Bus Stop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bus Stop
Paragem de autocarro (PT)
Nunca fui santa (BR)
Bus Stop trailer screenshot 22.jpg
 Estados Unidos
1956 •  cor •  96 min 
Direção Joshua Logan
Roteiro George Axelrod
Elenco Marilyn Monroe
Don Murray
Eileen Heckart
Hope Lange
Género drama
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Bus Stop (br: Nunca fui santa / pt: Paragem de autocarro) é um filme estadunidense de 1956, do gênero drama, dirigido por Joshua Logan, e com roteiro baseado em peça teatral de William Inge.

Ao contrário dos filmes da carreira de Marilyn Monroe até então, comédias e musicais, Bus Stop é um drama que rendeu à atriz a indicação ao Globo de Ouro de melhor atriz dramática.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Cherie é uma cantora de bares de segunda categoria que sonha com uma carreira de sucesso em Hollywood. Bo é um rude mas bem intencionado vaqueiro, que se apaixona por Cherie mas a trata como se ela fosse gado.

Produção[editar | editar código-fonte]

Marilyn Monroe e Don Murray em cena do filme.

Este filme marcou o retorno de Marilyn Monroe as tela depois de uma ausência de um ano. Monroe estava insatisfeita com os papéis que a 20th Century Fox atribuía a ela, e deixou Hollywood depois de completar O Pecado Mora ao Lado (1955). Suspensa pelo estúdio, ela se mudou para Nova York, onde se matriculou na Actors Studio, sob a tutela dos famosos professores de atuação Lee e Paula Strasberg. Depois de anunciar a criação da Marilyn Monroe Productions, Monroe, finalmente chegou a um acordo com a Fox quando o estúdio ofereceu-lhe um contrato lucrativo que concedeu a aprovação dela sobre diretores, de acordo com o The Hollywood Reporter. Muitos dos críticos comentaram que a experiência de Monroe em Nova York tinha melhorado muito sua capacidade de atuar. O Hollywood Reporter notou que sua performance no filme foi acrecida por "uma sensibilidade e compreensão pungente não antes vista".

O produtor Buddy Adler inicialmente queria Montgomery Clift para desempenhar o papel de "Bo". O filme marca a estreia do ator Don Murray no cinema. Com o sucesso do desempenho, Murray foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante. Bus Stop também marcou a estreia de Hope Lange (1931-2003), que se casou com Murray durante a produção do filme.[1]

De 1961 a 1962, a ABC transmitiu uma série de televisão intitulada Bus Stop, vagamente baseado na peça de William Inge, estrelada por Marilyn Maxwell, Rhodes Reason e Richard Anderson.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Oscar 1957 (EUA)

BAFTA 1957 (Reino Unido)

  • Indicado na categoria de ator novato mais promissor (Don Murray).

Globo de Ouro 1957 (EUA)

  • Indicado nas categorias de melhor filme - comédia/musical e melhor atriz - comédia/musical (Marilyn Monroe).

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Filmografia principal de Marilyn Monroe
The Asphalt Jungle (1950) | All About Eve (1950) | Niagara (1953) | Gentlemen Prefer Blondes (1953) | How to Marry a Millionaire (1953) | River of No Return (1954)  | The Seven Year Itch (1955)  | Bus Stop (1956) | The Prince and the Showgirl (1957) | Some Like it Hot (1959) | Let's Make Love (1960) | The Misfits (1961)