Huerteales

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaHuerteales
Perrottetia sandwicensis

Perrottetia sandwicensis
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: eudicotiledóneas
Clado: rosídeas
Ordem: Huerteales
Doweld
Famílias
Gerrardinaceae

Petenaeaceae
Dipentodontaceae
Tapisciaceae

Huerteales é o nome botânico de uma ordem de plantas com flor.[1] É uma das 17 ordens que formam o grupo das eudicotiledóneas denominado rosídeas, estabelecido pela classificação filogenética APG III (2009).[2][3] Dentro das rosídeas, é uma das ordens das Malvidae,[4] um grupo anteriormente conhecido como eurosídeas II e agora conhecido de maneira informal como malvídeas. Isto é verdade quer as Malvidae sejam circunscritas sensu lato para incluir oito ordens como no sistema APG III, ou de maneira menos alargada para incluir apenas quatro ordens. Huertales consiste em quatro pequenas famílias, Petenaeaceae, Gerrardinaceae, Tapisciaceae e Dipentodontaceae.[5]

Petenaeaceae consiste em apenas um género e uma espécie, Petenaea cordata, nativa do sul do México, da Guatemala e de Belize.[6]

Gerrardinaceae consiste de um único género, Gerrardina.[7] Tapisciaceae tem dois géneros, Tapiscia e Huertea.[8][9] Até 2006, Dipentodontaceae foi tratada como consistindo em apenas um género, Dipentodon.[10] Desde essa altura, alguns autores incluíram Perrottetia na família Dipentodontaceae, apesar de nenhuma revisão formal da família tenha sido publicada até 2008.[11] Então, a ordem Huerteales consiste em cinco géneros. O maior, Perrottetia, contém cerca de 15 do total de 25 espécies da ordem.[12]

As Huerteales são arbustos ou pequenas árvores, que podem ser encontradas na maioria das regiões tropicais ou temperadas. As flores de Perrottetia foram já estudadas com detalhe,[13] no entanto, os cinco géneros são de maneira geral pouco conhecidos. A verdadeiras relações apenas foram descobertas no século XXI, com o auxílio de análises de filogenética molecular de sequências de DNA.

Filogenia[editar | editar código-fonte]

A filogenia mostrada abaixo corresponde à de Worberg e co-autores. Géneros monoespecíficos são representados pelo nome da espécie. Os nomes das ordens estão em maiúsculas.

HUERTEALES 


Petenaea cordata



Gerrardina






Tapiscia sinensis



Huertea





Dipentodon sinicus



Perrottetia







BRASSICALES



MALVALES



Referências

  1. Peter F. Stevens (2001 onwards). "Huerteales". In: Angiosperm Phylogeny Website. In: Missouri Botanical Garden Website. (ver Ligações externas, abaixo)
  2. Angiosperm Phylogeny Group (2009). «An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG III». www3.interscience.wiley.com . Botanical Journal of the Linnean Society 161(2): 105-121.
  3. Hengchang Wang, Michael J. Moore, Pamela S. Soltis, Charles D. Bell, Samuel F. Brockington, Roolse Alexandre, Charles C. Davis, Maribeth Latvis, Steven R. Manchester, and Douglas E. Soltis (2009), «Rosid radiation and the rapid rise of angiosperm-dominated forests», Proceedings of the National Academy of Sciences, 106 (10): 3853–3858, PMC 2644257Acessível livremente, PMID 19223592, doi:10.1073/pnas.0813376106 
  4. Philip D. Cantino, James A. Doyle, Sean W. Graham, Walter S. Judd, Richard G. Olmstead, Douglas E. Soltis, Pamela S. Soltis, and Michael J. Donoghue (2007), «Towards a phylogenetic nomenclature of Tracheophyta» (PDF), Taxon, 56 (3): 822–846, doi:10.2307/25065865 
  5. Andreas Worberg, Mac H. Alford, Dietmar Quandt, and Thomas Borsch. 2009. "Huerteales sister to Brassicales plus Malvales, and newly circumscribed to include Dipentodon, Gerrardina, Huertea, Perrottetia, Petenaea, and Tapiscia. Taxon 58(2):468-478.
  6. Christenhusz, M. J. M., Fay, M. F., Clarkson, J. J., Gasson, P., Morales Can, J., Jiménez Barrios, J. B. & Chase, M. W. (2010). Petenaeaceae, a new angiosperm family in Huerteales with a distant relationship to Gerrardina (Gerrardinaceae). Botanical Journal of the Linnean Society 164: 16–25.
  7. Mac H. Alford. 2006. "Gerrardinaceae: a new family of African flowering plants unresolved among Brassicales, Huerteales, Malvales, and Sapindales." Taxon 55(4):959-964.
  8. Klaus Kubitzki. 2003. "Tapisciaceae" pages 369-370. In: Klaus Kubitski and Clemens Bayer (editors). The Families and Genera of Vascular Plants volume V. Springer-Verlag: Berlin;Heidelberg, Germany.
  9. Dezhu Li, Jie Cai, and Wen Jun. 2008. "Tapisciaceae" page 496. In: Zhengyi Wu, Peter H. Raven, and Deyuan Hong (editors). Flora of China volume 11. Science Press: Beijing, China; Missouri Botanical Garden Press: St. Louis, Missouri, USA.
  10. Vernon H. Heywood, Richard K. Brummitt, Ole Seberg, and Alastair Culham. Flowering Plant Families of the World. Firefly Books: Ontario, Canada. (2007).
  11. Jinshuang Ma and Bruce Bartholomew. 2008. "Dipentodontaceae" pages 494-495. In: Zhengyi Wu, Peter H. Raven, and Deyuan Hong (editors). Flora of China volume 11. Science Press: Beijing, China; Missouri Botanical Garden Press: St. Louis, Missouri, USA.
  12. Mark P. Simmons. 2004. "Celastraceae" page 50. In: Klaus Kubitzki (editor). The Families and Genera of Vascular Plants volume VI. Springer-Verlag: Berlin;Heidelberg, Germany.
  13. Merran L. Matthews and Peter K. Endress (2005). "Comparative floral structure and systematics in Celastrales". Botanical Journal of the Linnean Society 149(2):129-194

Ligações externas[editar | editar código-fonte]