Carlos X de França

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carlos X
Rei da França e Navarra
Reinado 16 de setembro de 1824
a 2 de julho de 1830
Coroação 29 de maio de 1825
Antecessor(a) Luís XVIII
Sucessor(a) Luís Filipe I
 
Esposa Maria Teresa de Saboia
Descendência Luís Antônio, Duque de Angoulême
Sofia de Artois
Carlos Fernando, Duque de Berry
Casa Real Bourbon
Nome completo
Carlos Filipe
Nascimento 9 de outubro de 1757
Palácio de Versalhes, Versalhes, França
Morte 6 de novembro de 1836 (79 anos)
Görz, Áustria
Sepultamento Monastério de Kostanjevica, Nova Gorica, Eslovênia
Pai Luís, Delfim da França
Mãe Maria Josefa da Saxônia
Assinatura Assinatura de Carlos X

Carlos X (Versalhes, 9 de outubro de 1757Görz, 6 de novembro de 1836) foi o Rei da França e Navarra de 1824 até sua abdicação forçada em 1830. Sucedeu o irmão Luís XVIII e reinou por quase seis anos até a Revolução de Julho de 1830, que forçou sua abdicação e elegeu Luís Filipe III, Duque d'Orleães como o novo rei.

Recebeu o título de conde de Artois, tornando-se conhecido por sua vida dissipada. Mais tarde, passou a se interessar por questões políticas e assumiu uma postura claramente conservadora. A revolução francesa, que eclodiu em 1789, forçou-o a emigrar para Inglaterra, levando-o a um conservadorismo radical.

Com a morte do irmão, Luís XVIII, em 1824, que havia restaurado a monarquia dos Bourbons na França, subiu ao trono. Tentou restaurar o Antigo Regime, o que lhe trouxe enorme impopularidade. O ministério autoritário de Villèle valeu-lhe uma impopularidade que não diminuiu nem com a vitória de Navarino nem com o advento do ministério de Martignac (1828).

Em março de 1830 começou o conflito com a assembleia, que se opunha à designação, pelo rei, de Auguste Polignac como primeiro-ministro. A Câmara dos Deputados, havendo negado voto de confiança ao ministério do Polignac, foi dissolvida, mas as eleições foram favoráveis à oposição. Apesar do êxito da expedição de Argel (4 de julho), as ordenações de 25 de julho de 1830, dissolvendo a Câmara, que por sinal ainda não se reunira, modificando a Carta e suprimindo a liberdade de imprensa, provocaram a revolução de 1830 e a abdicação do monarca em 2 de agosto.

Carlos X dirigiu-se primeiro ao Reino Unido, mudando-se depois para Praga e Görz (hoje Gorizia, na Itália), onde morreu em 6 de novembro de 1836. Devido à abdicação, sucedeu-lhe automaticamente o filho, Luís Antônio, que vinte minutos depois assinaria a própria abdicação em favor do sobrinho Henrique, Conde de Chambord, porém o congresso rejeitou essa escolha e elegeu uís Filipe III, Duque d'Orleães como o novo rei.


Carlos X de França
Casa de Bourbon
Ramo da Casa de Capeto
9 de outubro de 1757 – 6 de novembro de 1836
Precedido por
Luís XVIII
Coat of Arms of the Bourbon Restoration (1815-30).svg
Rei da França e Navarra
16 de setembro de 1824 – 2 de agosto de 1830
Sucedido por
Luís Filipe I


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carlos X de França


Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.