Os Mutantes: Caminhos do Coração

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Os Mutantes: Caminhos do Coração
The Mutants (EN)[1]
Los Mutantes (ES)

Informação geral
Formato Telenovela
Gênero
Duração 60 minutos
Criador(es) Tiago Santiago
País de origem Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Alexandre Avancini
Câmera multicâmera
Roteirista(s) Altenir Silva
Doc Comparato
Gibran Dipp
Maria Cláudia Oliveira
Waldir Leite
Elenco
Tema de abertura "Planeta Sonho", 14 Bis e Milton Nascimento
Empresa(s) de produção RecordTV
Localização Rio de Janeiro, RJ
Exibição
Emissora de televisão original RecordTV
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 3 de junho de 2008 – 23 de março de 2009
N.º de episódios 243
Cronologia
Programas relacionados Caminhos do Coração
Promessas de Amor

Os Mutantes: Caminhos do Coração é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela RecordTV entre 3 de junho de 2008 e 23 de março de 2009 em 243 capítulos, substituindo Caminhos do Coração e antecedendo Mutantes: Promessas de Amor, sendo a segunda parte da trilogia. Foi escrita por Tiago Santiago, com colaboração de Altenir Silva, Doc Comparato, Gibran Dipp, Maria Cláudia Oliveira, e Waldir Leite, sob direção de Daniel Ghivelder, Guto Arruda Botelho, Hamsa Woo, Pollyana Silva, Vicente Barcellos e Vivianne Jundi e direção geral de Alexandre Avancini.[2]

Conta com Bianca Rinaldi, Leonardo Vieira, Julianne Trevisol, Maytê Piragibe, Marcos Pitombo, Juan Alba, Tuca Andrada e Ittala Nandi nos papéis principais.

Produção[editar | editar código-fonte]

Nathália Guimarães em dois momentos: antes e depois dos efeitos visuais.

Em 19 de março de 2008 foi anunciado que Caminhos do Coração ganharia uma continuação, a qual estrearia logo na sequência, impulsionada pela boa recepção da audiência e aos pedidos do público.[3] Antes da continuação ser confirmada, a programação era de que uma novela de Lauro César Muniz substituiria Caminhos do Coração, porém a emissora preferiu evitar que o tema de terrorismo proposto e o autor precisou desenvolver outra história, sendo alocado para 2009 na faixa das 22h30.[4]

Originalmente a trama se chamaria Caminhos do Coração: A Evolução, porém depois foi alterada para Caminhos do Coração: Parte II e finalmente o título final, Os Mutantes: Caminhos do Coração.[5][6][7] Para incrementar a trama, 20 novos personagens foram incorporados – alguns deles que já entraram nos últimos caminhos da primeira novela – e outros deixaram a novela devido ao esgotamento de suas histórias.[8] A equipe de efeitos visuais foi ampliada em 25 pessoas adicionais e o número de capítulos aprovados inicialmente foi de 180, embora a novela tenha sido esticada até 243 pela boa audiência registrada.[9]

As gravações utilizaram pontos importantes de São Paulo para os confrontos entre mutantes e humanos e os atentados terroristas dos reptilianos, entre eles o Parque da Independência, Museu do Ipiranga, o Viaduto do Chá, a Avenida Paulista, o Parque Ibirapuera, entre outros pontos turísticos.[10]

Referências[editar | editar código-fonte]

Bianca Rinaldi caracterizada como as gêmeas Maria e Samira durante gravação da novela.

Os Mutantes estendeu mais as referências do que a primeira novela – que era mais centrada em super-humanos ao estilo X-Men e Heroes – apostando em histórias inspiradas em outras obras como Drácula, Viagem ao Centro da Terra, A Ilha do Dr. Moreau, Arquivo X, Mortal Kombat, ficção científica envolvendo extraterrestres como feitas por Steven Spielberg, cenas de suspense inspiradas em Alfred Hitchcock, além de elementos de mitologia grega e inclusão de zumbis e reptilianos, presentes na cultura nerd.[9] A inclusão de um tiranossauro foi uma referência ao filme Jurassic Park, sendo o primeiro mutante a não ter nenhuma parte humana ou interpretado por um ator real, completamente criado através de computação gráfica.[11]

A trama também abriu espaço para a cultura brasileira, buscando inspiração em telenovelas de fantasia anteriores, como As Bruxas de Ivani Ribeiro, Saramandaia de Dias Gomes e Vamp, da qual ele mesmo era colaborador, além de passar a incorporar elementos do folclore brasileiro, como os personagens Pisadeira, Curupira e Iara.[9]

