Operação das Nações Unidas em Moçambique

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Operação das Nações Unidas em Moçambique (ONUMOZ do inglês United Nations Operations in Mozambique) foi uma missão de paz da ONU em Moçambique estabelecida em dezembro de 1992 [1] nos termos da Resolução 797 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, com a tarefa de monitorar a implementação do Acordo Geral de Paz entre o presidente moçambicano Joaquim Chissano (FRELIMO) e Afonso Dhlakama da RENAMO.

A missão tinha como objetivo facilitar a aplicação dos acordos, controlar o cumprimento do cessar-fogo, supervisionar a retirada das forças estrangeiras, bem como supervisionar e prestar assistência técnica para o processo eleitoral. [2]

Seu mandato terminou em Dezembro de 1994.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. United Nations Security Council Resolution 782. S/RES/782(1992) 13 October 1992.
  2. MANDAT DE L'OPÉRATION ONUMOZ - Université de Montréal