes as músicas são mais agradáveis ​​quando você não entende as letras.", referenciando o fato de a pronúncia em inglês do grupo não ser "satisfatória".[2]

Faixas[editar | editar código-fonte]

O álbum "Rebels" contém quatorze faixas em sua edição padrão, dezesseis na edição japonesa (We are RBD). As canções do disco em sua maioria são em inglês, ou bilíngues: em espanhol e inglês, à exceção da canção "Money, Money" que é inteiramente em espanhol.

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Tu Amor"   Diane Warren 4:38
2. "Wanna Play"   Andrea Martin, RedOne, Bilal Hajji 3:41
3. "My Philosophy"   Carlos Lara 4:05
4. "Connected"   Amy Powers, Guy Roche 3:16
5. "I Wanna Be The Rain"   Diane Warren 4:07
6. "Cariño Mio"   Andrea Martin, RedOne, Bilal Hajji 3:12
7. "Era La Música"   Alisha Brooks, Evan V. McCulloch, Nick Nastasi, Ryan William Stokes 3:31
8. "Keep It Down Low"   Mauricio Arriaga 3:36
9. "Happy Worst Day"   Mats Hedström, Jade Ell 3:02
10. "This Is Love"   Memo Méndez Guiú, Emil "Billy" Méndez) 3:39
11. "Save Me"   Max DiCarlo, Carlos Lara, Pedro Damián 3:57
12. "Money, Money"   Anthony Calo, Gabriel Cruz, Aarón Peña, Francisco Saldaña 3:21
13. "Tu Amor - Navidad mix"   Diane Warren 4:36
14. "Celestial: (Ser o parecer/Dame/Bésame sin miedo)"     2:00
N.º Título Duração
1. "トゥ・アモール~僕の恋人~/Tu Amor"   4:38
2. "ワナ・プレー/Wanna Play"   3:41
3. "マイ・フィロソフィー/My Philosophy"   4:05
4. "コネクテッド/Connected"   3:16
5. "アイ・ワナ・ビー・ザ・レイン/I Wanna Be The Rain"   4:07
6. "カリーニョ・ミオ/Cariño Mio"   3:12
7. "エラ・ラ・ムジカ/Era La Música"   3:31
8. "キープ・イット・ダウン・ロウ/Keep It Down Low"   3:36
9. "ハッピー・ワースト・デー/Happy Worst Day"   3:02
10. "ディス・イズ・ラヴ/This Is Love"   3:39
11. "セイヴ・ミー/Save Me"   3:57
12. "レット・ザ・ミュージック・プレー/Let The Music Play [Bonus Track]"   4:58
13. "ゴーン/Gone [Bous Track]"   3:15
14. "マネー・マネー [スペイン語ボーナス・トラック]/ Money Money [Spanish Bonus Track]"   3:21
15. "トゥ・アモール~僕の恋人[Navidad Mix]/Tu Amor [Navidad Mix]"   4:36
16. "セレスティアル [スペイン語ニュー・アルバムより4曲サンプラー] [Celestial: Ser O Parecer/Dáme/Bésame Sin Miedo"   2:00

Singles[editar | editar código-fonte]

Créditos de elaboração[editar | editar código-fonte]

Listam-se abaixo os profissionais envolvidos na elaboração do álbum "Rebels", de acordo com uma adaptação do portal Allmusc Guide.[15]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Rebels fez sua estreia na principal parada musical norte-americana de álbuns, a Billboard 200, em 6 de janeiro de 2007. O disco estreou na quadragésima posição, mantendo-se imóvel por nove semanas: o álbum esteve nessa posição durante todas as semanas durante as quais figurou na parada. Esteve foi o álbum com segunda menor repercussão nos charts norte-americano, apesar de ser o segundo álbum mais bem posicionado do grupo na Billboard 200. Na Espanha e no Brasil, Rebels chegou ao topo da parada musical administradas, respectivamente, pela PROMUSICAE e ABPD. Em ambos os países o álbum recebeu a certificação de Disco de Ouro, tendo sido o quadragésimo quinto álbum mais vendido na Espanha naquele ano. No México, país de origem do grupo, este álbum não obteve grande repercussão comercial, tendo conquistado a posição de número setenta e sete como pico, diferentemente dos demais trabalhos do grupo que figuraram em todas as ocasiões entre os cinco mais. Mundialmente, o disco vendeu cerca de quinhentas e sessenta mil cópias.[16]

Notas

  1. Em tradução literal: Rebelde

Referências

  1. RBD - Rebels (em inglés) Allmusic. (19 de Dezembro de 2006). Página visitada em 11 de junho de 2013.
  2. a b c d Rebels - RBD (em inglês) Allmusic Guide. Página visitada em 24 de julho de 2012.
  3. a b RBD Album & Song Chart History - Billboard.com Billboard. Página visitada em 18 de abril de 2012.
  4. RBD - Grupo musical (em espanhol) NFLatino. Página visitada em 24 de julho de 2012.
  5. Nas Scores Third No. 1 Album With 'Hip-Hop Is Dead' (em inglês) Billboard.com. Página visitada em 24 de julho de 2014.
  6. RBD grabará dueto con The Black Eyed Peas (em espanhol) Portal Terra. Página visitada em 24 de julho de 2012.
  7. RBD se lanza a la conquista de los mercados europeo y asiático (em espanhol) Portal Los40 Principales. Página visitada em 15 de novembro de 2012.
  8. El primer sencillo en inglés de RBD lleva título español: 'Tu amor' (em espanhol) Portal Los40 Principales. Página visitada em 15 de novembro de 2012.
  9. Rebels - RBD : Awards (em espanhol) Allmusic Guide. Página visitada em 15 de novembro de 2012.
  10. RBD publicará el 19 de junio una edición de lujo de 'Rebels' (em espanhol) Portal Los40 Principales. Página visitada em 15 de novembro de 2012.
  11. a b RBD at Walmart Soundchek (em inglês) Portal Artists. Página visitada em 15 de novembro de 2012.
  12. RBD To Perform During 2007 Miss Universe (em inglês) Portal Huliq. Página visitada em 15 de novembro de 2012.
  13. New Maite Song & Performance at Miss Universe 2007 (em inglês) Portal Artists. Página visitada em 15 de novembro de 2012.
  14. a b c Amazon: RBD: Rebels (em inglês) Amazon's Store. Página visitada em 10 de agosto de 2012.
  15. Rebels - RBD - Credits (em inglês) Allmusic Guide. Página visitada em 24 de julho de 2012.
  16. Ask Billboard: LaBelle, RBD, Tim McGraw (em inglês) Revista Billboard. Página visitada em 24 de julho de 2012.
  17. RBD - Top 30 CD Sales (em portugês) Hot 100 Brasil. Página visitada em 24 de julho de 2012.
  18. RBD - Rebels Music Charts (em inglês) Spanish Charts. Página visitada em 24 de julho de 2012.
  19. a b Rebels - Music Charts Acharts.com. Página visitada em 18 de julho de 2012.
  20. Top 2007 Albums - AMPROFON (em portugês) AMPROFON. Página visitada em 24 de julho de 2012.
  21. Certificaciones Amprofon.com.mx. Página visitada em 2010-10-13.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]