Dulce Figueiredo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dulce Maria Guimarães Castro Figueiredo
Nascimento 11 de maio de 1928
Morte 6 de junho de 2011 (83 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade  Brasileira

Dulce Maria de Guimarães Castro Figueiredo GCIH (11 de maio de 1928Rio de Janeiro, 6 de junho de 2011), nascida Dulce Maria de Guimarães Castro, foi a esposa do general João Baptista de Oliveira Figueiredo, o presidente do Brasil de 1979 a 1985. Foi a última primeira-dama do período da Ditadura Militar no país.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Dulce e João Figueiredo, que se conheceram na Tijuca e se casaram em 1942, tiveram dois filhos, Paulo Roberto e João Batista Figueiredo Filho.[1]

A 22 de Setembro de 1981 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal.[2]

Após o falecimento de seu marido, em dezembro de 1999, Dulce passou a enfrentar dificuldades financeiras. Em março de 2001, ela organizou um leilão para vender objetos que seu finado marido recebera enquanto governava o país[3], tendo recebido críticas da imprensa. Entre os 218 objetos leiloados estavam uma escultura de caubói de bronze dada por Ronald Reagan; dois quadros de Di Cavalcanti; uma estátua portuguesa de Roque de Montpellier presenteada por Antonio Carlos Magalhães; um tinteiro trazido pelo rei Juan Carlos da Espanha; uma bandeja de prata ofertada por Augusto Pinochet; e uma caixa de charutos dada por Valéry Giscard d'Estaing. Cerca de um milhão de reais foram arrecadados,[3], e aproximadamente 82% deste valor foi destinado à Dulce Figueiredo, que, como viúva de general, recebia uma pensão de 8.865 reais.[4]

Em junho de 2011, aos oitenta e três anos, Dulce Figueiredo faleceu em uma clínica de Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Estava bastante debilitada em função de um câncer.[5] Seu corpo foi enterrado no mausoléu dos Figueiredos, no Cemitério do Caju.[6]

Referências

  1. Morre Dulce Figueiredo, a última primeira-dama do regime militar
  2. «Cidadãos Estrangeiras Agraciados com Ordens Nacionais». Resultado da busca de "Dulce Maria de Castro Figueiredo". Presidência da República Portuguesa (Ordens Honoríficas Portuguesas). Consultado em 2016-03-01. 
  3. a b Gaspari, Elio (2016). A Ditadura Acabada (Rio de Janeiro: Intrínseca). p. 321. ISBN 9788580579154. 
  4. Quem dá mais pela História? (Revista Época)
  5. Ex-primeira dama Dulce Figueiredo morre no Rio aos 83 anos
  6. Morre aos 83 anos a ex-primeira-dama Dulce Figueiredo

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedida por:
Lucy Geisel
Primeira-dama do Brasil
19791985
Sucedida por:
Marly Sarney
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.