Ryan Bader

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ryan Bader
Nome de nascimento Ryan Duwayne Bader
Data de nascimento 7 de junho de 1983 (31 anos)
Local de nascimento Estados Unidos Reno, Nevada
Outros nomes Darth
Nacionalidade Estados Unidos estadunidense
Altura 1,88 m
Peso 93 kg
Divisão Meio-Pesado
Envergadura 1,88 cm
Modalidade Wrestling, Boxe
Equipe Xtreme Couture, Power MMA Team
Graduação Wrestler NCAA Divisão I
Cartel no MMA
Total 21
Vitórias 17
Por nocaute 7
Por finalização 3
Por decisão 7
Derrotas 4
Por nocaute 2
Por finalização 2
Outras informações
Universidade Arizona State University
Página Oficial http://www.ryanbader.com/
Ryan Bader no Sherdog

Ryan DuWayne Bader (Reno, 7 de junho de 1983) é um lutador de MMA dos Estados Unidos.

Ele era um membro do The Ultimate Fighter: Team Nogueira vs. Team Mir. Em ​​13 de dezembro de 2008, Bader derrotou Vinny Magalhães para ganhar um contrato com o UFC e o título do TUF 8.

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Bader nasceu em Reno, Nevada. Bader entrou artes marciais mistas, após uma carreira de sucesso no wrestling amador. No ensino médio (Robert McQueen High School), ganhou dois campeonatos estaduais, sendo classificado como alto quarto no país para a luta. Na ASU, Bader foi colegas de faculdade com o campeão dos pesados ​​do UFC Cain Velasquez e CB Dollaway. Enquanto freqüentava a Universidade Estadual do Arizona, Bader foi um tricampeão PAC-10 ganhar títulos em 2003, 2004 e 2006. Ele começou a treinar no Arizona Esportes de Combate no início de 2007.

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Ryan Bader da carreira no UFC começou como um concorrente na 8 ª temporada da The Ultimate Fighter. Bader, o primeiro dos meio-pesados ​​selecionados pelo treinador Antonio Rodrigo Nogueira, passou a ganhar seus primeiros 3 lutas no show de lutar com Vinicius Magalhães em 13 de dezembro de 2008, The Ultimate Fighter 8 Finale. No final, Bader derrotou Magalhães por meio de uma rápida, nocaute no primeiro round, ganhando o título de "The Ultimate Fighter" e ganhou o tradicional "contrato seis dígitos com o UFC".

Próxima luta Ryan Bader estava em UFC Fight Night 18 contra Carmelo Marrero, a quem ele marcou uma clara decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27). Durante a luta, Bader rasgou o seu ligamento colateral medial e ligamento cruzado posterior, que o manteve afastado até o próximo outono. Logo após a luta Marrero, Ryan Bader apareceu ao lado de lutador Efrain Escudero no jogo do UFC vídeo sexto, UFC 2009 Undisputed. Ele e Escudero foram disponibilizados por meio de código especial obtido por pré-encomenda do jogo a partir de Gamestop, em Setembro 10, de 2009, ele e Escudero foram disponibilizados para download na PlayStation Network e Xbox 360 Marketplace.

Bader voltou contra Eric Schafer em 24 de outubro de 2009, no UFC 104. A luta foi dominado principalmente por Bader, que marcou com um ataque poderoso de combinações em pé e controlava a luta, a caminho de uma vitória por decisão unânime (29-26, 30-27). Em seguida foi Keith Jardine, que lutou em 21 de fevereiro de 2010 estréia do UFC na Austrália , UFC 110, Bader marcou um soco forte no Jardine cansado, montou uma joelhada voadora no peito e um gancho de esquerda às 2:10 do terceiro round foi a terceira a perda no UFC consecutivo de Jardine.

Junto com Jesse Forbes, CB Dollaway, Eric Larkin e Aaron Simpson, Bader deixou Arizona Combat Sports para treinar em Lion's Den MMA academia em Scottsdale, Arizona em maio de 2010.

Bader garantiu cinco vitórias seguidas no UFC, à custa de Antonio Rogerio Nogueira em UFC 119, controlando-lhe a maior parte da luta com o seu wrestling e usando seu jab e combinações curtas para parar Nogueira, todos os três juízes marcou a luta 30-27 para Bader. Quatro meses após sua vitória sobre Nogueira, Bader lutou contra Jon Jones em 5 de fevereiro de 2011, no UFC 126, onde recebeu a primeira perda de sua carreira no MMA depois de uma guilhotina modificada no segundo round. Bader perdeu para Tito Ortiz em 02 de julho de 2011 em UFC 132 por uma guilhotina, Ortiz garantiu na sequência perdas de Bader.

Bader enfrentou então Jason Brilz em 19 de novembro de 2011, UFC 139. Ele derrotou Brilz às 1:17 do primeiro round por KO, aterrando um direto de direita atrás ouvido Brilz levando-o a imediatamente cair. Bader enfrentou o ex-campeão meio-pesado Quinton Jackson em 26 de fevereiro de 2012, UFC 144, mas Jackson não bateu o peso. Bader aceitou a luta em catchweight e recebeu 20% dos bolsa de Jackson. Ele venceu a luta por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27) para, sem dúvida, a maior vitória de sua carreira até agora.

Após vencer Quinton Jackson no UFC 144, Bader enfrentou Lyoto Machida, que vinha de derrota para o atual campeão da categoria Jon Jones, no UFC on Fox: Shogun vs. Vera, no dia 4 de agosto de 2012, em Los Angeles, Califórnia. Bader perdeu a luta por nocaute no 2º round após levar um belo soco de direita.[1]

Após sofrer o nocaute brutal, Bader voltou ao octógono para enfrentar Vladimir Matyushenko em 26 de Janeiro de 2013 no UFC on Fox: Johnson vs. Dodson, Bader venceu com um triângulo de braço modificado no primeiro round. A finalização foi a mais rápida da categoria no UFC.

