Ásia-Pacífico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Asia-Pacific.png

Ásia-Pacífico ou Ásia Pacífico (abreviado como Asia-Pac, AsPac, APAC, APJ, JAPA ou JAPAC) é a parte do mundo dentro ou perto do Oceano Pacífico ocidental. A região varia de tamanho dependendo do contexto, mas geralmente inclui grande parte da Ásia Oriental, Sul da Ásia, Sudeste da Ásia e Oceania.

O termo pode também incluir a Rússia (no Pacífico Norte), e países das Américas que estão na costa oriental do Oceano Pacífico; a Cooperação Econômica Ásia-Pacífico, por exemplo, inclui Canadá, Chile, Rússia, México, Peru e Estados Unidos.[1]

Alternativamente, o termo compreende por vezes todo Ásia e Australásia, bem como pequenas, média e grande nações insulares do Pacífico - por exemplo, quando a divisão do mundo em grandes regiões para fins comerciais (por exemplo, as Américas, EMEA e Ásia-Pacífico).

De um modo geral, não parece haver nenhuma definição clara de "Ásia Pacífico" e as regiões incluídas podem mudar de acordo com o contexto.[1]

Embora impreciso, o termo tornou-se popular no comércio, finanças e política desde o final da década de 1980.[2] Na verdade, apesar da heterogeneidade das economias das regiões, a maioria das nações individuais dentro da zona são os mercados emergentes de rápido crescimento, bastando comparar com o conceito da sigla APEJ ou APEJ (Ásia-Pacífico), excluindo o Japão.[3]

Áreas componentes[editar | editar código-fonte]

A região da Ásia-Pacífico geralmente inclui:

Sudeste Asiático

Ásia Oriental

Polinésia

Austrália

Zelândia

Melanésia

Micronésia

Ásia Meridional

Dados dos principais países e territórios[editar | editar código-fonte]

País / território Área
(km²)
População Pop. densidade
(/km²)
PIB
milhões de USD (2009)
PIB per capita
USD (2009-2011)
Capital
 Austrália 7 617 930 23 154 782 3 1 515 468 41 500 Canberra
 Brunei 5 765 407 000 70 14 700 36 700 Bandar Seri Begauã
Camboja 181 035 14 805 000 82 10 900 800 Pnom Pen
 China 9 671 018 1 339 530 000 138 7 203 784 6 076 Pequim
Coreia do Norte 120 540 23 906 000 198 27 820 1 200 Pionguiangue
 Coreia do Sul 100 140 50 062 000 500 800 300 20 000 Seul
Filipinas 299 764 100 138 200 307 158 700 1 700 Manila
 Hong Kong 1 104 7 055 071 6 390 210 730 30 000 Distrito Central e Ocidental
Indonésia 1 904 569 237 556 363 126 514 900 3 500 Jacarta
 Japão 377 944 127 470 000 337 5 870 357 39 700 Tóquio
Laos 236 800 6 320 000 27 5 721 900 Vientiane
Macau 29 541 200 18 662 36 428 39 800 Macau
 Malásia 329 847 30 185 787 86 191 399 7 525 Cuala Lumpur (de fato) / Putrajaia (administrativa)
Mongólia 1 564 116 2 736 800 2 4 212 1 500 Ulã Bator
Mianmar 676 578 50 496 000 74 26 820 500 Nepiedó
 Nova Zelândia 268 021 4 357 437 16 109 600 25 500 Wellington
Papua-Nova Guiné 462 840 6 732 000 15 8 200 1 200 Porto Moresby
 Samoa Americana 199 55 519 326 537 7 874 Pago Pago
 Singapura 710 5 183 700 7 023 177 133 35 500 Área Central de Singapura
 Tailândia 513 120 67 764 000 132 263 510 3 900 Bancoque
Taiwan 36 191 23 119 772 639 466 054 20 328 Taipé
Timor-Leste 14 874 1 171 000 76 599 500 Díli
VietnameVietnã 331 210 88 069 000 265 123 600 1 100 Hanói

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Países da Ásia-Pacífico estabelecem bases de tratado comercial sem EUA - ISTOÉ Independente». ISTOÉ Independente. 11 de novembro de 2017. Consultado em 28 de fevereiro de 2018 
  2. «Pela primeira vez, Ásia-Pacífico é mais rica que América do Norte». O Globo. 23 de junho de 2016. Consultado em 28 de fevereiro de 2018 
  3. «Vonage and Cisco to sell phone equipment» (em inglês). Information Gatekeepers Inc. Consultado em 24 de agosto de 2014