Ciência dos alimentos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Bromatologia)
Ir para: navegação, pesquisa
Cientistas de Alimentos atuando no controle de qualidade, avaliando cor e textura dos alimentos.

Ciências dos alimentos, também conhecida como bromatologia (do grego antigo brooma, alimento), é um ramo multidisciplinar das ciências biológicas que estuda a composição, deterioração, processamento, conservação, elaboração, qualidade e comercialização dos alimentos para o consumidor.[1] [2]

Objetivos[editar | editar código-fonte]

Tem como objeto de estudo o alimento em todos os seus aspectos, físico-químicos, microbiológicos, bioquímicos e tecnológicos, incluindo nutrição, sensorialidade, marketing, logística, legislações e gestão da qualidade. O bacharel em ciências dos alimentos atua nas atividades desde a pós-colheita do alimento, durante sua transformação na indústria, na distribuição e comercialização e mesmo junto ao consumidor, priorizando a relação homem/alimento/ambiente.[3]

Subáreas[editar | editar código-fonte]

Alimentos em conserva.

As Ciências dos alimentos é uma ciência multidisciplinar e aplicada, ou seja, está relacionada uma grande quantidade de áreas do conhecimento e que produz e aplica conhecimento científico e tecnológico no desenvolvimento e produção de bens de consumo, mais especificamente na área de alimentos, embora possa ser aplicada em outras áreas.

Áreas envolvidas:

Formação acadêmica[editar | editar código-fonte]

A estrutura curricular do Curso de Ciências dos Alimentos contempla as áreas de Ciências Exatas, Ciências Biológicas e da Saúde, Ciência e Tecnologia de Alimentos e Ciências Sociais, Humanas e Econômicas. O estágio supervisionado é componente curricular obrigatório assim como o trabalho de conclusão de curso em determinada área teórico-prática ou de formação profissional, como atividade de síntese e integração de conhecimento e consolidação das técnicas de pesquisa.

Ciências Básicas Tecnológicas Sociais Específicas
  • Métodos instrumentais de análise
  • Estatística
  • Carnes e ovos
  • Laticínios
  • Óleos, gorduras, grãos e derivados
  • Pescado
  • Amido e produtos amiláceos
  • Desenvolvimento de produtos
  • Análise sensorial
  • Frutas e hortaliças
  • Conservação de alimentos
  • Operações unitárias
  • Açúcar e bebidas
  • Marketing
  • Teoria geral da administração
  • Economia
  • Economia e gestão do agronegócio
  • Antropologia de alimentação
  • Gestão da qualidade
  • Segurança de alimentos
  • Controle de qualidade
  • Segurança Alimentar e Nutricional
  • Marketing
  • Bioquímica de alimentos
  • Bioquímica nutricional
  • Microbiologia de alimentos
  • Análise de alimentos
  • Alimentos funcionais
  • Higiene e legislação de alimentos
  • Nutrição em saúde pública
  • Epidemiologia e toxicologia de alimentos
Laboratório de ciência dos alimentos na Austrália.

No primeiro ano do curso, os alunos têm contato com matérias básicas como biologia, química, matemática, física e bioquímica. A partir do seundo ano já são inseridas matérias que compreendem a área de ciências dos alimentos, como análise de alimentos, microbiologia de alimentos e epdemiologia e toxicologia de alimentos, também tem início as disciplinas de tecnologia, como princípios de conservação e as voltadas para a área de segurança alimentar e nutricional, como higiene de alimentos e legislação e nutrição em saúde pública. A partir do terceiro ano começam as disciplinas de tecnologia de alimentos (produtos amiláceos, frutas e hortaliças, carnes e ovos, açúcar e bebidas, pescado, óleos e gorduras, laticinios). Outras disciplinas que auxiliam a formação do profissional são: Desenvolvimento de produtos I e II antropologia da alimentação, economia, alimentos funcionais, economia e gestão do agronegócio, segurança alimentar e nutricional, controle de qualidade, serviços de alimentação, análise sensorial, entre outras.

Durante o curso os acadêmicos terão ainda acesso aos laboratórios do núcleo de matérias profissionalizantes como os de agroindústrias, biotecnologia, de química de alimentos, microbiologia de alimentos e análise de alimentos, análise sensorial, ensaios biológicos, processamento de alimentos e salas computadorizadas para análise sensorial e econômica.

Através de uma planta piloto de processamento, os alunos aprenderão as operações unitárias para obtenção de produtos como fermentação, secagem, desidratação, defumação, refrigeração, congelamento, enlatamento, entre outros, para frutas, hortaliças, carnes, pescado, óleo, amido, mandioca, milho, trigo, leite e derivados, entre outros.

