Acordo Geral de Paz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Acordo Geral de Paz foi assinado em Roma a 4 de Outubro de 1992, pelos então presidentes de Moçambique, Joaquim Chissano, e da RENAMO, Afonso Dhlakama, e por representantes dos mediadores, a Comunidade de Santo Egídio, da Itália, pondo fim a 16 anos de guerra civil .[1]

Referências

  1. «Comunidade de Sant'Egidio - Discurso de D. Matteo Zuppi no 10º aniversário do Acordo Geral de Paz». Consultado em 9 de fevereiro de 2009. Arquivado do original em 2 de dezembro de 2008 
Ícone de esboço Este artigo sobre Moçambique é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.