Isabel de Bourbon, Rainha da Espanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Isabel
Madame Real
Retrato por Diego Velázquez, 1632
Rainha Consorte da Espanha
Reinado 31 de março de 1621
a 6 de outubro de 1644
Predecessora Margarida da Áustria
Sucessora Maria Ana da Áustria
Rainha Consorte de Portugal e Algarves
Reinado 31 de março de 1621
a 1 de dezembro de 1640
Predecessora Margarida da Áustria
Sucessora Luísa de Gusmão
 
Marido Filipe IV da Espanha
Descendência Baltasar Carlos, Príncipe das Astúrias
Maria Teresa da Espanha
Casa Bourbon (por nascimento)
Habsburgo (por casamento)
Nascimento 22 de novembro de 1602
Palácio de Fontainebleau, Fontainebleau, França
Morte 6 de outubro de 1644 (41 anos)
Real Alcázar de Madrid, Madrid, Espanha
Sepultamento Mosteiro e Sítio do Escorial, San Lorenzo de El Escorial, Espanha
Pai Henrique IV da França
Mãe Maria de Médici

Isabel (em francês: Élisabeth; Fontainebleau, 22 de novembro de 1602Madrid, 6 de outubro de 1644) foi a primeira esposa do rei Filipe IV e Rainha Consorte da Espanha de 1621 até sua morte, e também Rainha Consorte de Portugal e Algarves entre 1621 e 1640. Era a filha mais velha do rei Henrique IV da França e sua segunda esposa Maria de Médici.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Desde antes de 1610, a rainha Maria de Médici queria casar seu delfim com Ana, filha de Felipe III, e Isabel com Felipe IV, num duplo casório, prenda de paz e amizade entre a Espanha e França, à condição de as duas renunciarem a seus direitos ao trono.

Isabel casou por poderes em Bordéus em 25 de novembro de 1615 com Filipe, herdeiro do trono de Espanha e Portugal. A entrega da princesa se deu em 19 de novembro de 1615 na Ilha dos Faisões, sendo Isabel entregue pelo Duque de Guise, enquanto os espanhóis entregavam a infanta Ana d´Áustria para se casar com Luís XIII.

Isabel era irmã de Luís XIII, filhos de Henrique IV de França (1553-1610), o grande, e de Maria de Médici (1573-1642). De seu casamento nasceram seis filhas e dois filhos.

Na Espanha[editar | editar código-fonte]

Isabel era alegre, formosa, aficionada ao teatro, festas, mecenato, um pouco frívola diante do incorrigível donjuanismo do rei. Durante a sua estadia na corte espanhola, Rubia ficou conhecida pela grande influência que tinha no seu marido, o rei Filipe IV. Politicamente, assimilou a missão de rainha da Espanha, cujo triunfo desejava a todo momento. Ostentou a regência da monarquia espanhola durante a Guerra de Catalunha. Animou a luta na fronteira por e na Catalunha, contribuindo para a formação do exército. Em sua política, foi partidária, com o Duque de Nochera e contra o Duque de Olivares, de uma retirada honrosa na Guerra de Catalunha.

Teve sempre aversão pela política desastrosa do Duque de Olivares, e depois de 1 de dezembro de 1640, quando Portugal se libertou do domínio espanhol, a rainha obteve a destituição do ministro em janeiro de 1643, apesar de ter em sua esposa a inseparável dama de companhia. Foi sempre uma rainha ativa, ou seja, participava nas reuniões de Estado. Durante a sua estadia na corte espanhola, Isabel ficou conhecida pela grande influência que tinha sobre seu marido. Juan de Tassis y Peralba, Conde de Villamediana, apaixonou-se por ela. Porém, este não foi o motivo da rivalidade do conde com o rei, pois Villamediana teria se limitado a cortejar a rainha à distância.

Isabel de Bourbon faleceu em 1644, com apenas 41 anos, de causas naturais. O rei Filipe IV não teve coragem para ver o cadáver da esposa, que foi fiel a seus deveres como rainha.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Do casamento com Felipe IV teve oito filhos:

  • Maria Margarida (14 de Agosto de 1621 - 15 de Agosto de 1621)
  • Margarida Maria Catarina (25 de Novembro de 1623 - 22 de Dezembro de 1623)
  • Maria Eugénia (21 de Novembro de 1625 - 21 de Julho de 1627)
  • Isabel Maria Teresa (31 de Outubro de 1627 - 1 de Novembro de 1627)
  • Baltazar Carlos (17 de Outubro de 1629 - 9 de Março de 1646)
  • Francisco Fernando (12 de Março de 1634 - 12 de Março de 1634)
  • Maria Ana Antonia (17 de Janeiro de 1636 - 5 de Dezembro de 1636)
  • Maria Teresa de Espanha (20 de Setembro de 1638 - 30 de Julho de 1683), casada com Luís XIV, rei de França.


Isabel da França
Casa de Bourbon
Ramo da Casa de Capeto
22 de novembro de 1602 – 6 de outubro de 1644
Precedida por
Margarida da Áustria
Coat of Arms of Elisabeth of France (1602-1644), Queen Consort of Spain.svg
Rainha Consorte da Espanha
31 de março de 1621 – 6 de outubro de 1644
Sucedida por
Maria Ana da Áustria
Rainha Consorte de Portugal e Algarves
31 de março de 1621 – 1 de dezembro de 1640
Sucedida por
Luísa de Gusmão


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Isabel de Bourbon, Rainha da Espanha
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.