Mudança do elenco[editar | editar código-fonte]

Lauro César Muniz solicitou a liberação de diversos atores que estavam em Os Mutantes para sua novela, Poder Paralelo, alegando que estes já estiveram em suas tramas anteriores e ele queria trabalhar novamente.[12] O pedido veio em encontro com a avaliação da emissora de que a novela tinha um elenco muito numeroso e alguns atores estavam mal utilizados, precisando realizar cortes.[13] Apesar de Poder Paralelo estrear apenas no início de 2009, as gravações começaram no fim de 2008 e, em setembro, deixaram a trama rumo à novela de Lauro César Gabriel Braga Nunes, Miriam Freeland, Petrônio Gontijo, Fernanda Nobre, Karen Junqueira e Jean Fercondini – além de Tuca Andrada, que saiu em novembro.[13]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Após tomar o elixir da juventude e voltar a ter 30 anos para escapar da prisão, Drª Julia (Ittala Nandi) passa a comandar o laboratório sob o nome de Juli (Babi Xavier), dizendo que era assistente da médica. A existência dos mutantes toma conhecimento público e o DEPECOM (Departamento de Pesquisa e Controle dos Mutante) intervém para controla-los, porém a organização é rachada entre os delegados Fredo (Petrônio Gontijo), que deseja o encarceramento dos seres, e Marta (Mirian Freeland), que acredita na convivência pacífica. Quando um é abduzido e a outra morta, assume o departamento Ferraz (Juan Alba), que promove uma "caça às bruxas". Ao herdar a fortuna de seu pai biológico, Maria (Bianca Rinaldi) funda na mansão Mayer a Liga do Bem para recrutar mutantes de boa índole junto com Marcelo (Leonardo Vieira), o grande amor de sua vida, além de Toni (Paulo Nigro), Noé (Fernando Pavão), Tati (Letícia Medina), Leonor (Lígia Fagundes) e Janete (Liliana Castro), que tem uma visão que duas crianças escolhidas devem ser salvas do mal.

A principal rival da liga é Samira (Bianca Rinaldi), mutante violenta criada a partir do DNA de Maria e enviada por Juli para acabar com a rival, sendo tão poderosa quanto ela, embora seja mais bem treinada e bem desenvolvida. Gór (Julianne Trevisol) funda a Liga Bandida contra a Liga do Bem, junto com outros seres perigosos, como Metamorfo (Sacha Bali), Draco (Rômulo Estrela), Telê (Rômulo Neto), Meduso (Allan Souza Lima), Vlado (Daniel Aguiar), Lino (Mário Frias) e Bianca (Nanda Ziegler). Detetive da DEPECOM, Nati (Maytê Piragibe) investigava o misterioso Valente (Marcos Pitombo) – que ninguém imagina que veio do futuro para impedir a destruição dos humanos e mutantes por reptilianos – porém os dois acabam se apaixonando e vivendo um romance proibido. Após se tornar uma vampira, Nati passa a ser perseguida pelo departamento pelo qual trabalhava e se alia a Liga do Bem. Já na Ilha do Arraial diversos mutantes escapam do laboratório e passam a se enfrentar, entre eles Luna (Paloma Bernardi), Cris (Maurício Ribeiro), Iara (Suyane Moreira), Perpétua (Pathy Dejesus), Fúria (Karen Junqueira) e Scorpio (José Loreto).

Guiga (Eduardo Lago) tem que lidar com o retorno de sua ex-esposa, Viviane (Flávia Monteiro), uma mulher arrogante e que voltou querendo a guarda dos filhos, Eugênio (Pedro Malta), Ângela (Júlia Maggessi) e Clara (Shaila Arsene), para tentar reprimir seus poderes e fazê-los se comportar como crianças comuns, além de desprezar Érica (Andréa Avancini) por ter criado-os. Batista (Taumaturgo Ferreira) também é surpreendido com a aparição da ex-mulher, Sandra (Cláudia Alencar), que lhe revela ter indo embora grávida dele e lhe apresenta o filho, Tarso (Pedro Nercessian). Com a reaproximação, os dois acabam revivendo o romance, desagradando João (Raul Gazolla), com quem Sandra foi casada nos últimos 16 anos. Em certo momento o elixir da juventude se esgota e Drª Julia retorna a sua aparência original, revelando que estava por trás dos ataques de Samira e da Liga Bandida, além de se unir com os reptilianos.

