Mata dos Tabuleiros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vista aérea de parte da Floresta Nacional do Rio Preto, Conceição da Barra, ES, com tabuleiros parcialmente visíveis nas laterais.

A Mata de Tabuleiros (ou Hiléia Baiana)[1] é uma formação vegetal que ocorre ao longo da costa leste do Brasil fragmentada junto as áreas de Mata Atlântica (havendo, entretanto, afinidades florísticas com a Floresta Amazônica) desde o Rio de Janeiro até o Rio Grande do Norte e apresenta uma reserva de biodiversidade com espécies endémicas de flora e fauna. O nome tabuleiros é originário do fato da topografia da região onde ocorre apresentar grandes áreas planas inferiores a 200 metros de altitude.

Em termos de vegetação, pode ser caracterizada como Floresta Ombrófila Densa de Terras Baixas.[2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Garay, I. & Rizzini, C. M. (orgs.) (2003). A Floresta Atlântica de Tabuleiros: diversidade funcional da cobertura arbórea. Vozes, Petropólis, [1].
  1. PEIXOTO, A. L.; GENTRY, A. H. Diversidade e composição florística da mata de tabuleiro na reserva Florestal de Linhares (Espírito Santo, Brasil). Revta. bras. bot. 13 (1): 19-25. 1990.
  2. UFV (2006). Mata Atlântica. Material da disciplina ENF448 - Recursos Naturais e Manejo de Ecossistemas. Viçosa: UFV, Departamento de Engenharia Florestal, [2].