Praia de Juno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Praia de Juno
Desembarques da Normandia e Batalha de Caen
Canadian Soldiers Juno Beach Town.jpg
Forças canadenses desembarcando em Juno, perto de Bernières.
Data 6 de junho de 1944
Local Courseulles, Saint-Aubin e Bernières, no departamento de Calvados
França
Desfecho Vitória dos Aliados
Beligerantes
 Canadá
 Reino Unido
Flag of Free France (1940-1944).svg França Livre
 Noruega
 Alemanha
Comandantes
Reino Unido John Crocker
Canadá Rod Keller
Alemanha Nazi Wilhelm Richter
Forças
1 divisão de infantaria
1 divisão blindada
1 batalhão de comandos
Elementos de uma divisão de infantaria
Baixas
340 mortos
574 feridos
47 capturados
Desconhecidas
Forças canadenses se aproximando da praia Juno, 1944.

A Praia de Juno foi uma das cinco praias onde os Aliados desembarcaram suas tropas na França Ocupada pelos alemães, em 6 de junho de 1944, no contexto da Segunda Guerra Mundial. A praia se estendia de Courseulles, uma vila a leste de Gold, até Saint-Aubin, ao lado da praia de Sword. Tomar Juno era responsabilidade principalmente do exército canadense, com o transporte marítimo, e bombardeios navais sendo feitos por navios das marinhas do Canadá e do Reino Unido, apoiados também por elementos navais da marinha francesa, marinha norueguesa e outras embarcações Aliadas. O objetivos da 3ª divisão de infantaria canadense no Dia-D era cortar a estrada Caen-Bayeux, capturar o aeroporto de Carpiquet a oeste de Caen e formar um link entre as duas praias (de Gold e Sword) tomadas pelos britânicos.[1][2][3]

A praia era defendida por dois batalhões da 716ª Divisão de Infantaria alemão, enquanto elementos da 21.ª Divisão Panzer estavam em Caen.[1]

Duas brigadas da 3ª Divisão Canadense desembarcou nos setores Mike e Nan, se focando em Courseulles, Bernières e Saint-Aubin. O bombardeio naval e aéreo preliminar iria enfraquecer as defesas alemãs nas praias e destruir suas principais armas costeiras. Tanques da 2ª Brigada Blindada canadense deveriam dar apoio terrestre aproximado. Uma vez que as zonas de desembarque estivessem seguras, o plano afirmava que a 9ª Brigada de Infantaria desembarcaria, enquanto os Royal Marines estabeleciam contato com a 3ª Divisão de Infantaria Britânica na Praia de Sword e a 7ª Brigada Canadense deveria se ligar com a 50ª Divisão Britânica na Praia de Gold.[4]

Os desembarques inicias canadenses, a 6 de junho de 1944, enfrentaram pesada resistência dos defensores alemães; o bombardeio preliminar tinha sido menos eficiente do que o antecipado e o tempo ruim durante a primeira onde atrasou as operações. Vários ataques feitos por pequenas companhias conseguiram abrir buracos nas linhas alemãs, mas a um alto preço em vidas. A força dos números, além de apoio coordenado de fogo de artilharia e esquadrões blindados, limparam as defesas costeiras dentro de duas horas após a primeira onda de desembarque. As reservas da 7ª e 8ª Brigadas de infantaria canadense começaram a aportar seus homens as 08:30h (junto com os fuzileiros britânicos), enquanto a 9ª Brigada desembarcou as 11:40h.[5]

O avanço subsequente terra adentro até Carpiquet e a ferrovia CaenBayeux encontraram resultados mistos. A superioridade em números e equipamentos dos Aliados nas praias garantiu a vitória, mas tamanho número de combatentes desembarcando ao mesmo tempo causou congestionamento e atrasou os ataques ao sul. A 7ª Brigada Canadense encontrou mais resistência dos defensores da região antes de conseguirem avançar rumo a sul e fizeram contato com a 50ª Divisão britânica em Creully. Combates violentos também foram reportados em Tailleville, enquanto Carpiquet caiu em 24 horas. A resistência alemã em Saint-Aubin evitou que os fuzileiros britânicos conseguissem fazer contato com as tropas inglesas que desembarcavam na Praia de Sword.[1]

As 21h as operações anglo-canadenses que partiram de Juno foram se detiveram por ordens do comando central, com as forças canadenses conquistando seus objetivos estabelecidos até o fim do primeiro dia de desembarque.[6]

Referências

  1. a b c Ambrose, Stephen E. (1995), D-Day, June 6, 1944, ISBN 0-684-80137-X, New York: Touchstone 
  2. Barris, Ted (2004). Juno. Canadians at D-Day: June 6, 1944. Markham, ON: Thomas Allen Publishers. ISBN 0-88762-133-3
  3. Bercuson, David [1996] (2004). Maple Leaf Against the Axis. Red Deer: Red Deer Press. ISBN 0-88995-305-8.
  4. Copp, Terry (2003). Fields of Fire: The Canadians in Normandy. Toronto: University of Toronto Press. ISBN 0-8020-3730-5
  5. Fowler T. Robert (1994), Valour on Juno Beach: the Canadian Awards for Gallantry, D-Day June 6, 1944, ISBN 978-1-896182-02-5, Burnstone: General Store Publishing House 
  6. Stacey, C. P. (1966) [1960], The Victory Campaign, 1944–1945 (PDF), Official History of the Canadian Army in the Second World War, III, Ottawa: The Queen's Printer, OCLC 317692683, consultado em 3 de junho de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.