Homem da iniquidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escatologia cristã
Diferenças escatológicas
Apocalypse vasnetsov.jpg
Portal do cristianismo

O Homem da iniquidade ou Homem sem Lei (em grego: ἄνθρωπος τῆς ἀνομίας - anthrōpos tēs anomias) é uma pessoa referenciada em 2 Tessalonicenses (2 Tessalonicenses 2:3) e que geralmente é identificada como sendo o Anticristo.

2 Tessalonicenses 2[editar | editar código-fonte]

Anticristo.
Vitral na Igreja de St. Marien, em Frankfurt an der Oder, Alemanha.

Em 2 Tessalonicenses 2:3-10, o "Homem da iniquidade" é descrito como sendo aquele que será revelado antes do Juízo Final. O Codex Sinaiticus e o Codex Vaticanus citam "Homem sem Lei" (no sentido do antinomianismo) e Metzger defende que este é o sentido original.[1] Outros códices, como o Alexandrinus, Boernerianus e o Claromontanus citam "Homem da iniquidade".

Este Homem da iniquidade "se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus" e "se assenta no santuário de Deus, ostentando-se como Deus" (versículo 4). Algo é citado como "detendo-o" (vers. 6) e deixará fazê-lo (vers. 7). "Então será revelado o iníquo" (vers. 8), a quem Jesus destruirá com a "a manifestação da sua vinda".

O Homem da iniquidade também é descrito no versículo 3 como sendo o "filho da perdição", termo que também é utilizado em João 17:12.

Identidade[editar | editar código-fonte]

Quase todos os comentadores bíblicos, antigos e modernos, identificam o Homem da iniquidade de 2 Tessalonicenses como sendo o Anticristo, mesmo que entre eles haja enorme disparidade sobre quem eles enxergam que o Anticristo é.[2] Ele já foi identificado como sendo Calígula,[3] Nero,[4][5] João de Giscala[6] e o próprio Anticristo do fim dos tempos. Alguns acadêmicos defendem que o trecho não contém nenhuma profecia genuína e representa uma especulação do apóstolo, baseada em Daniel 8:23 e Daniel 11:36, além de ideias contemporâneas sobre o Anticristo.[3]

Referências

  1. METZGER, Bruce M. (1994). A Textual Commentary on the Greek New Testament (em inglês). Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft 
  2. Schink, W.F (1991). Lange, Lyle e Albrecht, Jerome G., ed. The Scriptural Doctrine of the Antichrist. Our Great Heritage (em inglês). 3. Milwaukee: Northwestern Publishing house. p. 572 
  3. a b «Man of sin» (em inglês). Net Bible. Consultado em 24 de abril de 2011 
  4. João Crisóstomo. Homílias sobre II Tessal. Homília 4: 2 Thessalonians 2:6-9 (em inglês). [S.l.: s.n.] 
  5. Kurt Simmons. «Man of Sin» (em inglês). Preterist Central. Consultado em 24 de abril de 2011 
  6. John Noē. «What about Paul's "Man of Sin"?» (em inglês). Preterist Central. Consultado em 24 de abril de 2011