Forças Armadas do Irã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Forças Armadas da República Islâmica do Irã
نیروهای مسلح جمهوری اسلامی ایران
Seal of the General Staff of the Armed Forces of the Islamic Republic of Iran.svg
País  Irão
Fundação 1923 (uma força militar permanente)
Forma atual 1980
Ramos Seal of the Islamic Republic of Iran Army.svg Exército

Seal of the Islamic Republic of Iran Air Force.svg Força Aérea
Seal of the Islamic Republic of Iran Navy.svg Marinha

Seal of the Army of the Guardians of the Islamic Revolution.svg IRGC

Sede(s) Teerã
Lideranças
Comandante em chefe Sayyid Ali Khamenei
Comandante do Exército Ataollah Salehi
Pessoal ativo 550 000[1] (8ªº maior)
Pessoal na reserva 1 800 000
Despesas
Orçamento USD $10,241 bilhões (2012)
Percentual do PIB 1,8% (2012)
Indústria
Fornecedores estrangeiros  Rússia
 China
 Cuba
 Bielorrússia
Coreia do Norte
 Síria
 Ucrânia
 Armênia
 Turquia
 Índia
 Venezuela
Militares das forças especiais iranianas.

As Forças Armadas da República Islâmica do Irã (em persa: نيروهای مسلح جمهوری اسلامی ايران) são a principal força de defesa iraniana, que incluem um Exército (ارتش جمهوری اسلامی ایران), os chamados Guardiães da Revolução (سپاه پاسداران انقلاب اسلامی) e as demais forças de segurança (نيروی انتظامی جمهوری اسلامی ایران).[2]

Atualmente com um total de 545 000 militares ativos. Todos os seus braços e ramos estão sob comando do quartel-general em Teerã (ستاد کل نیروهای مسلح).[3]

Segundo o Comando Central dos Estados Unidos, as forças armadas do Irã é uma das melhores do Oriente Médio, junto com as Forças de Defesa de Israel.[4]

Fotos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "How big is Iran's military?". Página acessada em 7 de outubro de 2014.
  2. "Iran Military Guide". Página acessada em 24 de abril de 2014.
  3. Anthony H. Cordesman, Iran's Military Forces in Transition: Conventional Threats and Weapons of Mass Destruction, ISBN 0-275-96529-5
  4. "Iran Favors Asymmetric Strategy In Joust With US". Página acessada em 24 de abril de 2014.