Chant de Ralliement

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

"Chant de Ralliement" é o hino nacional dos Camarões. Começou a ser utilizado em 1948, em cerimónias não-oficiais durante o período colonial. Foi adoptado oficialmente como hino nacional em 1957. Composto por René Djam Afame, que também escreveu a letra com Samuel Minkio Bamba e Moïse Nyatte Nko'o. Letra que foi modificada em 1978.

Letra[editar | editar código-fonte]

O Cameroun berceau de nos ancètres,

va debout et jaloux de ta liberté,

comme un soleil ton drapeau fier doit etre,

un symbole ardent de foi et d'unité,

Que tous tes enfants du Nord et Sud,

De l'Est a l'Ouest soit tout amour,

Te servir que ce soit le seul but,

pour remplir leur devoir toujour,

Chère Patrie, Terre cherie,

Tu es notre seul et vrai bonheur,

Notre joie,notre vie,

En toi l'amour et le grand honneur.

Tradução[editar | editar código-fonte]

Ó Camarões berço dos nossos ancestrais,

Onde agora eles repousam em liberdade

Como uma bandeira tremulando ao Sol,

Um simbolo forte de fé e união,

Todos seus filhos de Norte a Sul,

Do Leste a Oeste tem um só amor,

Te servir e nosso único proposito,

Para a gloria desta nossa terra,

Querida Pátria, Querida terra,

Você é a verdadeira felicidade,

Nossos trabalhos, nossas vidas,

São para seu amor e sua grande honra.