Exibição[editar | editar código-fonte]

Inicialmente exibida de segunda-feira a sábado, Os Mutantes tiveram os capítulos de sábado abolidos a partir de 15 de novembro, quando passou-se a exibir no horário um compacto com os melhores momentos da semana, porém, um mês depois, voltaram ao normal após reclamações do público.[14] No um mês em que foi exibido, o compacto tinha uma audiência média de 10 pontos.[15]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Bianca Rinaldi Maria Beatriz dos Santos Luz Mayer
Samira Mayer
Leonardo Vieira Marcelo Duarte Montenegro
Ittala Nandi Drª. Júlia Zaccarias / Juli di Trevi
Babi Xavier
Julianne Trevisol Górgona Mayer (Gór)
Maytê Piragibe Detetive Natália Palmieri (Nati)
Marcos Pitombo José da Silva Valente (Valente)
Juan Alba Delegado Átila Ferraz (Ferraz)
Tuca Andrada Eric Fusilli
Letícia Medina Tatiana Montenegro (Tati)
Cássio Ramos Valfredo Pachola (Vavá / Menino-Lobo)
Pedro Malta Eugênio Menezes Figueira (Geninho)
Júlia Maggessi Ângela Menezes Figueira (Anjinha)
Shaila Arsene Clara Menezes Figueira (Clarinha)
Flávia Monteiro Viviane Menezes Figueira (Vivi)
Eduardo Lago Guilherme Menezes Figueira (Guiga)
Andréa Avancini Érica Ramos
Sacha Bali Matheus Morpheus Mayer (Metamorfo)
Rômulo Estrela Adriano Valentin (Draco)
Rômulo Neto Telê Ribeiras
Allan Souza Lima Marcos Médici (Meduso)
Daniel Aguiar Vladmir Pereira (Vlado)
Juliana Xavier Ágata Magalhães
Sérgio Malheiros Áquiles Magalhães
Liliana Castro Janete Fontes Martinelli
Paulo Nigro Antônio Mayer (Toni)
Fernando Pavão Noel Machado (Noé)
Felipe Folgosi Roberto Duarte Montenegro (Beto)
Taumaturgo Ferreira Tarcísio Batista (Batista)
Cláudia Alencar Sandra Gisa de Albuquerque Andrade
Raul Gazolla João Ricardo de Albuquerque Andrade
Patrycia Travassos Irma Mayer
André de Biase Aristóteles Mayer (Ari)
José Dumont Teófilo Magalhães (Téo)
André Mattos Paulo Pachola (Pachola)
Rafaela Mandelli Regina Mayer
Giselle Policarpo Cléo Mayer
Cláudio Heinrich Danilo Mayer (Danilinho)
Cássio Scapin César Rubicão
Rocco Pitanga Armando Carvalho (Carvalho)
Jorge Pontual Felipe Matoso
Lígia Fagundes Leonor Figueira
Mário Frias Lino Rodrigues
Nanda Ziegler Bianca Fischer (Bibi)
Fafá de Belém Ana Gabriela dos Santos Luz
Perfeito Fortuna Pepe dos Santos Luz
André Segatti Ernesto Justo
Lana Rodes Esmeralda Nascimento
Jonathan Haagensen Detetive Miguel Ângelo
Carolina Holanda Drª. Gabriela de Souza
Paloma Bernardi Luna Reis
Pedro Nercessian Tarso de Albuquerque Andrade
Thiago Gagliasso Gaspar
Maurício Ribeiro Cristiano Pena (Cris)
Suyane Moreira Iara
Théo Becker Fernando Biavatti (Cobra)
Pathy Dejesus Perpétua Salvador (Mulher-Élétrica)
Louise D'Tuani Ísis de Almeida (Mulher-Invisível)
José Loreto Scorpio
Helder Agostini Demétrio Dantas (Homem-Macaco)
Karen Junqueira Fúria
Guilherme Trajano Dino Malafatti
Diego Cristo Hélio
Java Mayan Joca
Bernardo Castro Alves Rico
Fausto Maule Lupo
Helena Xavier Simone dos Santos
Marina Miranda Marisa Gama
Roberta Valente Detetive Claudia
Milena Ferrari Detetive Aline Reis
Paula Palmieri Detetive Hiromi San
Natasha Haydt Paola Riccete