Competências e habilidades do bacharel em Ciências dos Alimentos[editar | editar código-fonte]

  • Pesquisar e desenvolver produtos alimentícios;
  •  Desenvolver programas de garantia da qualidade de alimentos quanto aos aspectos
  • higiênico-sanitários, físico-químicos, sensoriais e nutricionais;
  •  Atuar no processamento e conservação de produtos agropecuários: leite, carnes, pescado,
  • hortaliças, frutas, cereais, tubérculos, grãos oleaginosos, cana-de-açúcar e outros.
  •  Gerenciar ou integrar equipes de laboratórios em indústrias de alimentos ou em serviços de
  • apoio ao setor de alimentação;
  •  Gerenciar projetos agroindustriais nos aspectos tecnológicos, econômicos, ambientais e de
  • rastreabilidade;
  •  Assessorar ou prestar consultoria em desenvolvimento de produtos alimentícios,
  • capacitação de pessoal, qualificação de fornecedores, auditorias, gestão de programas de
  • garantia e controle da qualidade e adequação à legislação;
  •  Atuar no sistema de vigilância sanitária e epidemiológica;
  •  Desenvolver programas de educação para o consumo e produção de alimentos;
  •  Monitorar processos que visem à segurança alimentar e nutricional. 

Diferenças entre Ciência, Engenharia e Nutrição[editar | editar código-fonte]

Em suma, as três faculdades estão intrinsecamente ligadas, e a grade curricular das três possuem diversas disciplinas e conceitos básicos que se cruzam. Oque as difere por fim são o foco que cada uma dá ao alimento, matéria-prima e consumidor.[4] [5]

  • Ciências dos Alimentos: Tem como foco o estudo do alimento (matéria-prima e produto final), o estudo e otimização de processos tecnológicos, controle de qualidade dos alimentos, pesquisa e desenvolvimento (P&D), e o comportamento sócio-cultural do alimento na sociedade.
  • Engenharia de Alimentos: O engenheiro estuda os processos de produção, estocagem, acondicionamento, conservação e garantia da qualidade dos alimentos. Pode também trabalhar com a administração geral dos processos tecnológicos e no desenvolvimento de procedimentos e máquinas ligadas à produção de alimentos.
  • Nutrição: Estudo dos nutrientes e do comportamento do alimento do organismo humano. Coordena a alimentação em instituições diversas como escolas, empresas, hospitais, spas, etc., visando uma alimentação saudável e de acordo com as necessidades das pessoas.

Principais cursos de Ciências dos Alimentos no País[6] [editar | editar código-fonte]

  • Ciências dos Alimentos[7] - Piracicaba/SP - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP) ⍟⍟⍟⍟⍟
  • Ciência e Tecnologia de Laticínios[8] - Viçosa/MG - Universidade Federal de Viçosa (UFV) ⍟⍟⍟⍟⍟
  • Ciência e Tecnologia de Alimentos[9] - Rio Pomba/MG - Instituto Federal de Educação de Rio Pomba ⍟⍟⍟⍟
  • Ciência de Alimentos[10] - Rio Paranaíba/MG - Universidade Federal de Viçosa (UFV) ⍟⍟⍟
  • Ciência e Tecnologia de Alimentos[11] - Itaqui/RS - Universidade Federal do Pampa ⍟⍟⍟

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Heldman, Dennis R. "IFT and the Food Science Profession." Food Technology. October 2006. p. 11
  2. http://www.nairaland.com/1254338/bromatology-field-study
  3. http://www.ift.org/knowledge-center/learn-about-food-science/k12-outreach/activity-guides.aspx
  4. «Qual a diferença entre Engenharia de Alimentos e Nutrição? - Guia do Estudante». guiadoestudante.abril.com.br. Consultado em 2016-02-19. 
  5. «Ciências dos Alimentos - Guia de Profissões - sejabixo! vestibular». www.sejabixo.com.br. Consultado em 2016-02-19. 
  6. «CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS/ALIMENTOS». Guia do Estudante - Abril. Consultado em 2016-02-19. 
  7. «Universidade de São Paulo | Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"». www4.esalq.usp.br. Consultado em 2016-02-19. 
  8. «Ciência e Tecnologia de Laticínios | PRE». www.pre.ufv.br. Consultado em 2016-02-19. 
  9. «Ciência e Tecnologia de Alimentos | IF Sudeste MG - Câmpus Rio Pomba». www.riopomba.ifsudestemg.edu.br. Consultado em 2016-02-19. 
  10. «Ciências de Alimentos | Curso de Ciências Alimentos». www.eal.crp.ufv.br. Consultado em 2016-02-19. 
  11. «Ciência e Tecnologia de Alimentos | Campus Itaqui». cursos.unipampa.edu.br. Consultado em 2016-02-19. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Graduação em Ciências dos Alimentos ESALQ/USP [1]
  • Site de Ciências dos Alimentos [2]
  • Site do Simpósio Saiba Mais Sobre Alimentos [3]
  • Ciências dos Alimentos no Guia do Estudante [4]
  • UNI-BH Unicentro Belo Horizonte
  • Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA [5]