Campo Sujo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Área de campo sujo no Parque Nacional das Emas, Goiás.

Campo Sujo[1][2][3] é um dos tipos de Cerrado formado de vegetação com fisionomia herbácea e arbustiva com arbustos e subarbustos espaçados entre si, geralmente estão sobre solos mais rasos que podem apresentar pequenos trechos de rochas ou solos mais profundos, mas pouco férteis. Também pode ser considerado um “pós-Campo limpo”, uma outra etapa do desenvolvimento da flora existente.[carece de fontes?] Da mesma forma que o Campo limpo, varia com a umidade do solo e a topografia, podendo ser classificado como Campo Sujo, Campo Úmido e Campo Seco.

Na classificação do IBGE (2012), o termo é usado também para uma subcategoria da vegetação dos Pampas, a estepe parque.[4]

Referências

  1. Rizzini, C.T. 1997. Tratado de Fitogeografia do Brasil. Rio de Janeiro: Âmbito Cultural.
  2. WALTER, B. M. T. (2006). Fitofisionomias do bioma Cerrado: síntese terminológica e relações florísticas. Tese de Doutorado, Universidade de Brasília, [1].
  3. Ribeiro, J.F; Walter, B.M.T. (2007). Tipos de Vegetação do Bioma Cerrado: Vegetação campestre: Campo sujo. Embrapa. Disponível em: <http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Agencia16/AG01/arvore/AG01_49_911200585233.html>.
  4. IBGE (2012). Manual Técnico da Vegetação Brasileira. 2a ed. Rio de Janeiro: IBGE. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/recursosnaturais/vegetacao/manual_vegetacao.shtm>.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • MEDEIROS, Thereza Christina Costa. Padrões de Campo Sujo Seco na paisagem da bacia hidrográfica do ribeirão Taquaruçu Grande no município de Palmas - TO. Tese (Doutorado em Geografia Física) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. link.


Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.