Jayne Mansfield

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jayne Mansfield
Nome completo Vera Jayne Palmer
Nascimento 19 de abril de 1933
Bryn Mawr, Pensilvânia
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Morte 29 de junho de 1967 (34 anos)
Slidell, Luisiana
Ocupação Atriz
Cônjuge Paul Mansfield (1950-1958)
Mickey Hargitay (1958-1964)
Matt Cimber (1964-1966)
Globos de Ouro
Golden Globe Awards - Melhor Nova Estrela - Cinema

Jayne Mansfield (Bryn Mawr, Pensilvânia, 19 de abril de 1933U.S. Route 90, perto de Slidell, Luisiana, 29 de junho de 1967) foi uma atriz estadunidense de cinema e teatro. Referida muitas vezes como a grande rival de Marilyn Monroe, Jayne Mansfield foi também uma das primeiras playmates da Playboy. Ela é considerada uma das principais símbolos sexuais da década de 1950. Embora muitos de seus filmes nunca tenham sido vistos, Mansfield continua sendo um dos ícones mais conhecidos da cultura americana dos anos 1950 e 1960.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Um dos principais símbolos sexuais entre o final da década de 1950 e o início dos anos 1960, Mansfield chamou primeiro a atenção do público ao se tornar a playmate da edição de fevereiro de 1955 da revista Playboy. Vencedora de um prêmio Globo de Ouro, atuou em várias produções de Hollywood que enfatizavam o seu lado sensual. Tornou-se, de fato, a primeira atriz a aparecer nua em uma produção hollywoodiana (em Promises! Promises! de 1963). A partir de 1960 fez uma série de filmes na Europa, com resultados desastrosos para sua carreira pós-1962.

Jayne casou-se três vezes e divorciou-se duas. O primeiro casamento foi com Paul Mansfield, em 1950, aos dezesseis anos de idade. Durante o primeiro ano deste casamento, Mansfield deu à luz sua primeira filha, Jayne Marie Mansfield. Duas semanas antes da atriz falecer, Jayne Marie, então aos dezesseis anos de idade, acusou o namorado da mãe, Sam Brody, de espancá-la. Dois dias depois, sob a acusação de que a mãe incentivava os espancamentos, Jayne Marie foi colocada pela justiça sob a custódia de um tio-avô, W.W. Pigue.

O segundo e talvez mais famoso casamento de Mansfield foi com o fisiculturista e ator Mickey Hargitay. Os dois se casaram em 1958 e se divorciaram 1963 no México - o divórcio só foi reconhecido pela justiça estadunidense em 1964. Durante este casamento, Mansfield teve três filhos: Miklós Jeffrey Palmer Hargitay, em 1958; Zoltán Anthony Hargitay, em 1960 e Mariska Magdolna Hargitay, em 1964, esta ultima tendo tornado-se uma premiada atriz de TV, famosa principalmente pelo papel de Olivia Benson na série Law & Order: SVU.

O último casamento de Jayne Mansfield foi com Matt Cimber, um diretor italiano, em 1964. O casal se separou em 1965 e pediu divórcio em 1966. Durante este casamento, Mansfield deu à luz seu último filho, Tony Cimber, em 1965.

Morte[editar | editar código-fonte]

Depois de alguns anos de decadência, sua carreira foi subitamente interrompida em 1967, aos 34 anos de idade, quando sofreu um acidente de carro durante uma viagem entre Nova Orleães e Slidell com o namorado Sam Brody e três de seus quatro filhos. Jayne, Brody e o motorista faleceram na hora, mas as crianças, que estavam todas no banco traseiro, ficaram apenas com ferimentos leves.

Jayne Mansfield em 1957.
Túmulo de Jayne Mansfield, no Fairview Cemetery, em Pen Argyl, Pensilvânia.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Todos os títulos em português referem-se a exibições no Brasil. Foram omitidos os documentários de que participou.[1][2]

  • 1955 The Female Jungle
  • 1955 Trágica Fatalidade (Illegal)
  • 1955 A Taverna Maldita (Pete Kelly's Blues)
  • 1955 Horas Sombrias (Hell on Frisco Bay); não creditada
  • 1956 Sabes o Que Quero (The Girl Can't Help It)
  • 1956 Honra de um Ladrão (The Burglar)
  • 1957 Em Busca de um Homem (Will Success Spoil Rock Hunter?)
  • 1957 Ciúme, Tempero do Amor (The Wayward Bus)
  • 1957 O Beijo de Despedida (Kiss Them For Me)
  • 1958 Apuros de um Xerife (The Sheriff of Fractured Jaw)
  • 1960 A Mulher Que Soube Amar (The Challenge)
  • 1960 Ela Era Irresistível (Too Hot to Handle)
  • 1960 Os Amores de Hércules (Gli Amori di Ercole)
  • 1962 Aconteceu em Atenas (It Happened in Athens)
  • 1962 Suave É o Amor (Panic Button…Operazione Fisco)
  • 1962 Da Lama Para a Glória (The George Raft Story)
  • 1963 Promises! Promises!
  • 1963 Heimweh Nach St. Pauli
  • 1963 Die Herren Partie
  • 1964 L'Amore Primitivo
  • 1964 O Crime Caminha a Meu lado (La Morte Vestita di Dollari)
  • 1966 The Fat Spy
  • 1966 Las Vegas Hillbillies
  • 1967 Single Room Furnished
  • 1967 Diário de um Homem Casado (A Guide for the Married Man)

Referências

  1. Astros e Estrelas, Volume 2, São Paulo:Nova Cultural, 1985
  2. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres, Inglaterra:Peerage Books, 1985

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jayne Mansfield