Dinastia Cabelo Belo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cabelo Belo
País:  Noruega
Dinastia de origem: Ynglingeætten
Títulos: Rei da Noruega
Fundador: Haroldo Cabelo Belo
Último soberano: Olavo IV Håkonsson
Ano de fundação: 865
Ano de dissolução: 1387
Etnia: noruegueses
Linhagem secundária: Casa de Gille
Casa de Hardrada
Casa de Sverre

Cabelo Belo (Hårfagreætta em nórdico antigo) foi uma dinastia familiar de reis da Noruega,[1] muito influente durante a Era viking e que deu origem a uma desmedida reivindicação de herdeiros que proclamavam ser descendentes de Haroldo Cabelo Belo (Harald Hårfagre) que segundo Snorri Sturluson foi o unificador do reino norueguês sob uma única coroa.[2] Snorri menciona que o rei Haroldo procedia da dinastia Ynglingeætten de Upsala, cujos descendentes vagaram pela Escandinávia e cruzaram as fronteiras norueguesas; os primeiros ancestrais de Haroldo eram associados ao Reino de Vestfold.

Segundo a investigação do historiador Claus Krag, houve apenas três gerações da dinastia no poder. Depois da morte de Haroldo em 931, a dinastia se manteve durante quarenta anos, os jarls de Lade também durante outros quarenta anos e um ramo de reis dinamarqueses (muitas vezes, compartilhando com os jarls de Lade) outros tantos.[3] Os reis que posteriormente quiseram relacionar sua família com Haroldo para dar legitimidade a suas reivindicações não tem fundamento e provavelmente foi uma invenção; segundo outro historiador, Kåre Lunden, essas estratégias não eram exceções durante a Idade Média, pois era uma forma de "eleger partido político, como na atualidade". Especialmente notável e falsa foi a reivindicação de Sverre Sigurdsson.

A reivindicação sobre a herança do clã e o trono de Noruega finaliza em 1319.[4]Entretanto, com a posterioridade o último rei que proclamou ser descendente de Haroldo Cabelo Belo foi Olavo IV da Noruega (Olavo II da Dinamarca) (m. 1387).

Referências

  1. Aarbok Romerike Historielag, 1956, p. 37.
  2. Sørum Herred: Sørum og Frogner sokn på Romerike, Vol. 1, A. W. Brøggers boktr., 1942, pp. 97, 105.
  3. Krag, Claus (1989) Norge som odel i Harald Hårfagres ætt. Et møte med en gjenganger, Historisk Tidsskrift, pp. 288-302 (en noruego)
  4. Frå Fjon til Fusa, 1982, p. 50.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]