Castlevania: Bloodlines

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Castlevania: Bloodlines
Capa da versão norte-americana.
Produtora Konami
Editora(s) Konami
Plataforma(s) Mega Drive
Série Castlevania
Data(s) de lançamento
Gênero(s) Ação-Aventura, Plataforma
Modos de jogo Single player
Classificação VRC: GA (Livre)
Média Cartucho de 8-megabits
Controles Controle de 3 botões

Castlevania: Bloodlines é o único jogo eletrônico da série Castlevania que foi lançado para Mega Drive/Genesis. Ele foi desenvolvido e publicado pela Konami e foi primeiramente lançado para a América do Norte em 1 de junho de 1994.[1] [2] Seu título na versão japonêsa é Vampire Killer[2] (バンパイアキラー, Banpaia Kirā?), e o seu título na versão européia é Castlevania: The New Generation[2] . Desde 1987 a Sega se mostrava interessada em lançar o jogo para o console Master System, porém por ser um console considerado na época fraco pelos executivos da Konami, não teve uma compilação lançada. Como resposta, em 1992, a Sega lançou um jogo inspirado em Castlevania, intitulado Master of Darkness, o qual possuía temática, historia e alguns spirites parecidos com os da franquia Castlevania.

História[editar | editar código-fonte]

Não muito tempo depois da morte de Drácula, um feiticeiro praticante de magia negra acidentalmente ressuscita Elizabeth Bartley, uma condessa conhecida como "a sobrinha de Drácula" (obviamente baseada em Elizabeth Báthory), que decidiu trazer seu tio à vida. Para isso, ela iniciou a Primeira Guerra Mundial para que muitas almas sacrificadas estivessem disponíveis para seu propósito maligno. John Morris, usando do chicote "Vampire Killer", e seu amigo Eric Lecarde sabiam disso e partem para deter Bartley e Drácula mais uma vez.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.