República Popular de Moçambique

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


República Popular de Moçambique
Flag of Portugal.svg
1975 – 1990 Flag of Mozambique.svg
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de Moçambique
Continente África
Região Sul da África
País Moçambique
Capital Maputo
Governo república socialista,
Estado comunista de partido único
Presidentes Samora Machel
Joaquim Chissano
Período histórico Guerra Fria
 • 25 de Junho de 1975 Fundação
 • 1 de Dezembro de 1990 Dissolução
Moeda Metical

A República Popular de Moçambique foi a designação oficial adoptada pela atual República de Moçambique entre 25 de junho de 1975 e 1 de dezembro de 1990[1]. A designação do estado refletia o sistema de governo adoptado, comumente designado estado socialista (também conhecido como Estado comunista no Ocidente).

Obtida a independência de Portugal em 1975, a República Popular de Moçambique foi logo após declarada pela Frente de Libertação de Moçambique ("Frelimo"), liderada por Samora Moisés Machel. Este período foi marcado por uma guerra civil com a Resistência Nacional Moçambicana ("Renamo"), um movimento de guerrilha inicialmente financiado pela República da Rodésia (atual Zimbábue), e mais tarde pela África do Sul, durante o chamado período do regime de apartheid.[2]

A República Popular de Moçambique manteve estreitos laços com a República Popular de Angola[3] e a União Soviética,[4] ambos regimes comunistas à época.[5] A República Popular de Moçambique foi também um país observador do Comecon ("Conselho para Assistência Econômica Mútua"), organização econômica que agregava estados socialistas, também designados como regimes comunistas.[6]

Referências