Bader era esperado para enfrentar Glover Teixeira em 25 de Maio de 2013 no UFC 160, porém acabou se lesionando e foi substituído por James Te-Huna.

A luta contra Teixeira foi remarcada para 4 de Setembro de 2013 no UFC Fight Night: Teixeira vs. Bader, em Belo Horizonte. Ele perdeu a luta por nocaute técnico no primeiro round.

Bader enfrentou o australiano Anthony Perosh em 6 de Dezembro de 2013 no UFC Fight Night: Hunt vs. Pezão, na Austrália. Bader venceu por decisão unânime após dominar claramente seu adversário.

Bader enfrentou o brasileiro Rafael Cavalcante em 14 de Junho de 2014 no UFC 174 e venceu por decisão unânime em uma luta morna. Dias após a vitória, foi anunciado que Bader enfrentaria Ovince St. Preux em 16 de Agosto de 2014 no evento principal do UFC Fight Night: Bader vs. St. Preux.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Bader e sua namorada, Daisy, se casaram no final de outubro de 2010. Eles tiveram o primeiro filho Kanon Beau Bader em abril de 2012.

Campeonatos e realizações[editar | editar código-fonte]

Artes Marciais Mistas[editar | editar código-fonte]

Collegiate wrestling[editar | editar código-fonte]


Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Haiti Ovince St. Preux UFC Fight Night: Bader vs. St. Preux 16/08/2014 Estados Unidos Bangor, Maine
Vitória 17-4 Brasil Rafael Cavalcante Decisão (unânime) UFC 174: Johnson vs. Bagautinov 14/06/2014 3 5:00 Canadá Vancouver, British Columbia
Vitória 16-4 Austrália Anthony Perosh Decisão (unânime) UFC Fight Night: Hunt vs. Pezão 06/12/2013 3 5:00 Austrália Brisbane, Queensland
Derrota 15-4 Brasil Glover Teixeira Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: Teixeira vs. Bader 04/09/2013 1 2:55 Brasil Belo Horizonte, Minas Gerais
Vitória 15-3 Bielorrússia Vladimir Matyushenko Finalização (guilhotina) UFC on Fox: Johnson vs. Dodson 26/01/2013 1 0:50 Estados Unidos Chicago, Illinois Finalização da Noite.
Derrota 14-3 Brasil Lyoto Machida Nocaute (socos) UFC on Fox: Shogun vs. Vera 04/08/2012 2 1:32 Estados Unidos Los Angeles, California
Vitória 14–2 Estados Unidos Quinton Jackson Decisão (unânime) UFC 144: Edgar vs Henderson 26/02/2012 3 5:00 Japão Saitama Peso Casado (211 Ibs).
Vitória 13–2 Estados Unidos Jason Brilz Nocaute (soco) UFC 139: Shogun vs Henderson 19/11/2011 1 1:17 Estados Unidos San Jose, California
Derrota 12–2 Estados Unidos Tito Ortiz Finalização (guilhotina) UFC 132: Cruz vs Faber 02/07/2011 1 1:56 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Derrota 12–1 Estados Unidos Jon Jones Finalização (guilhotina) UFC 126: Silva vs. Belfort 05/02/2011 2 4:20 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Pelo desafiante Nº1 ao Cinturão Meio Pesado do UFC.
Vitória 12–0 Brasil Antônio Rogério Nogueira Decisão (unânime) UFC 119: Mir vs. Cro Cop 25/09/2010 3 5:00 Estados Unidos Indianapolis, Indiana
Vitória 11–0 Estados Unidos Keith Jardine Nocaute (soco) UFC 110: Nogueira vs. Velasquez 21/02/2010 3 2:10 Austrália Sydney
Vitória 10–0 Estados Unidos Eric Schafer Decisão (unânime) UFC 104: Machida vs. Shogun 24/10/2009 3 5:00 Estados Unidos Los Angeles, California
Vitória 9–0 Estados Unidos Carmelo Marrero Decisão (unânime) UFC Fight Night: Condit vs. Kampmann 01/04/2009 3 5:00 Estados Unidos Nashville, Tennessee
Vitória 8–0 Brasil Vinny Magalhães Nocaute Técnico (socos) The Ultimate Fighter 8 Finale 13/12/2008 1 2:18 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Venceu o TUF 8.
Vitória 7–0 Estados Unidos Buckley Acosta Finalização (Katagatame) XCC 6: Western Threat 05/04/2008 1 0:47 Estados Unidos Reno, Nevada
Vitória 6–0 Estados Unidos Brad Peterson Decisão (unânime) IFO: Fireworks in the Cage IV 28/12/2007 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 5–0 México Ulises Cortez Nocaute (suplex e socos) SE: Vale Tudo 27/10/2007 1 N/A  México
Vitória 4–0 Estados Unidos Dicky Chavez Nocaute Técnico (Socos) KOTC: Unstoppable 15/09/2007 1 0:41 Estados Unidos San Carlos, Arizona
Vitória 3–0 Estados Unidos Tim Peacock Nocaute Técnico (Socos) Rage in the Cage 94 09/06/2007 2 2:50 Estados Unidos Camp Verde, Arizona
Vitória 2–0 Estados Unidos David Baggett Finalização (Mata-Leão) Proving Grounds 1 12/05/2007 1 N/A Ilhas Cayman Ilhas Cayman
Vitória 1–0 Estados Unidos Dave Covello Nocaute Técnico (Golpes) WFC: Desert Storm 31/03/2007 1 2:21 Estados Unidos Camp Verde, Arizona


Referências


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.