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Gabriel Braga Nunes Sigismundo Taveira (Taveira)
Petrônio Gontijo Delegado Fredo Cavalcanti
Mirian Freeland Delegada Marta Pureza
Angelina Muniz Cassandra Fontes Martinelli
Thaís Fersoza Célia de Souza (Celinha)
Carla Regina Rainha Formiga
Diogo Oliveira Formigão
Jean Fercondini Lucas Fontes Martinelli
Fernanda Nobre Lucia Mayer (Lucinha)
Maria Ceiça Rosana Magalhães
Nathália Guimarães Ariadne Oliveira (Mulher-Aranha)
Myrian Pérsia Mariana Mayer
Lucci Ferreira Detetive Rodolfo Guedes
Ingra Liberato Rainha Sibila
Victor Wagner Rei Adamastor
Élcio Monteze Príncipe Melquior
Andréa Leal Rosa Encarnada
Gabriel Azevedo Stoker
Cláudio Andrade Heraldo
Lance Henriksen Dr. Christian Walker
Antônio Pitanga Nilton Carvalho Pinto (Nil)
Sebastião Vasconcelos Mauro Fontes
Rogério Fabiano Ezequiel / Emmanuel Gottardo
Karen Marinho Magda
Déo Garcez Bené
Nill Marcondes Breno
Tina Kara Valquíria
Jonas Torres Electron
Carolina Magalhães Carol
Larissa Vereza Antônia
Lívia de Bueno Joana
Augusto Vargas Meta-Novo
Lívia Rossy Ceres
Nina Morena Zaíra (Mulher-Zumbi)
Zulma Mercadante Pisadeira
Marcos Suhre Homem-Gelo
Arthus Lopes Luciano
Felipe Adler Pesadelo
Gabriel Canela Curupira
Mariana Mamoré Juno
Gabriel Mazola Lúcio
Paulo Reis Comandante Kídor
Marcelo Reis Bram
Sabrina Rosa Gislaine
Ana Varanda Pati
Victor Ferreira Fog
Jean Beppe Tufão
Daniel Kallon Multi
Rogério Barros Papa-Figo
Marcelo Ferreira Sansão
Camila Gueber Fabiana
Renata Paschoal Nadir
Wanda Grandi Mulher-Gato
Ro Santana Machadona / Vampirona
Danilo Sacramento Quim
Jonathan Nogueira Paglia
Ulisses Silveira Nosferatu
André Santinho Tarântula

Música[editar | editar código-fonte]

Os Mutantes
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 23 de junho de 2008
Gênero(s)
Duração 40:02
Idioma(s) Português
Formato(s)
Gravadora(s) Record Music

A trilha sonora de Os Mutantes foi lançada em 23 de junho de 2008 e teve Bianca Rinaldi na capa caracterizada como as rivais Maria e Samira.[16]

Lista de faixas
N.º TítuloMúsicaPersonagem-tema Duração
1. "Planeta Sonho"  14 Bis e Milton NascimentoAbertura 4:46
2. "Show That Girl"  Lais YasminGór 3:06
3. "Barcelona"  Paula TollerMaria e Marcelo 3:42
4. "O Astronauta de Mármore"  Nenhum de NósGeral 3:36
5. "Depressa"  TNT e Théo BeckerGeral 4:03
6. "Reencontro"  Rosanah Fienngo e Rodrigo FaroLuna e Tarso 2:23
7. "Sonho de Ícaro"  Ricky VallenCrianças 3:44
8. "Rosa Dos Ventos"  Chico BuarqueLiga do Bem 4:32
9. "Bilhete"  Ivan LinsGuiga e Érica 3:42
10. "João e Maria"  Chico BuarqueEugênio e Ágata 3:31
11. "Mutantes Depois"  Os MutantesLiga Bandida 3:43
12. "Está em Suas Mãos"  Alexandre LeãoGeral 4:50
13. "Quem Sabe Um Dia a Gente Se Vê"  Donna LollaNati e Valente 3:28
14. "Dúvida"  Elba RamalhoJanete e Toni 4:09
Duração total:
57:22

Audiência[editar | editar código-fonte]

