Décio Piccinini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde 2007). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Décio Piccinini
Nascimento 5 de setembro de 1945 (70 anos)
São Paulo - SP
Nacionalidade Brasileiro

Décio Piccinini (São Paulo, 5 de setembro de 1945) é um jornalista brasileiro. É nacionalmente lembrado como ex-jurado do Show de Calouros do Programa Silvio Santos entre 1973 e 1992, juntamente com Pedro de Lara, Wagner Montes, Maurício Menezes, Virgínia Nowick, , Nelson Rubens, Sérgio Mallandro, Sônia Lima, Mara Maravilha, Elke Maravilha, Leão Lobo e Aracy de Almeida.

Décio já foi diretor de revistas de expressão, como Contigo!, Chega Mais e Chiques e Famosos. Em 1998, criou a revista Ti Ti Ti na Editora Símbolo, que se tornaria sucesso de vendas e vendida para a Editora Abril anos depois. Também trabalhou na Editora Escala até recentemente.

Décio hoje apresenta atração própria chamada É 10! no ar pela Rede Brasil. Em 2004, apresentou o Programa Cor de Rosa no SBT, ao lado de Silvia Abravanel. Também faz participações em programas de TV como A Tarde é Sua com a Sônia Abrão, júri do Troféu Imprensa, jurado do quadro Dez ou Mil do Programa do Ratinho ao lado de Arnaldo Saccomani, Leão Lobo, Nadja Haddad e Pedro Manso e em rádio.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.