Jung Joon-young

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jung Joon-young
정준영
Jung Joon-young durante o SIA Ceremony em 2016.
Nascimento 21 de fevereiro de 1989 (32 anos)
Coreia do Sul
Ocupação
Período de atividade 2010–2019
Carreira musical
Gênero(s)
Instrumento(s)
Gravadora(s)
Afiliações

Jung Joon-young (hangul: 정준영; rr: Jeong Jun-yeong; MR: Chŏng Chunyŏng; nascido em 21 de fevereiro de 1989) é um ex-cantor, DJ de rádio, apresentador, ator e personalidade de televisão sul-coreano. Ele ganhou reconhecimento através do reality show Superstar K da Mnet em 2012, onde encerrou sua participação em terceiro lugar. Em 2013, se tornou o membro mais jovem do programa de variedades 2 Days & 1 Night da KBS e estreou como ator em uma participação no drama televisivo Monstar (2013). No ano seguinte, Jung estreou seu próprio programa de rádio intitulado Jung Joon-young's Simsimtapa (2014) pela MBC FM. Além disso, entre os anos de 2015 a março de 2019, ele foi o vocalista principal da banda de rock Drug Restaurant, anteriormente conhecida como JJY Band.

Sua estreia como solista ocorreu em 2010, através do lançamento do extended play (EP) Rock Trip. Outros dois EPs foram lançados posteriormente: Jung Joon Young 1st mini album (2013) e Teenager (2014), com este último o levando a se apresentar em turnê pela Ásia, além de estrear em concertos nos Estados Unidos durante o K-CON 2014, tanto como cantor como apresentador.

Em março de 2019, Jung se aposentou da indústria do entretenimento, em meio a alegações de filmar e divulgar em salas de bate papo, vídeos de sexo de si mesmo com mulheres, sem o consentimento e conhecimento delas, além de ter recebido acusações de participação em estupros coletivos em 2016. Mais tarde, em 29 de novembro de 2019, ele foi condenado a seis anos de prisão.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jung Joon-young nasceu em 21 de fevereiro de 1989, na Coreia do Sul.[3] Ele é o filho mais novo de Jung Hak-chun e Choi Jong-sook. Seu pai um empresário internacional, viajou para diversos países em razão de seus negócios, devido a isso, enquanto crescia, Jung mudou-se para países como Indonésia, China, Japão, França e Filipinas[4] e aprendeu idiomas fluentemente como o inglês, chinês e coreano.[3] Jung não pôde se matricular em uma escola regular devido as mudanças frequentes, entretanto teve aulas particulares de disciplinas regulares, como matemática, inglês, violino e piano. Quando fez 17 anos, decidiu ir às Filipinas para realizar trabalho voluntário. Ele ensinou Taekwondo e música para as crianças locais. Além disso, foi membro do coral que se apresentou para à ex-presidente das Filipinas, Gloria Macapagal-Arroyo.

Acusações de crimes sexuais e retirada da indústria do entretenimento[editar | editar código-fonte]

Em 11 de março de 2019, foi noticiado que em 2015 e 2016, Jung havia filmado secretamente seus próprios encontros sexuais com pelo menos dez mulheres e que depois havia compartilhado os vídeos com amigos em grupos de bate-papo, que incluíram as celebridades Lee Jong-hyun e Choi Jong-hoon.[5][6] No dia seguinte, Jung se aposentou da indústria do entretenimento, admitindo as alegações. Ele pediu desculpas às diversas mulheres que foram filmadas sem seu consentimento, bem como a seus fãs, e também prometeu cooperar com a polícia.[7][8][9]

Em 21 de março, Jung foi preso pela acusação de compartilhamento ilegalmente de vídeos sexualmente explícitos, tiradas sem o conhecimento ou consentimento das vítimas, realizada através de uma sala de bate papo em onze ocasiões.[10] Mais tarde, em 19 de abril, uma mulher se apresentou ao SBS funE, alegando que cinco homens, incluindo Jung, a estupraram depois que ela foi embriagada em março de 2016 e que depois compartilharam a filmagem em um bate-papo em grupo.[11] Em 10 de maio, ele se declarou culpado de todos os onze casos de filmagem ilegal e compartilhamento de vídeos de si mesmo fazendo sexo com mulheres em uma sala de bate-papo, e procurou realizar acordos legais com as vítimas. Jung e Choi Jong-hoon também estiveram sob investigação por outra acusação de estupro coletivo de uma mulher em 2016.[12][13][14] Em 29 de novembro de 2019, Jung foi condenado a seis anos de prisão por estupro coletivo de mulheres em estado de embriaguez e inconscientes.[1][2] Ele também foi condenado por filmar secetamente a si mesmo, tendo relações sexuais com outras mulheres e compartilhando a filmagem sem seu consentimento.[15] Em 12 de maio de 2020, o Tribunal Superior de Seul reduziu a sentença de Jung de seis anos para cinco, após ele apresentar documentos expressando seu arrependimento.[15] Em novembro de 2020, sua conta pessoal do Instagram foi excluída pela própria rede social, sob o argumento de que ela tem uma política de desativar contas de criminosos sexuais condenados.[16]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Extended plays (Eps)
  • Rock Trip (2010)
  • Jung Joon Young 1st mini album (2013)
  • Teenager (2014)
Álbuns de estúdio
  • The First Person (2017)

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Participações em vídeos musicais[editar | editar código-fonte]

Ano Título Artista Ref.
2014 "Mr Ambiguous" Mamamoo com participação de Bumkey [17]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2015 Love Forecast Yeom Hyo-bong / Andrew

