Casa de Saxe-Coburgo-Gota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Casa de Saxe-Coburgo-Gota
Haus Sachsen-Coburg und Gota (em alemão)
House of Saxe-Coburg and Gotha (em inglês)
Brasão de armas da casa de Saxe-Coburgo-Gota
Estado Saxe-Coburgo-Gota
 Bélgica
 Reino Unido
 Índia
 Portugal
Título Duque de Saxe-Coburgo-Gota
Rei dos Belgas
Rei do Reino Unido
Rei de Portugal
Imperador da Índia
Origem
Fundador Ernesto I de Saxe-Coburgo-Gota
Fundação 1826
Casa originária Wettin
Soberania
Pretendente André, Príncipe de Saxe-Coburgo-Gota
Linhagem secundária
Windsor (Saxe-Coburgo-Gota)
Saxe-Coburgo-Gota-Koháry
Bragança-Saxe-Coburgo-Gota

A casa de Saxônia, Coburgo e Gota, mais conhecida como casa de Saxe-Coburgo-Gota (em alemão Haus Sachsen-Coburgo und Gotha), é uma casa real e dinastia alemã, sendo a linha do saxônica da casa de Wettin que governou os ducados ernestinos (ducados governados por membro da dinastia descendentes de Ernesto, eleitor da Saxônia, incluindo o ducado de Saxe-Coburgo-Gota.

Fundada por Ernesto Antônio, o sexto duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld, é a casa real e dinastia de várias monarquias europeias, reinando atualmente na Bélgica através dos descendentes de Leopoldo Jorge e no Reino Unido (e nos outros reinos da Comunidade das Nações), através dos descendentes do príncipe Alberto. Devido ao sentimento anti-alemão no Reino Unido durante a Primeira Guerra Mundial, Jorge V mudou o nome de seu ramo de Saxe-Coburgo-Gota para Windsor em 1917. O mesmo aconteceu na Bélgica, onde foi alterado para van België (em neerlandês) ou de Belgique (em francês).

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro duque de Saxe-Coburgo-Gota foi Ernesto I, que reinou de 1826 até sua morte em 1844. Ele já havia sido duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld (como Ernesto III) de 1806 até o ducado ser reorganizado em 1826. O irmão mais novo de Ernesto, Leopoldo Jorge, tornou-se rei dos belgas em 1831, e seus descendentes formam um dinastia de chefes de estado da Bélgica até os dias atuais. A única filha de Leopoldo, a princesa Carlota da Bélgica, foi a consorte de Maximiliano I do México. O príncipe Fernando de Saxe-Coburgo-Gota, sobrinho de Ernesto, casou com a rainha D. Maria II de Portugal, e os seus descendentes continuaram a governar o Reino de Portugal até 1910.

O segundo filho de Ernesto I, o príncipe Alberto, casou-se com a rainha Vitória, em 1840, sendo portanto o progenitor da atual dinastia e família real do Reino Unido, chamada Windsor desde 1917. Em 1826, um ramo cadete da casa herdou o principado húngaro Koháry, e se converteu ao catolicismo romano. Seus membros conseguiram casar com uma princesa imperial do Brasil, uma arquiduquesa da Áustria, uma princesa real francesa, uma princesa real da Bélgica e uma princesa real da Saxônia. Um descendente deste ramo, Fernando Maximiliano, tornou-se o príncipe, e, em seguida, o czar da Bulgária, e seus descendentes continuaram a governar-lá até 1946.

A casa ducal consistiu de todos os descendentes de linha masculina do duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld João Ernesto IV, legitimamente nascidos de um de seus dois casamento.

Havia duas residências oficiais, em Gota e Coburgo. Portanto, toda a corte ducal tinha que se mudar duas vezes por ano: de Gota para Coburgo no verão e de Coburgo pata Gota no inverno.[1] Para a corte, dois prédios quase idênticos foram construídos em 1840: em Gota (destruído na Segunda Guerra Mundial) e em Coburgo (agora o Teatro Estadual de Coburgo). Além dos castelos residenciais, havia o Friedenstein em Gota e o Ehrenburg, em Coburgo. A família ducal também usou o Schloss Reinhardsbrunn em Gota, bem como os castelos Rosenau e Callenberg em Coburgo e o castelo de Greinburg, em Grein, Áustria.

Dinastias da casa de Saxe-Coburgo-Gota[editar | editar código-fonte]

Todos os ramos da casa de Saxe-Coburgo-Gota (o ramo britânico (que depois tornou-se o principal), o belga e o que converteu-se ao catolicismo romano, formando a casa de Koháry) descendiam do duque Francisco Frederico de Saxe-Coburgo-Saalfeld. Todos os soberanos estão com o nome em negrito e com uma coroa dourada (rei) ou bronze (duque) na frente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Janet Robinson e Joe Robinson, Handbook of Imperial Germany (Bloomington, Indiana: AuthorHouse, 2009), p. 87

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Casa de Saxe-Coburgo-Gota


Precedido por
Casa de Hanôver
Royal Coat of Arms of the United Kingdom.svg
Casa real e dinastia do Reino Unido

1901 - 1917
Sucedido por
Casa de Windsor
Precedido por
-
Great coat of arms of Belgium.svg
Casa real e dinastia da Bélgica

1831 - presente
Sucedido por
-
Precedido por
Casa de Battenberg
Coat of arms of Bulgaria (1927-1946).svg
Casa real e dinastia da Bulgária

1887 - 1946
Sucedido por
-
Precedido por
Casa de Bragança
Bragance-Saxe-Coburg-Gotha.png
Casa real e dinastia de Portugal

1836 - 1910
Sucedido por
Implantação da República Portuguesa