Sílex

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fragmentos de silex

Sílex é uma rocha sedimentar silicatada, constituída de quartzo criptocristalino, muito dura e com densidade elevada. Apresenta-se geralmente compacta, de cor cinzenta, negra e outras. Com fratura conchoidal. Ocorre sob a forma de nódulos ou massas em formações de giz ou calcário. Pode apresentar impurezas várias como argilas, carbonato, silte, pirita e matéria orgânica.

Génese[editar | editar código-fonte]

Pode ter origem orgânica, fazendo parte do grupo dos acaustobiólitos (rochas de origem biológica não combustíveis, formada de carapaças siliciosas de organismos marinhos) ou inorgânica ou ainda ter origem em fenómenos de substituição.

Usos e aplicações[editar | editar código-fonte]

Foi muito utilizada pelo homem durante os períodos do Paleolítico, Mesolítico/Epipaliolítico e Neolítico para confecção de armas (por exemplo em pontas de seta) e utensílios de corte, devido a sua grande dureza e a seu corte incisivo, devido às arestas afiadas que são produzidas quando fracturada. Foi também muito usada para se produzirem faíscas em armas de fogo antigas (pederneiras). É ainda utilizada na construção, sobretudo na Inglaterra.

Ver também[editar | editar código-fonte]