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Emissora
2013 Monstar Han Ji-woong (young / ep.9) Mnet
2014 You Are My Destiny DJ de rádio (ep.8) MBC
2015 The Lover Jung Young-joon Mnet
The Producers anti-fã de Cindy (ep.10) KBS2
2016 The Sound of Your Heart vizinho de Jo Suk (ep.6)

Programas de variedades[editar | editar código-fonte]

Ano Título Emissora Notas
2010 Tent in the City Mnet Participação
2011 Ulzzang Generation ComedyTV Membro do elenco, temporada 5
2013 Jung Joon-young's Be Stupid OnStyle Bastidores do processo de criação de álbuns
We Got Married MBC Casal com Jeong Yu-mi, temporada 4
2013–2019 2 Days & 1 Night KBS2 Membro do elenco
2014 M! Countdown Mnet Apresentador com Ahn Jae-hyun
Foul Interview: 4 Things Show Entrevistado principal
Fashion King Korea 2 SBS Membro do elenco
Style Icon Awards 2014 OnStyle Apresentador
2015 Two Young Mnet Membro do elenco
Laws of the Jungle in Samoa SBS Membro do elenco (episódios 186–189)
Old House New House JTBC Membro do elenco
2016 Mr. Baek The Homemade Food Master 2 tvN
Hit Maker JTBC
What The Chart CH Hyundai Card Apresentador
Celebrity Bromance MBig TV Membro do elenco com Roy Kim
Laws of the Jungle in East Timor SBS Membro do elenco (episódios 238–240)
2017 Male Friend x Female Friend Membro do elenco
Trip of The Beer Lovers SBS Mobidic TV
My Sweet Town Kuki Health TV Apresentador
My Unexpected Sweet Trip TvN Membro do elenco
Salty Tour TvN
2018 Law of the Jungle in Cook Islands SBS Membro do elenco (episódios 299–301)
Royal Adventure SBS Mobidic TV /
Clash Royal
Membro do elenco
One Night Food Trip (International Edition) TvN Membro do elenco

Programas de rádio[editar | editar código-fonte]

Data Emissora Título Notas
28 de janeiro ~ 3 de março de 2013 MBC FM4U Hope Song at Noon (김신영의 정오의 희망곡) temporário para fevereiro de 2013
6 de maio ~ 1 de setembro de 2013 Close Friend (친한친구) 20:00 ás 22:00
7 de julho de 2014 ~ 15 de novembro de 2015 MBC FM Jung Joon-young's Simsimtapa (정준영의 심심타파) 00:00 ás 02:00

Referências

  1. a b «K-pop stars Jung Joon-young and Choi Jong-hoon sentenced for rape». BBC. 29 de novembro de 2019. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  2. a b «K-pop stars Jung Joon-young and Choi Jong-hoon sentenced to prison for rape». ABC News. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  3. a b Hicap, Jonathan (28 de setembro de 2018). «Jung Joon-young meets his 'Fiancee' in Manila». Manila Bulletin. Manila Bulletin Publishing Corporation. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  4. Rocker Jung Joon Young Reveals his Linguistic Talents: Speaks Three Languages. Jung Joon-young's father who is an international businessman Arquivado em 19 de outubro de 2013 no Wayback Machine.
  5. Kang, Seung-woo (12 de março de 2019). «K-pop singer Jung Joon-young booked for illegal sex video filming». The Korea Times. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  6. «Police seek arrest warrant for Jung Joon-young over secret sex videos». The Korea Times. 18 de março de 2019. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  7. Jung, Hae-myoung (15 de março de 2019). «Sex videos fuel K-pop reshuffles». The Korea Times. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  8. May, Tiffany; Lee, Suhyun (13 de março de 2019). «K-Pop Singer Jung Joon-young Admits to Illicitly Filming Women». The New York Times. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  9. MacDonald, Joan (15 de março de 2019). «How The Burning Sun Scandal Affects Korea's Drama World». Forbes Magazine. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  10. «K-Pop Star Jung Joon-Young Arrested in Sex Video Scandal». Billboard magazine. 21 de março de 2019. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  11. Park, Ju-young (19 de abril de 2019). «Jung Joon-young, Choi Jong-hoon accused of taking part in gang rape: report». The Korea Herald. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  12. «'성관계 불법 촬영' 정준영, 법정서 혐의 인정…"합의 원해"». SBS News (em coreano). 10 de maio de 2019. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  13. «[현장] '성관계 몰카' 정준영, 법정서 혐의 인정…"합의 원해"». Yonhap (em coreano). 10 de maio de 2019. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  14. Ock, Hyun-ju (10 de maio de 2019). «[Newsmaker] Jung Joon-young admits to illicit filming of sex videos, seeks settlement». The Korea Herald. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  15. a b «Disgraced K-pop stars get shortened jail terms for spycam, gang rape crimes». South China Morning Post. 12 de maio de 2020. Consultado em 1 de dezembro de 2020 
  16. Lee, Se-hyun (16 de novembro de 2020). «'집단 성폭행' 정준영·최종훈 SNS 닫혔다». Entertain Naver (em coreano). Naver. Consultado em 16 de novembro de 2020 
  17. «RBW 김도훈 대표 "화사가 'MAMA' 의상 직접 선택..믿고 맡긴다"(인터뷰③)[스타메이커]» (em coreano). 스타뉴스. 16 de janeiro de 2019. Consultado em 20 de dezembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jung Joon-young
Ícone de esboço Este artigo sobre um músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.