Sobradinho (Distrito Federal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Região Administrativa de Sobradinho
Bandeira de Sobradinho
Bandeira
Hino
Região Administrativa V
Fundação: 13 de maio de 1960
Lei de criação: 4545 de 10 de dezembro de 1964

Mapa de Sobradinho

Limites: Brazlândia, Sobradinho II, Planaltina, Paranoá, Itapoã, Varjão e Brasília
Distância de Brasília: 22 km
Administrador(a): Maria América Menezes Bonfim[1]
Área  
 - Total {{{área_total}}} km²
População  
 - Total 85.491[2] habitantes '
IDH 0,837 elevado SEPLAN/2000[3]
Site governamental www.sobradinho.df.gov.br

Sobradinho é uma região administrativa do Distrito Federal.

História[editar | editar código-fonte]

Sobradinho começou a se originar quando Antônio Gomes Rabelo ocupou as terras onde hoje se localiza a cidade e fundou a Fazenda Sobradinho. O local foi bastante desmembrado devido a muitas vendas e inventários, passando a ser propriedade de várias famílias.

Durante a construção de Brasília, entre 1956 e 1960, um dos diretores da Novacap (Companhia Urbanizadora da Nova Capital), o deputado federal Iris Meinberg, que havia sido presidente da Confederação Nacional de Agricultura, teve a ideia de criar uma cidade tipicamente rural no Distrito Federal. A melhor opção encontrada foi assentar a nova cidade na região, que tradicionalmente desenvolvia atividades agropecuárias desde os tempos de seus primeiros ocupantes.

A partir de 1959, a Novacap elaborou um levantamento de uma área onde estaria localizada a sede da região administrativa. Havia a necessidade de alojar definitivamente as famílias imigrantes do Nordeste de Goiás, da Bahia e de outros estados. Essas pessoas foram transferidas para as margens da antiga estrada que ligava a cidade goiana de Planaltina à nova capital. A então cidade-satélite recebeu o nome de Sobradinho, e foi fundada no dia 13 de maio de 1960, mas só chegou a ser oficializada bem mais tarde, pelo Decreto nº 571, de 1967.

Sobradinho hoje possui cerca de 85.491 habitantes (PDAD 2010/2011).

Origem do Nome

Segundo dizem, o nome derivou da existência de um velho cruzeiro de madeira rústica, erguido bem antes de 1850, às margens de um ribeirão existente na fazenda. Em um de seus braços foram construídas duas casinhas do pássaro joão-de-barro, sobrepostas como casas simples de dois pavimentos: um pequeno Sobradinho. Esse fenômeno, pouco comum, atraía a atenção dos viajantes, que passaram a tomá-lo por referência com o título de Cruzeiro do Sobradinho ou Sobradinho do Cruzeiro.

Inspirada na "engenhosidade" instintiva do joão-de-barro, a denominação foi assim consagrada pela tradição local e pela aceitação popular. Com o passar dos tempos, o ribeirão local foi denominado Córrego do Sobradinho, e deu ainda nome às fazendas da Região: Sobradinho Mugi e Sobradinho dos Melos.

As terras da cidade de Sobradinho encontram-se localizadas na fazenda denominada Larga dos Olhos D'água, parte resultante da divisão geodésica do imóvel Sobradinho Mugi situado entre o ribeirão Sobradinho, afluente do Rio São Bartolomeu, e o córrego Capão Cumprido, tributário do Sobradinho.

A partir de 1959, a NOVACAP elaborou um levantamento de uma área onde estaria localizada a sede da Região Administrativa V. A cidade também recebeu o nome de Sobradinho, e foi fundada no dia 13 de maio de 1960, data esta que só chegou a ser oficializada bem mais tarde, pelo Decreto nº 571, de 1967.

A situação de Sobradinho como Subprefeitura do Distrito Federal foi oficializada pelo Decreto nº 43, de 28 de marco de 1961.

Em razão da necessidade de alojar definitivamente as famílias imigrantes do Nordeste de Goiás, da Bahia e de outros estados, Sobradinho foi implantada às margens da antiga estrada que ligava a cidade goiana de Planaltina à Capital Federal, então em construção (1959).

Sua localização estratégica, limitada pelo próprio plano urbanístico, foi muito feliz, devido à tranqüilidade de um crescimento orientado e de uma ocupação ordenada de conjuntos de lotes por residências construídas pela NOVACAP, SHIS, CAIXA ECONÔMICA FEDERAL e outros órgãos federais.

Sobradinho destinou-se a fixar a população dos acampamentos de firmas empreiteiras e, em particular, do DNOCS e Vila Amauri. Mais tarde, fixaram-se em Sobradinho moradores que compraram lotes regularmente assentados na própria cidade.

A Lei nº 4.545, de 10 de dezembro de 1964, dividiu o Distrito Federal em oito regiões administrativas, das quais Sobradinho foi denominada a Região Administrativa V. O Decreto "N" nº 456, de 21 de outubro de 1965, criou a Administração Regional de Sobradinho, cuja estrutura e regimento interno foram aprovados pelo Decreto nº 2.283, de 12 de junho de 1973.

Urbanização[editar | editar código-fonte]

Planta original de Sobradinho

Assim como Brasília, Sobradinho também é uma cidade planejada. O plano da cidade foi elaborado entre 1958 e 1959 pelo engenheiro Inácio de Lima Ferreira, que pertencia ao quadro de engenheiros do Departamento de Terras e Agricultura da Novacap. Lúcio Costa, urbanista, principal responsável pelo planejamento de Brasília e chefe do Departamento de Urbanismo da Novacap, preferiu que o planejamento fosse executado por um arquiteto de sua equipe. O projeto de Sobradinho foi então confiado ao urbanista Paulo Hungria Machado, que também já havia feito o plano urbanístico da região administrativa do Gama. A construção da cidade se desenvolveu entre 1959 e 1960 com recursos do Departamento de Terras e Agricultura da Novacap. Pouco depois, Inácio Lima Ferreira retomou o projeto, executando serviços topográficos, arruamento e locação de terrenos, instalando os serviços subterrâneos de abastecimento d'água e saneamento básico.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Sobradinho é divida em três grandes áreas: Setor de Condomínios de Sobradinho, Grande Colorado e Setor Oeste de Sobradinho (onde também se localiza o Setor de Mansões da cidade).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Apresentação Sobradinho – RA V Portal do Cidadão - Sobradinho. Visitado em 07 de julho de 2012.
  2. Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios - 2010/2011.
  3. Ranking decrescente do IDH-M das Regiões Administrativas do Distrito Federal Secretaria de Planejamento e Orçamento do Governo do Distrito Federal (SEPLAN/DF) (2000). Visitado em 22 de julho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sobradinho (Distrito Federal)