Alfred Bester

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o personagem de Babylon 5 de mesmo nome, veja Alfred Bester (Babylon 5).
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Demolished Man capa na edição de janeiro 1952 da Galaxy Science Fiction.

Alfred Bester (Nova Iorque, 18 de Dezembro de 1913Doylestown, Pensilvânia, 30 de Setembro de 1987) foi um jornalista e escritor norte-americano de ficção científica.


Em 1942, tornou roteirista de histórias em quadrinhos, chegando a substituir Lee Falk nas tiras O Fantasma e Mandrake, além de escrever histórias do Lanterna Verde para a DC Comics.[1] Foi o primeiro vencedor do Prémio Hugo, em 1953, pelo seu livro The Demolished Man, uma história sobre policiais telepatas,[2] apontada como precursora do gênero cyberpunk.[3]

Referências

  1. M. Keith Booker (2014). Comics through Time: A History of Icons, Idols, and Ideas [4 volumes]: A History of Icons, Idols, and Ideas ABC-CLIO [S.l.] p. 8. ISBN 9780313397516. 
  2. Cesar Silva (30/08/2003). «Super-heróis e superpoderes na Ficção Científica». Universo HQ. 
  3. Booker, M. Keith (2001). Monsters, Mushroom Clouds, and the Cold War:American Science Fiction and the Roots of Postmodernism, 1946–1964. Greenwood Publishing Group. p. 60. ISBN 0-313-31873-5.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este(a) artigo sobre um(a) escritor(a) de ficção científica e fantasia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.