Farol de Alexandria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Faros)
Ir para: navegação, pesquisa
Farol de Alexandria
PHAROS2006.jpg
Representação em 3D de como seria o Farol de Alexandria.
Ilha de Faros, Alexandria
Destruição 1323
Construção 280 a.C

O farol de Alexandria (em grego, ὁ Φάρος της Ἀλεξανδρείας) era uma torre construída em 280 a.C. na ilha de Faros (uma ilha, hoje uma península, situada na baía da cidade egípcia de Alexandria e ligada por mar ao porto desta) para servir como um marco de entrada para o porto e posteriormente, como um farol.

Considerada uma das maiores produções da técnica da Antigüidade, foi construído pelo arquiteto e engenheiro grego Sóstrato de Cnido a mando de Ptolomeu II do Egito.

Sobre uma base quadrada erguia-se a esbelta torre octogonal de mármore, com uma altura que variava entre 115 e 150 metros de altura, que por mais de cinco séculos manteve-se entre as mais altas estruturas feitas pelo homem. Em seu interior ardia uma chama que, através de espelhos, iluminava a uma distância de até 50 quilômetros.

O Farol de Alexandria é listado como uma das Sete maravilhas do mundo antigo.

O farol de Alexandria foi destruído por um terremoto em 1323.

Em 1480, seus últimos restos foram usados para construir a Cidadela de Qaitbay. Em 1994, arqueologistas franceses descobriram alguns restos do antigo farol no porto leste de Alexandria.[1] O ministério de antiguidade do Egito afirmou, no final de 2015, que transformaria as ruinas subterrâneas da antiga Alexandria, incluindo o farol, num museu subaquático.[2]

Referências

  1. "Treasures of the Sunken City". Nova. PBS. Episódio número 17, 24ª temporada.
  2. «Sunken Ruins of Alexandria Will Be World's First Underwater Museum». Earthables. Consultado em 15 de setembro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Farol de Alexandria