Isabel, Duquesa de Brabante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde junho de 2012)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Isabel
Duquesa de Brabante
 
Casa Real Saxe-Coburgo-Gota
Nome completo
Isabel Teresa Maria Helena
Nascimento 25 de outubro de 2001 (14 anos)
Hospital Erasmo, Anderlecht, Bélgica
Pai Filipe da Bélgica
Mãe Matilde d'Udekem d'Acoz

Isabel Teresa Maria Helena (Anderlecht, 25 de outubro de 2001) é a filha mais velha do rei Filipe da Bélgica e de sua esposa a rainha Matilde, sendo a herdeira aparente ao trono do Reino da Bélgica. Isabel possui três irmãos mais novos, os príncipes Gabriel e Emanuel, e uma irmã mais nova, a princesa Leonor.

Nascimento[editar | editar código-fonte]

A princesa Isabel nasceu no dia 25 de outubro de 2001, às 21h58 (horário local), no Hospital Erasmus, em Anderlecht, uma cidade próxima de Bruxelas, sendo a filha do então Filipe, Duque de Brabante, e sua esposa, Matilde.

Isabel foi batizada no Castelo Real de Ciergnon, no dia 9 de dezembro, pelo cardeal Godfried Danneels, o Arquidiocese de Malinas-Bruxelas. Na cerimônia, estiveram presentes amigos e familiares de seus pais, incluindo representantes de outras Casas Reais.

Seus padrinhos foram: seu primo paterno, Amadeu da Bélgica, Arquiduque da Áustria-Este, seu primo paterno; e a condessa Hélène d'Udekem d'Acoz, sua tia materna.

Educação[editar | editar código-fonte]

Em 2005, a princesa Isabel ingressou na escola pública de Saint-Jan Berchmans, em Bruxelas, onde estuda as línguas oficiais da Bélgica: flamengo, francês e alemão. Todos os anos os seus pais acompanham ela e seus irmãos no primeiro dia de aula.[1]

Em 1991, a lei sálica foi extinta na Bélgica, conferindo plenos direitos sucessórios às princesas da Bélgica e aos seus descendentes. Como filha primogênita do rei, Isabel detém o título de Duquesa de Brabante e ocupa o primeiro lugar na linha de sucessão, e é esperado que eventualmente se torne a primeira mulher a ocupar o trono belga.

Isabel é criativa e gosta de desenho e leitura. Ela toca piano e frequenta aulas de balé. Gosta de praticar os seguintes esportes: ciclismo, ténis, natação, esqui e vela.

Funções e deveres reais[editar | editar código-fonte]

Apesar de não ser esperado que a princesa Isabel da Bélgica assuma deveres oficiais antes de completar 18 anos, ela tem sido preparada, aos poucos, para suas funções. Em 2014, aos 13 anos, ela fez seu primeiro discurso oficial, num evento alusivo à Primeira Guerra Mundial. [2]

Títulos e estilos[editar | editar código-fonte]

  • 25 de outubro de 2001 - 21 de julho de 2013: "Sua Alteza Real, princesa Isabel da Bélgica."
  • 21 de julho de 2013 - presente: "Sua Alteza Real a Duquesa de Brabante"

Seus títulos completos são: "Sua Alteza Real, Isabel Teresa Maria Helena, Princesa da Bélgica, Duquesa de Brabante"

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências