Janssen Farmacêutica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Escritório central da Janssen

Janssen-Cilag Farmacêutica, ou Janssen-Cilag na maioria dos países, é uma companhia farmacêutica baseada em Beerse, Bélgica, fundada em 1935. [1]

Atualmente ela é o braço farmacêutico da multinacional Johnson & Johnson.

Em fevereiro de 2021, sua vacina contra covid-19 (Ad26.COV2.S) foi uma das 10 primeiras a serem liberadas no mundo para uso emergencial. [2]

História[editar | editar código-fonte]

A Janssen foi fundada em 1935, mas foi durante a liderança do médico Paul Janssen, filho do fundador, que a empresa cresceu, ao iniciar programas de pesquisa e desenvolvimento de produtos originais, melhores e patenteáveis. Antes, segundo a Scielo, era uma "empresa relativamente bem-sucedida no plano comercial, mas que tinha poucas perspectivas de crescimento, sobretudo em outros mercados, uma vez que não sintetizava os medicamentos comercializados, não detinha patentes e não desenvolvia pesquisas farmacêuticas".

A companhia foi criada não como subsidiária de uma indústria química, mas tão-somente com o objetivo de se dedicar à pesquisa farmacológica. O objetivo único, segundo a empresa, tem sido sempre o contínuo desenvolvimento de melhores drogas que contribuam para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Em 1961, a Janssen Farmacêutica uniu-se ao grupo empresarial Johnson & Johnson. Com pesquisas e centros de desenvolvimento em praticamente todo o mundo, a Johnson & Johnson Pharmaceutical Research Development (JJPRD) conduz estudos e pesquisas num amplo espectro de desordens humanas, incluindo insanidade mental, desordens neurológicas, desordens do trato gastrointestinal, infecções fúngicas, alergias e cânceres e ainda em anestesia e analgesia.

Áreas de atuação[editar | editar código-fonte]

A Janssen atua nestas áreas: Cardiovascular e Metabolismo, Imunologia, Doenças Infecciosas e Vacinas, Neurociências, Oncologia e Hipertensão Pulmonar. [3] [4]

Polêmica[editar | editar código-fonte]

Em 2013 a empresa foi obrigada a pagar uma multa de 2,2 bilhões de dólares por promover ilegalmente o antipsicótico Risperdal para adultos mais velhos, crianças e pessoas com deficiências de desenvolvimento. No acordo também foram resolvidas questões sobre a promoção indevida de dois outros medicamentos, o medicamento para insuficiência cardíaca Natrecor e o antipsicótico Invega. [5]

Vacina covid-19[editar | editar código-fonte]

Em 27 de fevereiro, a FDA anunciou que tinha liberado a vacina da Janssen (Ad26.COV2.S) para uso emergencial em adultos nos Estados Unidos. A empresa, portanto, foi uma das pioneiras - uma das 10 primeiras - a ter uma vacina covid-19 liberada no mundo. [2]

Medicamentos desenvolvidos[editar | editar código-fonte]

Alguns dos medicamentos desenvolvidos pela Jannsen estão abaixo, mas a lista completa pode ser acessada aqui:

R-código Nome Nome reduzido Sintetizado Comercializado
R5 ambucetamida Neomeritina 1953 1955
R516 cinarizina Stugeron 1955 1958
R1625 haloperidol Haldol 1958 1959
R2498 trifluperidol Triperidol 1959 1961
R4263 fentanil Fentanil 1960 1963
R4584 benperidol Frenactil 1961 1965
R4749 droperidol Deidrobenzperidol 1961 1963
R6238 pimozida Orap 1963 1970
R13672 haloperidol decanoato Haldol decanoas 1967 1981
R14889 miconazol nitrato Daktarin 1967 1971
R14950 flunarizina Sibelium 1967 1977
R16659 etomidato Hypnomidato 1964 1977
R17635 mebendazol Vermox 1968 1972
R18553 loperamida Imodium 1969 1973
R33800 sufentanil citrato Sufenta 1974 1979
R33812 domperidona Motilium 1974 1978
R35443 oxatomida Tinset 1975 1981
R39209 alfentanil Rapifen 1976/ 1983
R43512 astemizol Hismanal 1977 1983
R50547 levocabastina Livostin 1979 1989
R51211 itraconazol Sporanox 1980 1986
R51619 cisaprida Prepulsid 1980 1989
R64766 risperidona Risperdal 1984 1993

Cinco drogas da Janssen Farmacêutica, no decorrer do tempo, foram incluídas na lista de medicamentos essenciais da Organização Mundial da Saúde: Haldol (haloperidol), Ergamisol (levamisol), Daktarin (miconazol), Vermox (mebendazol) e Nizoral (ketoconazol) (até 2005). [1]

Nota: veja a lista mais recente para download aqui.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Dr. Paul Janssen (1926-2003)». Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo) (6): 189–190. 2003. ISSN 0101-6083. doi:10.1590/S0101-60832003000600001. Consultado em 10 de julho de 2021 
  2. a b Commissioner, Office of the (27 de fevereiro de 2021). «FDA Issues Emergency Use Authorization for Third COVID-19 Vaccine». FDA (em inglês). Consultado em 28 de fevereiro de 2021 
  3. «Áreas de Atuação». Janssen Brasil. Consultado em 28 de fevereiro de 2021 
  4. «About Us». Janssen (em inglês). Consultado em 10 de julho de 2021 
  5. Thomas, Katie (4 de novembro de 2013). «J.&J. to Pay $2.2 Billion in Risperdal Settlement (Published 2013)». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 28 de fevereiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]