Frente do Sudeste da Ásia na Segunda Guerra Mundial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma coluna de Chindits cruzando um rio na Birmânia, em 1943.

O teatro de operações da Frente do Sudeste da Ásia na Segunda Guerra Mundial foi o nome dado as campanhas realizadas durante a Guerra do Pacífico na Birmânia, no Ceilão, na Índia, na Tailândia, no Commonwealth das Filipinas, na Indochina, na Malásia e em Singapura. O Império do Japão atacou estes países, começando em setembro de 1940, com o objetivo de tomar posse dos seus recursos naturais, tais como borracha e petróleo. Após o ataque a Pearl Harbor, em 7 de dezembro de 1941, os Estados Unidos entraram na guerra ao lado das potências Europeias. Seguiu-se uma longa série de campanhas, ataques e contra-ofensivas que só terminou a 9 de setembro de 1945, após a rendição do Japão.[1][2]

Referências

  1. Bayly, Christopher; Harper, Tim (2005). Forgotten Armies: The Fall of British Asia, 1941–1945. [S.l.]: Belknap Press 
  2. Bayly, Christopher; Harper, Tim (2007). Forgotten Wars: Freedom and Revolution in Southeast Asia. [S.l.]: Belknap Press. ISBN 0-674-02153-3 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Segunda Guerra Mundial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.