Heim ins Reich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Heim ins Reich (Loudspeaker.svg? listen; alemão; "Regresso ao Império" ou "Regresso ao Reich"), é a designação de uma política levada a cabo por Adolf Hitler a partir de 1938. O seu objectivo era convencer os cidadãos de etnia alemã, que viviam fora do Terceiro Reich (p.ex.: na Áustria e nos distritos ocidentais da Polónia), que podiam trazer estas regiões de volta a "casa", para a Grande Alemanha. Incluía regiões cedidas após o Tratado de Versalhes, tal como outras que tivessem populações alemãs em número significativo, como a Região dos Sudetas.

Esta política era gerida pelo VOMI (Hauptamt Volksdeutsche Mittelstelle ou "Gabinete Central dos Alemães Étnicos"). Como parte do NSDAP, tinha a seu cargo todas as questões relaccionadas com o Volksdeutsche issues. Em 1941, o VOMI ficou sob o controlo das Schutzstaffel.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • R.L. Koehl RKFDV: German Resettlement and Population Policy 1939-1945 (Cambridge MA, 1957).
  • Anthony Komjathy and Rebecca Stockwell German Minorities and the Third Reich: Ethnic Germans of East Central Europe between the Wars (New York and London, 1980).
  • Valdis O. Lumans Himmler's Auxiliaries: The Volksdeutsche Mittelstelle and the German National Minorities of Europe, 1933-1945 (Chapel Hill NC and London, 1993).
Ícone de esboço Este artigo sobre história da Alemanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.