Filipe I de Parma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Príncipe Filipe.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Filipe I
Infante de Espanha
Duque de Parma, Placência e Guastalla
Reinado 18 de outubro de 1748
a 18 de julho de 1765
Antecessor(a) Carlos VI do Sacro Império Romano-Germânico
Sucessor(a) Fernando I de Parma
 
Esposa Luísa Isabel de França
Descendência Isabel de Parma
Fernando I de Parma
Maria Luísa de Parma
Casa Bourbon-Parma
Nascimento 15 de março de 1720
Real Alcázar de Madrid, Madrid, Espanha
Morte 18 de julho de 1765 (45 anos)
Alexandria, Piemonte, Parma e Placência
Pai Filipe V de Espanha
Mãe Isabel Farnésio
Assinatura Assinatura de Filipe I
Brasão

Filipe, Duque de Parma (Madrid, 15 de março de 1720  — Alexandria do Piemonte, 18 de julho de 1765) foi duque de Parma, Placência e Guastalla de 1748 a 1765. Era o quarto filho (terceiro varão) de Filipe V de Espanha e de Isabel Farnésio.

A sua mãe, Isabel, provinha da família Farnésio, dinastia que, desde o século XVI governara o Ducado de Parma e Placência, no vale do rio Pó. Durante a Guerra da Sucessão da Áustria, em 1741, Filipe comanda o exército espanhol que interveio em Itália (1741). Pelo Tratado de Aquisgrão, de 1748, os ducados de Parma e Placência (de que seu irmão, don Carlos já havia sido titular) são-lhe cedidos pela imperatriz Maria Teresa.

Assim, Filipe converte-se no novo soberano de Parma, dando início à Casa de Bourbon-Parma, ramo mais novo dos Bourbon de Espanha.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Em 25 de outubro de 1739 Filipe contraiu casamento com Luísa Isabel de França, filha de Luis XV, en Alcalá de Henares. Deste casamento nasceram:

Na sua morte, sucedeu-lhe o filho Fernando que reinou de 1765 a 1802.

Ascendência[editar | editar código-fonte]

Pais Avós Bisavós Trisavós
Filipe I de Parma Filipe V de Espanha Luís, Grande Delfim de França Luís XIV de França Luís XIII de França
Ana de Áustria
Maria Teresa de Áustria Filipe IV de Espanha
Isabel de Bourbon, Rainha da Espanha
Maria Ana Vitória de Baviera Fernando Maria, Eleitor da Baviera Maximiliano I, Eleitor da Baviera
Maria Ana de Áustria
Henriqueta Adelaide de Saboia Vítor Amadeu I, Duque de Saboia
Cristina da França
Isabel Farnésio Eduardo II Farnésio Rainúncio II Farnésio Eduardo I Farnésio
Margarida de Médicis
Isabel d'Este Francisco I de Módena
Maria Catarina Farnésio
Doroteia Sofia de Neuburgo Filipe Guilherme de Neuburgo Wolfgang Guilherme do Palatinado-Neuburgo
Madalena da Baviera
Isabel Amália de Hesse-Darmstadt Jorge II, Conde de Hesse-Darmstadt
Sofia Leonor da Saxónia
Precedido por
Maria Teresa da Áustria
Duque de Parma, Placência e Guastalla
1748-1765
Ducal Coat of Arms of Parma (1748-1802).svg
Sucedido por
Fernando I