Fernanda Nobre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde março de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Fernanda Nobre
Nome completo Fernanda Nobre Trancoso
Nascimento 31 de agosto de 1983 (33 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Ocupação Atriz
Atividade 1992–presente
Cônjuge Gabriel Gracindo (2005-2012)
IMDb: (inglês)

Fernanda Nobre Trancoso (Rio de Janeiro, 31 de agosto de 1983) é uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira aos oito anos, no papel de Bibi, na telenovela Despedida de Solteiro, na Rede Globo, onde participou de seis novelas, também atuou na série Guerra dos Pintos, trabalhou durante um ano no programa Chico Total, onde fez pequenos papéis em alguns esquetes. Nesta época, chegou a participar do filme italiano Butterfly, rodado no Rio de Janeiro.[1] E do programa Conta um Conto de Bia Bedran[2] e durante três anos interpretou a personagem Bia, no seriado Malhação, entre 2000 e 2003.

Em 2004, Fernanda foi contratada pela Rede Record onde  atuou na primeira novela produzida pela empresa, A Escrava Isaura, fazendo a mocinha Helena. Participou da novela Prova de Amor com a personagem Janice, uma mulher que sofre de Transtorno Obsessivo e Compulsivo. Interpretou na novela Cidadão Brasileiro de Lauro Cesar Muniz a hippie Tatiana retratando a ditadura de 1968. Viveu a ambiciosa e libertaria Lucia na novela Caminhos do Coração. Posteriormente, ela participou do spin-off da produção, Os Mutantes - Caminhos do Coração. Em 2010, Fernanda destacou-se pela Luiza em Poder Paralelo, de Lauro Cesar Muniz.

Depois de oito anos contratada da Rede Record, Fernanda migrou para trabalhos em canais de tv por assinatura. Em 2013, protagonizou a série Copa Hotel no canal GNT ao lado dos atores Maria Ribeiro e Miguel Thiré. Em 2015, atuou na primeira temporada do programa do Luiz Fernando Guimarães, Acredita na Peruca, no canal Multishow.[3][4]

Em 2017, retornou a Globo, numa participação no último capítulo da novela A Lei do Amor[5]. Em seguida participa dos dois primeiros episódios da série Prata da Casa[6] Faz uma participação na série Os Trapalhões[7]. Em 2018, retorna a um papel fixo na novela Deus Salve o Rei como Diana, uma mulher bem-humorada.[8]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

É filha de pai administrador e mãe psicanalista.

Foi casada durante 8 anos com o ator Gabriel Gracindo.[9]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Televisão Papel Nota
1992 Despedida de Solteiro Abigail Chaddad Santarém (Bibi)
1993 Conta um Conto Vários
1994 Quatro por Quatro Heloisa Sodré (Lolô) Episódios: "24 de out–30 de dez de 1994"
1995 História de Amor Ana (Aluna de Assunção) Participação
1996 Chico Total Maria Tereza Nobel
1999 A Guerra dos Pintos
2000–03 Malhação Beatriz Albuquerque (Bia) Temporadas 789
2004 Linha Direta Elaine Maciel Episódio: "Bateau Mouche"
2004 A Escrava Isaura Helena Cunha
2005 Prova de Amor Janice Luz
2006 Cidadão Brasileiro Tatiana Perreira
2007 Caminhos do Coração Lucia Rocha
2008 Os Mutantes - Caminhos do Coração Lucia Rocha Mayer
2009–10 Poder Paralelo Luisa Orlim Villar
2013 Copa Hotel Antônia Dias
2015 Acredita na Peruca Maria Eduarda (Diabo Loiro)
2017 A Lei do Amor Gabi Episódio: "31 de março de 2017"
2017 Prata da Casa Rosane Episódio: "Estrelas Mudam de Lugar"
Episódio: "O Homem Mofado"
2017 Os Trapalhões 1 episódio
2018 Deus Salve o Rei Diana

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Cinema Papel Nota
1993 A Flor da Pele Cláudia Curta-metragem
1997 Butterfly
2004 Excesso em Sequestro Fabiana
2010 Léo e Bia Bia
2017 João, O Maestro Sandra[10]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Espetáculos Papel
1993 Pollyana Pollyana
1994 Papai é Papai Noel Miranda
1995 Arraiá Nina
1997 A Mágica Fábrica de Brinquedo Fada[11]
1998 As Alegres Comadres Narrador
2005 Beijo na Boca Ruth[12]
2011 Linda Linda[13]
2011 O Gato Branco Letícia[14]
2016–17 O Corpo da Mulher Como Campo de Batalha Dorra[15]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref
2012 Troféu Inspiração do Amanhã Homenagem Léo e Bia Venceu [16]
2016 Prêmio Shell Melhor Atriz O Corpo da Mulher Como Campo de Batalha Indicado [17]

Referências

  1. «Transformações de adolecente». Uol. Consultado em 29 de junho de 2017 
  2. «Biografia: Fernanda Nobre». Site Oficial. Consultado em 29 de junho de 2017 
  3. Maísa Capobiango (9 de março de 2015). «Fernanda Nobre fala sobre série do Multishow e comenta namoro». Patrícia Kogut. Consultado em 6 de maio de 2015 
  4. Maísa Capobiango (10 de abril de 2015). «Com novo visual, Fernanda Nobre comenta namoro na ponte-aérea». Patrícia Kogut. Consultado em 6 de maio de 2015 
  5. «Rejeitada pelo pai homofóbico, Flávia vira lésbica no último capítulo». NaTelinha. Consultado em 23 de Março de 2017 
  6. «Estreia amanhã às 21h30, na Fox, "Prata da Casa", série em 14 episódios com direção de André Pellenz». Bem Paraná. 9 de maio de 2017 
  7. «Novo "Trapalhões" terá a participação de vários famosos». Folha de Italva. 17 de julho de 2017 
  8. «Fernanda Nobre fará mulher com 'dedo podre' em 'Deus salve o rei'». Extra. 17 de julho de 2017 
  9. «Ex-'Malhação', Fernanda Nobre fala do fim do casamento de 8 anos com neto de Paulo Gracindo: 'Feliz com a solidão'». Extra. 19 de junho de 2013. Consultado em 29 de março de 2017 
  10. Fernanda Nobre será quatro personagens diferentes em novo longa
  11. http://cbtij.org.br/magica-fabrica-de-brinquedos-direcao-don-carrera/
  12. http://www.museudatv.com.br/biografias/Fernanda%20Nobre.htm
  13. http://rioshow.oglobo.globo.com/teatro-e-danca/pecas/linda-4328.aspx
  14. http://rioshow.oglobo.globo.com/teatro-e-danca/pecas/o-gato-branco-4763.aspx
  15. O Corpo da Mulher Como Campo de Batalha, com Ester Jablonski e Fernanda Nobre, estreia dia 26 de maio, no aço SESC
  16. «Fernanda Nobre recebeu a homenagem pelo trabalho no filme Léo e Bia, que tem direção de Oswaldo Montenegro». R7. 24 de setembro de 2012. Consultado em 9 de setembro de 2016 
  17. «Indicada a prêmio de melhor atriz, Fernanda Nobre questiona machismo». Estadao. 14 de março de 2017. Consultado em 17 de junho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Fernanda Nobre
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Fernanda Nobre