Castlevania: Portrait of Ruin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Castlevania: Portrait of Ruin
Produtora(s) Konami
Editora(s) Konami
Plataforma(s) Nintendo DS
Série Castlevania
Data(s) de lançamento
Gênero(s) Ação[3]
Modos de jogo Single player, multiplayer

Castlevania: Portrait of Ruin, conhecido no Japão como Akumajō Dracula Gallery of Labyrinth (悪魔城ドラキュラ ギャラリー・オブ・ラビリンス, Akumajō Dorakyura Gyararī obu Rabirinsu?, Akumajō significando "Castelo do Demônio"), é um jogo eletrônico de ação desenvolvido e publicado pela Konami.[3] O jogo foi lançado em 16 de novembro de 2006 no Japão e em 5 de dezembro do mesmo ano nos Estados Unidos para o videogame portátil Nintendo DS.[4] Portrait of Ruin é o primeiro jogo de Castlevania a trazer uma jogabilidade multiplayer simultânea e o primeiro jogo da série lançado para um videogame portátil a possuir dublagens em versão inglesa. O jogo introduz novos protagonistas e novos antagonistas à série Castlevania como também tira bastante proveito da jogabilidade de dois personagens simultâneos, visto primeiramente em Castlevania: Dawn of Sorrow. Portrait of Ruin recebeu uma crítica, em média, positiva e vem recebido boas notas de classificação, matérias e várias premiações.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Época[editar | editar código-fonte]

Castlevania: Portrait of Ruin se passa no universo fictício da série Castlevania, onde os caçadores de vampiros do clã Belmont travam um conflito sem fim contra o vampiro imortal Dracula. O jogo se passa na Europa, em 1944, durante a Segunda Guerra Mundial[5] e sua história é a continuação da de Castlevania: Bloodlines.[6]

História[editar | editar código-fonte]

A história de Castlevania: Portait of Ruin ocorre anos depois da vitória de John Morris e Eric Lecarde sobre Elizabeth Bartley e sua tentativa de reviver Dracula junto com o poder da Morte e da tecnologia da época para fazer monstros mais poderosos para corrida de armas da Primeira Guerra Mundial, nesta etapa Eric Lecarde volta ao leste da Europa a fim de descobrir o segredo por trás dos eventos de Casltevania: Bloodlines e o ritual realizado para fazer Dracula e Morte se fundirem e ficarem extremamente poderosos, mesmo que numa forma incompleta e que resultaria na morte de John Morris anos depois por ter fundido a sua alma ao poder total do Vampire Killer que por origem foi forjado com o sangue da família Belmont e do próprio Dracula e estes serem seus caçadores por toda eternidade. Eric Lecarde acaba sabendo de um visconde que era ligado a Elizabeth Bartley que a ensinou sobre magia negra e ocultismo, seu nome é Brauner e este com uma habilidade fenomenal criava mundos inteiros através das lembranças dos seres humanos e as pintava em quadros disformes onde os mais terríveis pesadelos eram apresentados a quem entrasse neles. Por conhecer magia elementar e com esta ter selado o poder do Vampire Killer para que sua maldição fosse suprimida até o retorno do próximo Belmont, Eric desafia Brauner e acaba sendo derrotado por ele, pois este tinha uma força fenomenal, mas ele não sabia que suas filhas Stela Lecarde e Loreta Lecarde estavam atrás dele e trilham por outros quadros e mundos abissais, sendo manipuladas por uma força escondida nas trevas daquela morada de ilusão e loucura, elas chegam ao salão de pintura de Brauner e veem um quadro envolto no luar e quando suas mentes voltam a realidade, elas olham Eric no chão a agonizar e este pede que elas fujam pois o inimigo era muito forte. Com isso, num voo noturno, Brauner ataca Stela com uma mordida que a transforma numa marionete dele e depois vai para cima de Loreta que fica junto ao pai e o olha morrer antes de serem vampirizadas por Brauner e a história da família Lecarde virar num pesadelo sem fim sobre o retrato de sua própria ruína, e assim começa Catlevania: Portrait of Ruin. Mas logo a história desta corrida contra o tempo em que homens são sacrificados para um plano de um louco que deseja o poder das trevas, dois jovens viajantes vem ao longe afim de acabar com esta noite sombria onde o desespero e a dor suprimem a esperança de um novo amanhecer...[7]

Referências

  1. «Castlevania: Portrait of Ruin for DS» (em inglês). ToTheGame 
  2. «Castlevania: Portrait of Ruin for DS» (em inglês). GameSpot 
  3. a b «Konami - Castlevania: Portrait of Ruin». Konami 
  4. Antonie Morcos. «Un nouveau Castlevania sur Nintendo DS» (em francês). Jeux France 
  5. Konami (2006). Castlevania: Portrait of Ruin Instruction Booklet (em inglês). [S.l.]: Konami 
  6. Tom Bramwell. «Matéria sobre Castlevania: Portrait of Ruin Review na EuroGamer» (em inglês). Eurogamer 
  7. «Castlevania: Portrait of Ruin na TheCastlevaniaDungeon». TheCastlevaniaDungeon (em inglês) 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.