Os Mutantes estreou com 24 pontos e picos de 27, sendo a maior audiência em um primeiro capítulo de novelas das RecordTV em todos os tempos.[17] A estreia ficou apenas à 8 pontos de A Favorita, na Rede Globo, que marcou 32.[18] Segundo a imprensa, o sucesso de Os Mutantes foi responsável por fazer a novela da concorrência não atingir índices acima dos 50 pontos, como ocorriam com as antecessoras.[19] A pior média foi registrada no dia 16 de janeiro, quando atingiu apenas 8 pontos.[20] Seu último capítulo marcou uma média de 16 pontos.[21] Teve média geral de 14,3 pontos, a terceira maior da RecordTV, atrás apenas de Prova de Amor com 17 e A Escrava Isaura com 15 – também novelas de Tiago Santiago.[22]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref.
2008 Prêmio Extra de Televisão Melhor Maquiagem Os Mutantes Venceu [23]
Melhor Novela Indicado
Atriz Revelação Julianne Trevisol
Melhor Ator/Atriz Mirim Júlia Maggessi
Prêmio Quem Revelação Julianne Trevisol
Melhor Autor Tiago Santiago
2009 Prêmio Contigo! Melhor Novela ou Minissérie Os Mutantes [24]
Melhor Atriz Bianca Rinaldi
Melhor Ator Leonardo Vieira
Atriz Revelação Nathália Guimarães
Ator Revelação Rômulo Estrela
Marcos Pitombo
Melhor Atriz Infantil Júlia Maggessi
Shaila Arsene
Melhor Ator Infantil Pedro Malta
Cássio Ramos
Melhor Autor Tiago Santiago
Melhor Diretor Alexandre Avancini

Referências

  1. «The Mutants». Record TV Network. Consultado em 6 de julho de 2014. Arquivado do original em 18 de abril de 2014 
  2. «Record revela detalhes da trama de 'Os mutantes - caminhos do coração'». O Globo. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  3. «Bianca Rinaldi vira mutante vilã na nova fase da novela Caminhos do Coração». O Globo. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  4. «Record troca terroristas por fusão de "Machos" com "Lobas"». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  5. Jorge Brasil (19 de março de 2008). «Record confirma 2.ª temporada de 'Caminhos do Coração'». diversao.terra.com.br 
  6. «"Os Mutantes", nova fase de "Caminhos do Coração", estréia na terça». Folha Online. 1 de junho de 2008 
  7. Jorge Brasil (10 de abril de 2008). «Caminhos do Coração – Parte II». mdemulher.abril.com.br 
  8. «Continuação de 'Caminhos do coração' terá mais mutantes». O Globo. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  9. a b c «BATE-PAPO COM TIAGO SANTIAGO - 03/06/2008 ÀS 17H00». UOL. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  10. Luana Borges (29 de agosto de 2008). «Em batalha mortal, personagem de Natália Guimarães se despede de "Os Mutantes"». Canal Zap - UOL. Consultado em 23 de novembro de 2008 
  11. «"Os Mutantes": Marcelo lembra do rosto de Maria; o que rola de 23 a 28/6». UOL. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  12. «Gabriel Braga Nunes vibra com a dubiedade de Castellamare». Terra. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  13. a b «Há oito anos, terminava a novela Poder Paralelo». Observatório da Televisão. Consultado em 9 de novembro de 2019 
  14. «Melhores momentos de "Os Mutantes" terá reprise aos sábados». RecordTV. De de 2008. Consultado em 22 de novembro de 2008. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2008  Verifique data em: |data= (ajuda)
  15. «RECORD: AUDIÊNCIAS». MaxPress. 17 de novembro de 2008. Consultado em 22 de novembro de 2008. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2008 
  16. «Os Mutantes 2ª fase trilha sonora». Teledramaturgia. Consultado em 10 de novembro de 2019 
  17. «Record On-Line: "Os Mutantes" faz 27 pontos na estreia». RecordTV. 5 de junho de 2008. Consultado em 22 de novembro de 2008. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2008 
  18. «Record assusta Rede Globo». O Tempo. Consultado em 11 de novembro de 2019 
  19. «No fim, "Favorita" deixa a lanterna no Ibope». Folha de S.Paulo. Consultado em 11 de novembro de 2019 
  20. «RECORD: AUDIÊNCIAS». O Globo. 16 de janeiro de 2009. Consultado em 21 de janeiro de 2009 
  21. «RECORD: AUDIÊNCIAS». O Globo. 23 de março de 2009. Consultado em 23 de março de 2009 
  22. «Baixa audiência, novos formatos e poucas novidades marcaram a TV em 2008». UOL. Consultado em 11 de novembro de 2019 
  23. «Ganhadores do Prêmio Extra de TV 2008». Extra. Consultado em 9 de junho de 2018 
  24. Patrícia Teixeira (4 de maio de 2010). «Estrelas da TV agitam o Prêmio Contigo, no Copacabana Palace». O Fuxico. Consultado em 27 de setembro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]