Bandeira do Ceará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bandeira do estado do Ceará
Bandeira do estado do Ceará
Aplicação
Proporção 7:10
Adoção 25 de agosto de 1922[1]
Criador João Tibúrcio Albano
Tipo estaduais
Em modelo bandeiras de mesa com a do Brasil e do município de Maracanaú.

A Bandeira do Ceará é um dos símbolos oficiais do estado do Ceará, um dos estados do Brasil. Instituído em 25 de agosto de 1922[2], a versão atual da bandeira é descrita pela lei nº 13.878 de 23 de fevereiro de 2007, com as alterações (do brasão do estado) dadas pela pela lei nº 13.897 21 de junho de 2007.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Bandeira do do Ceará é formada de um retângulo verde e um losango amarelo, idênticos aos da Bandeira Nacional, tendo no centro um círculo branco e, no meio deste, o Brasão do Estado. Sua feitura é dada pelo parágrafo único do artigo segundo da lei 13.878/2007:

Parágrafo único. A feitura da Bandeira do Estado do Ceará obedecerá as seguintes regras:

I - para cálculo das dimensões, tomar-se-á por base a largura desejada, dividindo-se esta em 28 (vinte e oito) partes iguais. Cada uma das partes será considerada um módulo;
II - o comprimento será de 40 módulos (40M);
III - a distância dos vértices do losango amarelo ao quadro externo será de três módulos e quatro décimos (3,4M);
IV - o círculo branco no meio do losango amarelo terá o raio de sete módulos (7M);
V - a distância do Brasão para a parte superior e inferior do círculo central branco será de dois módulos (2M).
Folha de construção da bandeira do Ceará.

História[editar | editar código-fonte]

Foi criada pelo comerciante João Tibúrcio Albano, filho do Barão de Aratanha, substituindo a esfera celestial da bandeira republicana pelo brasão estadual. Todavia, foi apenas em 1922, no governo do então Presidente do estado, Justiniano de Serpa, que veio a ser assinado o decreto instituindo o pavilhão cearense. No ato oficial, determinou que esse fosse constituído de um retângulo verde e o losango amarelo da bandeira nacional, tendo ao centro um círculo branco e, ao meio deste, o escudo do Ceará.

Simbolismo[editar | editar código-fonte]

Bandeiras nacional e estadual em miniatura artesanal de banco de potes.

As cores[editar | editar código-fonte]

As cores principais da bandeira (verde, amarelo e branco) são as mesmas da bandeira do Brasil e são uma representação da integração do estado com a República.

O Brasão[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Brasão do Ceará

O Brasão do Estado do Ceará é representado por um escudo polônio com campo verde, fendido, figurando, na sua parte esquerda, sete estrelas na cor branca, que representam as mesorregiões do Ceará, e, sobre o todo, a elipse central, com elementos internos distribuídos em quatro quadrantes, com a linha do horizonte no centro. O primeiro quadrante contém o Sol e o Farol do Mucuripe; o segundo, a serra e o pássaro; o terceiro, o mar e a jangada; e o quarto, o sertão e a carnaúba, simbolizando os quatro elementos da natureza: fogo, ar, água e terra. Como timbre, a figura de uma fortaleza de construção antiga, cor de ouro, com cinco merlões, representando o povo (Redação dada pela Lei n° 13.897, DE 21.06.07).

Referências

  1. Decreto nº 1.971, de 25 de agosto de 1922.
  2. «Bandeira do Estado do Ceará». Governo do Estado do Ceará. Consultado em 4 de janeiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

BANDEIRA INSÍGNIA DO GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ

Ícone de esboço Este artigo sobre vexilologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.